quarta-feira, agosto 31, 2005

As últimas do mercado de tranferências

  • O FC Porto resolveu nas últimas horas do mercado de transferências o “problema” que se criou na posição de lateral esquerdo. A solução dá pela nome de Marek Cech, um eslovaco de 22 anos que jogava no Sparta de Praga. Trata-se de um lateral esquerdo de raiz embora já tenha sido usado quer no clube quer na sua selecção a médio esquerdo. Marek Cech tem nove internacionalizações e tem sido opção para a sua selecção nesta fase de qualificação para o Mundial. A excepção deu-se contra Portugal, onde representou a selecção de Sub-21 do seu país.
  • Uma vez mais Benny McCarthy aparece como figura nas ultimas horas do mercado. O West Ham terá apresentado uma proposta de 9 milhões de euros que foi recusada pela direcção da SAD do FC Porto. Nem a presença de McCarthy em Londres (dispensado pela selecção Sul Africana) alteraram a determinação do FC Porto em manter um jogador fulcral para Co Adriaanse. No entanto, segundo as palavras do manager do clube inglês: ”há sempre Janeiro”...
  • Também houve movimentações na equipa B. Gonzalo Marronkle junta-se a Vieirinha e Pedro Ribeiro no FC Marco. O empréstimo do ponta de lança argentino ao clube do Marco de Canaveses irá permitir testar este jovem numa competição mais exigente e equilibrada esperando que continue a mostrar bons indicadores. Rodrigo Ângelo, por seu turno, foi emprestado ao Desportivo de Chaves.

terça-feira, agosto 30, 2005

FC Porto sub-17: Ruca, um GR acima da média


Ruca, um GR acima da média
Originally uploaded by morphy.
Na baliza da bem sucedida equipa campeão nacional de iniciados estava um guarda redes notável entre os postes, Ruca. É essa a opinião dos seus treinadores, e não é por acaso que ganhou fama de especialista em penaltys: o ano passado, no Torneio de Gaia (na Páscoa) assegurou a vitória na final ao defender três dos quatro marcados pelo Sporting.
Começou no Tourizense com sete anos, como médio direito. Durante as férias, um primo notou aptidão para a baliza e na época seguinte fez-se a experiência. Desde então, não mais largou o posto, tornando-se titular em Touriz e sendo chamado para as selecções da AF Coimbra sub-12 e sub-13.
As suas qualidades não passaram despercebidas aos olheiros, surgindo ofertas de três clubes: Boavista, Sporting e FC Porto. Optou pelo clube do coração, onde fez as duas épocas de iniciados. Na primeira foi o guarda redes mais utilizado, apesar de estar a fazer o primeiro ano no escalão. Na segunda, começou o campeonato alternando com o colega de baliza, mas foi ele o titular na fase final. Também na selecção da AF Porto lutou pela titularidade, que foi sua no torneio mais importante, o Lopes da Silva. Este ano forma com Coelho a dupla de iniciados promovidos directamente à equipa A juvenil, na qual irá lutar pela titularidade. Se o conseguir, a selecção sub-16 também não deve escapar!

Rui Pedro Correia Nunes "Ruca"
guarda-redes
7/1/1990
1.85 m, 75 kg

sub-19: Candal, um outsider a ter em conta

Na primeira jornada do nacional de juniores, o CD Candal goleou o Gondomar (3-0). Trata-se de um clube em expansão, que inaugurou recentemente um estádio novo com excelente relvado sintético. Nos juniores tem protocolo com o Boavista, recebendo jogadores dispensados e emprestados. Apresentemos a equipa (4-4-2):

GR Rui Peito
DLD Serginho (c)
DC Bernardo, Pedro Carneiro
DLE Rodrigo
MC Alex, Gerson
Mdir Nuno Pereira
Mesq Ivan
AV Ivo "10", Francisco

Na baliza está Rui Peito, que se formou no Boavista até ao ultimo ano de juvenil. Tem tudo o que faz falta a um guarda redes (reflexos, coragem, serenidade) excepto estampa fisica. O defesa direito é Serginho, capitão e referência da equipa. Tem técnica, velocidade e não obstante nunca ter passado por uma das grandes escolas, teria capacidades para jogar em qualquer equipa. Os centrais completam-se, com o possante Bernardo, um verdadeiro muro, a travar as jogadas e Pedro Carneiro, internacional sub-17 vinculado ao Boavista, a surgir nas dobras e a organizar o jogo a partir de trás. Na esquerda joga Rodrigo, ex-Canelas, rápido e tecnicista. Sólido a defender e desenrascado a atacar, está a ser uma agradável surpresa. Os médios são Alex, emprestado pelo Boavista, um "carregador de piano" com boa visão de jogo e qualidade de passe, lado a lado com Gerson, um mulato ex-Vilanovense, com caracteristicas semelhantes mas mais poder de choque. O médio direito é Nuno Pereira, que fez boa parte da formação no boavista a ponta de lança. É rápido, forte, trabalhador e com faro para o golo. O médio esquerdo é Ivan, outro produto das escolas Boavisteiras, muito bom técnicamente. A bola é a sua melhor amiga, o que o torna muito forte no um contra um. A dupla de avançados é constituida por dois jogadores muito diferentes mas que se completam:
- Ivo, um numero 10, jogador rápido e com bom dominio de bola, que se sente à vontade atrás do ponta de lança e que surge muito bem em frente da baliza.
- Francisco, um verdadeiro ponta de lança, alto (1,94) e possante. Não só marca golos como também faz muitas assistencias, optando sempre de forma inteligente. É sem duvida o maior trunfo desta equipa. Com ofertas para regressar ao Boavista ou para ingressar no Brage ou no Vitória de Guimarães, preferiu manter-se no Candal para não pôr em causa os estudos: é que também enfrenta o primeiro ano na universidade.
O onze titular já é de respeito, mas há ainda muitas opções. Pedindo desculpa pela injustiça para com os restantes, mencionamos quatro ex-Boavisteiros: o central Reinaldo, muito sólido a defender, César, muito bom com a bola nos pés, e dois tecnicistas, Ricardinho e Ruisinho.
Enfim, uma equipa muito interessante e a seguir com atenção, que procura assegurar rápidamente a manutenção de forma a poder lutar por algo mais com tranquilidade.

Noticias do Tourizense

Jorge Nunes, que dirige o jornal "O Tabuense" e acompanha o Tourizense (de Touriz, uma localidade com 158 habitantes), forneceu-nos as seguintes informações sobre este pequeno mas dinâmico clube, onde evoluem por empréstimo duas esperanças portistas: o extremo esquerdo Ricardo Costa, internacional sub-20, e o defesa central Sandro, que na época passada foi indiscutivel no eixo do FC Porto B.
  • Reinaldo Teles representou o clube na inauguração do novo Complexo Desportivo do Tourizense.
  • Realizou-se um jogo entre a equipa de iniciados do FC Porto e a equipa de juvenis do Tourizense, que os iniciados portistas venceram por 2-0. O defesa central Luis Pedro jogou em ambas as equipas, consumando a transferencia para o FC Porto. O guarda redes Ruca, formado no clube, ofereceu ao Tourizense a camisola com que se sagrou Campeão Nacional de Iniciados, a qual passará a estar na Sala de Honra do Clube.
  • O FC Porto B venceu a equipa sénior do Tourizense (onde jogam Sandro e Ricardo Costa) por 1-0. Foi um jogo muito interessante, com o Porto a imprimir um ritmo bastante grande à partida, criando boas jogadas de futebol e oportunidades de golo. Não se fizeram sentir as habituais substituições da segunda parte, altura em que marcaram o golo da vitória. A equipa do Porto B tem bons valores e poderá fazer um brilhante campeonato. O Touriz tem, também, uma belissima equipa, sendo um forte candidato na sua série, na 2ª divisão. O Sandro foi titular em todos os jogos que já vi, na pré-época. Pelo que sei do treinador do Tourizense ele será uma peça importante na estratégia da equipa. O Ricardo Costa está a ser utilizado como defesa esquerdo, fazendo o corredor todo, de forma a utilizar a sua velocidade. No entanto não tem sido sempre utilizado, dependendo do tipo de jogo e do adversário.

segunda-feira, agosto 29, 2005

sub-19: Feirense 1-2 FC Porto

Um FC Porto essencialmente constituido por sub-18 foi a Santa Maria da Feira e conseguiu, num jogo muito dificil, bater a equipa local. O primeiro tempo até pertenceu por inteiro aos portistas, que no entanto não conseguiram inaugurar o marcador. No segundo tempo entrou para os locais o avançado Cris, que viria a marcar o golo e a causar numerosas dificuldades. Foi só de grande penalidade que os portistas empataram, a 15 minutos do final, por André Monteiro, que viria a marcar o golo da vitória mesmo no final do periodo de descontos.
Terse-à pretendido aproveitar o ritmo da Milk Cup e do mundialito sub-17, apostando nos sub-18 que jogaram esses torneios, mas talvez lhes faltasse ainda alguma frescura, pois essas competições foram extremamente exigentes fisicamente. Ainda assim um inicio auspicioso desta equipa.

GR Hugo Ventura
DLE Hugo Monteiro
DC Leandro, Fábio Ervões
DLD Tiago Moreira
Mdef Fábio (Miguel Ângelo, 46)
M Castro (Samarra, 65), João Pinhal
Mof Rui Pedro
AV André Monteiro, Roberto (Saianda, 59)
não utilizados: Igor Araujo, Morais, Monteiro, Fausto Lourenço

sub-17: FC Porto 2-0 Feirense

O FC Porto venceu a primeira partida do nacional de juvenis, contra o Feirense, um clube em ascensão nas camadas jovens, ao que não será alheio o excelente centro de estágio de que dispõe. O FC Porto entrou na partida a dominar e criou numerosas oportunidades de golo, pecando apenas na finalização. Na jogada mais flagrante, o meio campo ganhou espaços com uma rápida circulação de bola, que foi entregue a Ricardo Santos, na direita. Este tira do caminho dois adversários, faz uma tabelinha com Coelho e entra na área. Com um toque para o lado deita o guarda redes mas, já sem ângulo, apenas consegue rematar ao poste. Na segunda parte o filme repetiu-se, com o FC Porto a dominar mas a desperdiçar, até que Fernando é rasteirado na área, com Nuno Freitas a converter o penalty respectivo. Pouco depois seria Ricardo Santos a converter outro castigo máximo. Um excelente começo dos juvenis portistas!

GR Rui Alves
DLD Carlitos
DC Carlos Santos, Pereira
DLE Hugo Silva
Mdef Fábio Miguel
M António Graça (Ricardo Pereira, 75), Ricardo Santos
MAD João Magalhães (Nuno Freitas, 53)
MAE Elísio
PL Coelho (Fernando, 64)
não utilizados: Mauro, André Pinto, GR "dos iniciados"
Treinador: João Carlos.

Nota: O onze titular poderá sofrer alterações, pois alguns jogadores ainda não estavam inscritos.

Triunfo justo mas muito suado da equipa do F. C. Porto, perante um adversário que lhe dificultou a vida, mas incapaz de evitar a derrota. Para primeiro jogo do campeonato, não se poderá dizer que se assistiu a uma fraca partida de futebol. O domínio pertenceu por inteiro à equipa da casa, que desperdiçou algumas ocasiões de golo principalmente na primeira parte. No segundo período as características não se alteraram. Era a equipa portista a que mais procurava o golo, o que veio a acontecer através de uma grande penalidade, à passagem dos 65 minutos, por intermédio de Nuno Freitas. Passados quatro minutos, e novamente na marca de castigo máximo, Ricardo Santos fez o resultado final. Arbitragem positiva. JN

domingo, agosto 28, 2005

Notícias Breves

  • Há ainda três esperanças portistas lesionadas. São eles Rául Meireles que, espera-se, estará já recuperado dentro de dias; Bosingwa, que terá de esperar mais algum tempo para regressar e ainda Bruno Moraes que se lesionou na temporada transacta. No entanto o brasileiro esteve ontem no relvado do Olival acompanhado do membro do departamento médico António Dias que tem vindo a fazer exercícios para fortalecer o joelho esquerdo.
  • Enquanto uns estão mal, há outros que estão bem. Hugo Almeida, em declarações ao jornal «O Jogo» disse: "Estou muito satisfeito por ter jogado e marcado. Vendo bem, este foi o golo da vitória, o que é o mais importante, porque ajudei a equipa atingir o seu objectivo", sendo que "foi o meu primeiro golo em jogos oficiais pela equipa principal do FC Porto e logo aqui no estádio da Naval, uma casa memorável para mim, pois foi aqui que me formei". O jovem 39 portista referiu ainda: "Estou muito motivado. A concorrência é forte, o plantel tem grandes jogadores para todas as posições, mas o meu objectivo é continuar a trabalhar para, quando entrar ou jogar de início, fazer o meu melhor e poder ajudar a equipa a ganhar e lutar pelos seus objectivos".
  • Mas não foi só Hugo Almeida que falou aos jornalistas. Ricardo Quaresma, o novo 7 do FCPorto, conversou com o jornal «Record»: "Temos um plantel fabuloso e essa é a grande razão para eu ficar de fora. Numa grande equipa, com grandes objectivos e grandes jogadores, não podem jogar todos. Estou motivado para ajudar a equipa no que ela precisar. Hoje [no dia do jogo], consegui e daqui para a frente espero agarrar um lugar". O mágico disse ainda que "é sempre bom somar pontos contra estes adversários. Geralmente é nestes jogos que se perdem campeonatos e os seis pontos conquistados dão confiança."! Falando da Liga dos Campeões, o extremo azul e branco disse "Calhou-nos um grupo bastante acessível. Temos todas as possibilidades de ser apurados". Sobre o derby da próxima jornada entre os rivais de Lisboa, Quaresma salienta que "Isso não nos diz respeito. Ainda é muito cedo e só temos de ir ganhando, cumprindo a nossa obrigação". Por fim, disse à imprensa que "a forma em que estamos não tem nada a ver com o ano passado. A equipa está muito melhor".

sábado, agosto 27, 2005

Naval 2 - 3 FCPorto


O FCPorto alcançou ontem a segunda vitória na Liga Portuguesa. Apesar de não ter feito uma exibição deslumbrante frente ao Estrela da Amadora, acabou por conseguir ganhar. A história passada na Figueira da Foz foi muito diferente. Um Baía seguro, sem grandes oportunidades para brilhar e sem culpa nos golos, uma defesa também ela segura, com César Peixoto, autor dos dois primeiros golos, melhor a defender (apesar de ter marcado um auto-golo) e Sonkaya a atacar com mais frequência e convicção. Os centrais cumpriram perfeitamente o seu papel, sendo que Ricardo Costa esteve em destaque, cometendo poucas faltas e fazendo alguns cortes importantes.
No entanto, verdade seja dita, o meio-campo foi o sector que melhorou mais e demonstra, mesmo com juventude, uma maturidade elevada. Começando por Lucho Gonzalez: esteve muito mais solto, com mais confiança, mais interventivo, dando já um ar da sua graça e demonstrando o talento enorme que tem. Diego, de quem se esperava muito a época passada dizendo-se que ele seria o "novo Deco" e que era o "Pelé branco", demonstrou ontem isso mesmo. O míudo tem qualidades inegaveis e, se com 20 anos joga como joga, então veremos daqui a 5/6 anos. Talvez não lhe tenham dado tempo de, com 19 anos, progredir. Ele não correspondeu muito às espectativas, como é natural (digo eu) porque Deco quando chegou ao clube não teve o fardo que este teve. Bom, mas temos, de facto, de elogiar a exibição, com dotes técnicos deliciosos e boa entrega ao jogo defensivo. Nota-se que tem um jogo muito mais vertical, com mais tendência de jogar para a frente. Ibson, outro brasileiro, teve um magnifico regresso à titularidade... fantástico. Bom a defender, bom a atacar, fez quase tudo bem.Passando para o ataque: Jorginho teve uma exibição conseguida, com rasgos de craque, não se lhe pode pedir muito mais, sabendo que ele não está a jogar na sua posição de origem. Lisandro Lopez voltou a ser um dos melhores em campo, dando o litro. Foi substituido aos 77 minutos, não por estar a jogar mal, mas sim porque a sua garra e determinação o obrigaram a correr o campo todo e a disputar todos os lances e porque se tem mostrado fundamental e deve ser poupado. Se a primeira parte foi positiva, então os minutos que jogou na segunda foram ainda melhores. Pior, mas não tão mal assim, esteve Hélder Postiga, que se esforçou, esboçou um cabeceamento, um remate rasteiro depois de uma excelente jogada de Lisandro, mas pouco mais. Deu lugar a Hugo Almeida que, na única oportunidade que teve factorou, oferecendo assim alguma tranquilidade à equipa. A jogada foi conduzida por Ricardo Quaresma que entrou mais tarde, substituindo Lisandro, e mesmo assim teve tempo para fazer aqueles toques que só o Harry Potter sabe fazer, fugindo a um adversário e cruzando... Alan não acrescentou nada à equipa, entrando ao minuto 85 para dar lugar à ovação de Diego.
Posso então concluir que foi um jogo muito positivo para as nossas hostes e que o resultado não expressa nem por sombras o que realmente se passou no desgastado relvado, dado que a vitória apenas por um golo sabe a pouco. Executámos 18 remates contra apenas 8 da Naval, apenas para dar uma ideia.

GR Vitor Baía
DLD Sonkaya
DC Pedro Emanuel (c), Ricardo Costa
DLE César Peixoto
M Ibson, Lucho Gonzalez
Mof Diego (Jorginho, 85)
MAE Lisandro Lopez (Ricardo Quaresma, 78)
MAD Jorginho (Alan, 85)
PL Helder Postiga (Hugo Almeida, 69)

sexta-feira, agosto 26, 2005

FC Porto sub-17: Ricardo Santos, versatilidade e talento


Ricardo Santos "Russo"
Originally uploaded by morphy.
Começou a jogar relativamente tarde, no futsal do Baguim, mas rápidamente foi recrutado pelo Rio Tinto e depois pelo Salgueiros. As boas exibições escaparam aos seleccionadores da AF Porto, mas não aos olheiros portistas, que o recrutaram. Os pontos fortes são o drible, o sucesso no un contra um e a velocidade de explosão. A posição preferencial é extremo direito, mas é um polivalente, jogando também no meio campo e até no lado esquerdo, se necessário. Recorda com emoção um golo que marcou ao Pasteleira em que saiu do meio campo, fintou dois adversários e rematou "na gaveta", à entrada da área.
A ausência do Lopes da Silva significou que não estava no grupo inicial dos sub-16, mas o seleccionador viu um jogo em que esteve bem, chamou-o e desde então jogou sempre e é já internacional sub-17, com onze internacionalizações.

Ricardo João de Vasconcelos e Santos "Russo"
médio/extremo direito (esquerdo)
2-3-1989
1.85 m, 72 kg
destro (mas desenrasca com o pé esquerdo)

FC Porto sub-17: Coelho, um tecnicista goleador


coelho
Originally uploaded by morphy.
Apenas dois dos trinta campeões nacionais de iniciados foram promovidos directamente à equipa A juvenil. O guarda redes Ruca e o ponta de lança José Manuel "Coelho". Quem é este jogador?
Trata-se de um avançado com excelente técnica e muito forte no um contra um. Dizem também que é rápido, mas não concorda "Tenho apenas a velocidade suficiente", diz. Sente-se melhor a jogar em esquemas de dois avançados, onde está mais "solto". Tambem tem frieza em frente da baliza, pelo menos a julgar pelas colheitas desde que chegou ao FC Porto: 28 golos no primeiro ano de infantil, 62 golos e o titulo distrital no segundo ano neste escalão. Nos iniciados, marcou 23 golos no primeiro ano e 33 no ano passado, o do titulo nacional.
Começou no Paços de Ferreira com oito anos e foi apurando a técnica no meio campo de um conservador 442, onde atacava e defendia. Até que um dia partiu a loiça toda num jogo contra o FC Porto. No ano seguinte, com onze anos, juntava-se aos portistas para fazer os estragos que se conhecem.
Foi a todas as convocatórias da selecção do Porto e, naturalmente, ao torneio Lopes da Silva. Aguarda agora com expectativa a primeira convocatória dos sub-16.
Parece estar a marcar pontos na luta pela titularidade nos juvenis, pois foi integrado nos juniores no Torneio Internacional de Gaia, onde marcou um golo.

O futebol termina aqui, mas podem conhecê-lo melhor com uma visita ao seu fotolog!

José Manuel Barbosa Alves "Coelho"
dn 4-2-1990
1,75 m, 68 kg
destro
Avançado (ponta de lança)

quinta-feira, agosto 25, 2005

Notas da vida portista

E após concluidas tarefas de ordenação, com a publicação de alguns directórios (dos quais destaco o Guia de blogs e sites portistas e o Guia da Caderneta da Bola) regressemos aos posts sobre a actualidade do nosso clube.
  • Inter de Milão, Glasgow Rangers e Artmedia Bratislava são os adversários do FC Porto no grupo H da liga dos campeões. Na aparência, um dos grupos mais acessiveis, onde mesmo o primeiro lugar é possivel. Se os dois primeiros clubes são velhos conhecidos, o mesmo não pode dizer-se do Artmedia, campeã da Eslováquia, uma equipa que se estreou este ano na primeira (!) pré-eliminatória da Champions League com uma derrota por 2-0 frente ao campeão do Cazaquistão. Viria a dar a volta em casa, mesmo depois de sofrer o 2-1 no inicio do prolongamento, com o suplente Stano a cabecear para um mágico 4-1 nos instantes finais da partida. Mas iriam fazer sensação ao derrotar o Celtic de Glasgow por incriveis, mas merecidos, 5-0, com um hat-trick de Juraj Halenár. Na Escócia viriam a perder por 4-0, conseguindo resistir por 8 minutos ao sufoco Escocês que se seguiu ao quarto golo. Por fim, na terceira eliminatória, conseguiram segurar o 0-0 em Bratislava, apesar da pressão do Partizan. Em Belgrado, o guarda redes Juraj Čobej foi o heroi, não só ao segurar 0-0 durante 120 minutos mas também ao defender um penalty, algo que o nosso bem conhecido Ivica Kralj não conseguiu fazer.
  • Co Adriaanse convocou 19 jogadores para a visita à Naval, substituindo os lesionados McCarthy e Raul Meireles por Ricardo Quaresma e Bruno Alves. No onze base, Raul Meireles deve ser substituido por Ibson e McCarthy por Postiga (ou Hugo Almeida, ou até por Lisandro com Quaresma na ala esquerda). A não ser que a convocação de 4 centrais indique uma mudança de táctica...
  • Sobre a saída de Nuno Valente não falo porque não gosto de ser manipulado pela imprensa. Aguardemos.
  • Sobre a saída de McCarthy não falo porque não gosto de ser manipulado pela imprensa. Aguardemos.
  • McCarthy foi convocado para a selecção da Africa do Sul. Também Lucho Gonzalez e Lisandro Lopez integrarão a selecção Argentina.
  • Também o miudo Andersson lá jogará o mundial sub-17 , como se previa.
  • Como discuto mais abaixo, Antero Henrique parece ser o preferido de Pinto da Costa para a sua sucessão. Nada conheço dele, mas sinto good vibrations.
  • Bruno Vale, Pedro Ribeiro, Hugo Almeida, Ivanildo, Paulo Ribeiro e Ricardo Quaresma convocados para os encontros contra Luxemburgo e Rússia, de qualificação para o campeonato da europa de sub-21. O titularissimo Raul Meireles, que recupera de lesão, ficou de fora.
  • Helder Postiga convocado para os mesmos dois encontros, mas da selecção A, juntamente com Nuno Valente.
  • André Pinto, Carlos Santos, João Magalhães e Ricardo Santos convocados pela selecção nacional sub-17, para participação no Torneio Internacional de Inglaterra.

Um guia para a leitura do "Caderneta da bola"

No dia 31 de Maio de 2003 nascia o blog Caderneta da Bola: Historiografia, narrativas e estatisticas de figuras e episodios lendarios da bola, essa arte geometrica. morreu, já renasceu . O ultimo post, de Janeiro de 2005, explica o caracter democrático do chuveirinho. Enquanto se espera pelo regresso numa qualquer manhã de nevoeiro, destina-se este guia a conduzir o neofito por entre os arquivos deste muy nobre exemplo da arte de bem blogar e resgatar de um perigoso esquecimento o melhor blog futebolistico na lingua de Camões. (Por vezes os links aterram ligeiramente acima ou abaixo do que se pretende. Pedimos por isso ao leitor para procurar no texto a entrada respectiva.)

Para começar, nada melhor que a série duelos sanguinários, em três capitulos: Jokanovic vs Latapy , Paulinho Santos vs Bino, Juskowiak vs Fernando Couto "um pontapé como deve ser: joelho na coxa, canela na canela e chuteira a varrer o corpo do adversário por baixo."
Pode seguir-se o Dicionário Português-Futebolês, com apenas quatro entradas: D de Defesa a dois tempos, G de Gesto técnico, B de box-to-box "O Artista Anteriormente Conhecido por Trinco Moderno" e V de visão de jogo.
Depois umas trips down memory lane com Calado, "Judas de Benfica", Fernando Martins e o “kuíca” e a selecção Portuguesa no Skydome Cup, ou "a selecção de 2ª" (Escondida na coluna do lado esquerdo. Vale a pena procurar!) e as lições que dela poderia ter tirado mister Scolari. E uma incursão na actualidade com a queda de Santana.
Aqui chegado, o leitor está já preparado para perceber porque não vingou Carlos Miguel? ou a importância da voz num jogador de futebol. Para resistir à listagem de "novos" Eusébios, e perceber os "Caminhos diferentes de quem lhe foi dado a ver, de si próprio, um baço reflexo em cristal de pedestal alheio. E no futebol, fazer pela vida é partir esse cristal. ". Para observar a queda nas trevas de Tirsense, Salgueiros e Santa Clara (afinal estes salvaram-se!). E por fim para algumas aventuras épicas do treinador-bombeiro também apelidado de salvador, reserva moral e, na maior parte dos casos, "prata da casa".
Os comendadores desportivos, personagens lendárias que gravitam em torno do futebol portugês, também tem direito a momentos de deliciosa prosa: De Gabriel Alves já pouco de original se podia dizer, mas a caderneta impede heroicamente o esquecimento de José Nicolau de Melo e de José Eduardo relatando ainda o delicioso caso de um jogador "muito pouco velocipédico".

Concluidos estes aperitivos, podemos passar aos pratos principais. Os perfis de injustamente esquecidas figuras do futebol nacional, que devem recordar-se, uns por boas, outros por más razões:
  • A santissima trindade Tobaguenha: Latapy, Clint e Lewis.
  • O quarteto Sul-Americano nas Antas: Walter Paz, Roberto Mogrovejo, Ronald Baroni e Alejandro Diaz
  • Joel, o menino da Ria, uma de muitas "next-big-things"
  • Abdelghani, o faraó Egipcio
  • Bontcho Guentchev, que falta faz um 'ov'
  • Karoglan, "avançado móvel, aguerrido, repentino, de técnica rápida e repertório imprevisível. "
  • Mauro Airez, "vagabundo das pampas"
  • Jorge Plácido, "o arquétipo do numero 10, um dos melhores centrocampistas portugueses de todos os tempos."
  • Everton, Sporting 2-0 Maritimo, Jamor, 10 de Junho de 1995
  • Vlado Bozinovsky "Os Misters Preferem os Loiros"
  • Marco Ferreira e Barroso, das distritais ao estrelato
  • Ivo Damas, a essencia do futebol será a irracionalidade?Ou como um hat-trick ao Porto dá sete anos de contrato com o Sporting. A glória tão perto e tão longe.
  • Seo Jung-Won, o tamagotchi
  • Mame Bangane "o portento senegales que aterrorizou a defesa de toda e qualquer equipa que tenha passado pela Reboleira entre 93 e 96" (com 4 golos em 3 épocas...)
  • O homem que colocou o "pastilhas" no mapa. Figo? Não, Mota.
  • William Quevedo, "um distinto chavalier da ala esquerda do Boavistão, o do título, fiel escudeiro de Pacheco e seu futebol de la terreur e um autêntico jacobino nos cruzamentos para a área".
  • "Algures entre as páginas de Leslie Charteris, o navio de Corto Maltese e as profundezas do mundo futebolístico, ei-lo. Jean-Jacques Missé-Missé, 36 anos"
E as sentidas homenagens a grandes clubes das lidas futebolisticas lusitanas.

A série Gil Vicente
  • Jorge Maria "Vital", o guarda redes. introdução, origem, e agora, onde está?
  • O quarteto defensivo e o seu baluarte, Miguel. "... só uma equipa com apurado senso para o catenaccio minhoto como o Gil Vicente é que poderia aproveitar toda a compleição técnico-táctica de um jogador como ele"
  • O meio campo. Vitor Vieira, "verdadeiro extremo salta-pocinhas" e "dos raros futebolistas da nossa terra a animar o mercado de transferências de Dezembro entre clubes que lutam pela manutenção". Cacioli, "Ao jeito de Zidane, e não só pela careca, era em torno de si que a equipa jogava".
  • Os artilheiros, Mangonga "o Zairense decisivo" e Néné Santarém "avançado baixinho de grande compleição técnica".

A série União de Leiria
  • Pedro Miguel, "avançado volante, veloz e volátil." "decisivo, mortal, vagabundo do vale do Lis, o rei do castelo, o Silence4 da bola." (e mais Pedro Miguel)
  • Bertolazzi, "avançado de ascendência italiana, conjuga por isso as duas maiores escolas de futebol do mundo, o calcio com o brasileirão".
  • Bambo, "cedo demonstrou apetência pela miséria na grande e na pequena área."

A série Leça Futebol Clube
  • Capitulo 1: Vladan, Matias e Alfaia.
  • Capitulo 2: Cao, Zé da Rocha e Constantino "era ídolo e retribuía com golos"
  • Capitulo 3: Serifo, um avançado com mais amarelos (29) que golos (21), em 105 jogos pelo Leça!

A série União da Madeira "no fundo, todo o português é um pouco sócio dele"
  • Capitulo 1: Os Portugueses: Nelinho, Germano e Sérgio Lavos
  • Capitulo 2: Jovo, Lepi e Simic - o tridente infernal do ataque madeirense
  • Capitulo 3: Beto e Manú, os ajudantes da armada

A série Desportivo de Chaves
  • Um ou mais capitulos parecem perdidos, pois o arquivo de Agosto de 2003 conduz a um sordido "404 - page not found"
  • Parfait N'Dong, "um garboso defensor" e Denis Putnik, "portentoso defensor"
  • Os laterais Patrick e Vinagre
  • Nikola Milinkovic, "o maior armador de jogo que Trás-os-Montes viu até hoje"
  • Ivan Matic, "um estrateg"ic" sem velocidade, sem chama e sem talento"
  • Toniño, o Comandante da Armada
  • Roberto Matute (Matute 1, Matute 2, Matute 3) "mata no peito"
  • Edinho, "um só bloco de carne, osso, sangue e golo"
E se chegou aqui, terminou esta viagem de iniciação ao mundo da "Caderneta da Bola". Bem vindo ao clube!


Antero Henrique dirige o futebol portista

Foi hoje anunciado que Antero Henrique, até agora director de relações externas, passará a director geral do futebol da FC Porto SAD. À primeira vista parece a oficialização de uma situação "de facto" pois o seu nome surgia já associado a momentos importantes, com particular destaque para as reuniões com Co Adriaanse na Holanda. Tanta quanto sei trata-se de uma posição até agora acomulada por Pinto da Costa, sendo uma passagem ao modelo leonino, gizado por Roquete, em que o presidente delega a gestão do futebol. [se isto estiver errado, digam sff]
Antero Henrique tem 37 anos e trabalha no FC Porto desde os 22. Uma progressão "à moda antiga" subindo todos os degraus: tarefeiro, secretário de redacção e posteriormente coordenador da revista "Dragões". A primeira missão de maior responsabilidade foi a criação e gestão do departamento de imprensa do FC Porto, tornada necessária pelo aparecimento de televisões privadas e jornais desportivos diários. O cargo que exercia anteriormente era de Director das relações externas, mas parece agora claro que já estava há muito a preparar-se para as funções que agora se tornam oficiais. Não obstante o estilo bem mais discreto parece tratar-se de um verdadeiro delfim de Pinto da Costa, tendo por exemplo acompanhado o lider nas audiências do "Apito Dourado". Eugénio Queiroz, jornalista do record e motor do Bola na Área, gosta dele.

quarta-feira, agosto 24, 2005

Uma conversa com Pedro Carneiro

Ainda a pensar no debate sobre futebol jovem, conversei com o internacional sub-17 Pedro Carneiro do Boavista. Aqui fica o ponto de vista dele.

morphy: Na tua opinião, porquê que os grandes craques (Figo, Ronaldo, Quaresma, Paim) aparecem principalmente no Sporting? melhor prospecção? melhor formação? melhor integração nos séniores? (escolhe a principal, na tua opinião)
pedro carneiro: É simples: o Sporting dá-lhes condições que os outros não dão e a mentalidade das pessoas que trabalham com eles é mais evoluida de que nos outros clubes! Lançam os jogadores sem medo que eles errem!
morphy: Mas não será também (principalmente?) porque tem melhores jogadores? Ou seja, melhor prospecção?
pedro carneiro: Não! Melhor trabalho e confiança.
morphy: Repara, a pergunta não diz respeito à quantidade de bons jogadores, um aspecto onde tb boavista, braga e até guimarães tb são muito bons, mas aos craques de nivel mundial.
pedro carneiro: os jogadores aparecem porque sao lançados!
pedro carneiro: Olha uma coisa, o quaresma, o ronaldo, o moutinho, no boavista, nao tinham muito sucesso, pois eles nao apostam! Por exemplo, o Rui Gomes no Sporting, ja estava lançado há muito tempo mas no boavista limita-se a jogar nos juniores

And now the 5 million dolar question:

morphy: Achas que o Vieirinha e o Paulo Machado, no Sporting, poderiam já estar ao nivel do Quaresma e do Moutinho?
pedro carneiro: Tenho a certeza! Para tu veres, o Paulo era o titularissimo na seleçao, e o Moutinho nem falava.
morphy: Podia ser uma questão de evolução diferente...
pedro carneiro: os jogadores evoluem jogando!
morphy: "O melhor treino são os jogos..."
pedro carneiro: Mas os jogos competitivos. Se forem bons, quanto maior for o desafio, mais eles evoluem. O paulo machado a jogar contra juniores já não evoluia.
morphy: OK. Obrigadissimo.
pedro carneiro: de nada!

Debate sobre futebol jovem portista

No forum do fcporto.ws foi feita a pergunta acima e como interessa, e muito, ao nosso tópico resolvi roubar as melhores contribuições. Uma vez não são vezes...

blueandwhite foi o primeiro a responder, com um post muito interessante:
Na equipa B existem alguns valores muito interessantes, dos quais destacaria Bruno Gama, extremo direito ainda junior que já se estreou a titular na equipa principal na época passada, o também junior Hélder Barbosa, também extremo mas esquerdino muito rápido e habilidoso, e destacaria também o central João Pedro apenas junior de primeiro ano que tem um excelente jogo aéreo e é bastante rápido principalmente tendo em conta a sua envergadura e tem bastante intuição para a posição.
Estes três certamente serão grandes jogadores se forem convenientemente acompanhados mas nestas idades nunca se sabe.
Para além deles destacaria o lateral direito João Dias (seria impossivel ele fazer pior que a anedota sonkaya na equipa principal), e os médios Nuno Coelho(mais defensivo) e Marcio Sousa (box to box porque apesar do excelente pé esquerdo joga demasiado longe da baliza para ser um dez).
Para finalizar uma palavra sobre aquele que eu penso ser em potência o jogador com mais futuro ligado ao clube, estou a referir-me a Vieirinha que tem tudo para ser um cristiano ronaldo ou até mesmo mais, só espero que não se esqueçam dele, porque já é um jogador simplesmente fabuloso (se estivesse no sporting seria titularissimo indiscutivel), sinceramente que não percebo porque o nosso clube não aposta nos "seus "jogadores.

Carlos Silva contribuiu chamando a atenção para um problema interessante. O excessivo optimismo quanto às capacidades dos miudos:
Talvez o problema seja mesmo esse: o exagero de nomes, da equipa B, citados como possiveis "reforços" para o plantel senior. E se, dessa lista toda, ficassemos com apenas um ou dois nomes, que tal? Pouquissimos clubes, no Mundo inteiro, conseguem "produzir" mais do que esse numero de jogadores, anualmente. Alias, "produzir" um verdadeiro bom jogador em cada duas epocas, já seria optimo!
De Rio Tinto, mente faz uma muito interessante defesa do empréstimo por oposição à promoção directa. Nada fáceis de refutar, estes argumentos:

No que respeita ao aproveitamento dos jovens, nunca foi hábito ter jogadores das camadas jovens a integrar o plantel principal, sem passarem por um período de empréstimo noutros clubes. Até hoje temos tido bons resultados com esta política - Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Fernando Couto (julgo não estar enganado) - e resultados menos bons quando esta política não é seguida - Ricardo Costa (um vaidosão peneirento), Hélder Postiga - exceptuando no caso do Baía, provavelmente o único caso de sucesso na passagem directa à equipa principal.

E levanta quanto a mim a questão mais interessante do debate:
Mais importante do que saber, se estes jogadores devem ou não ser integrados no plantel principal, sem rodarem noutros clubes, é saber porque é que os Figos, os Moutinhos, os Quaresmas e os Cristianos Ronaldos, vêm todos dos lagartos. Os olheiros deles são melhores? Pagam mais? Isto sim, intriga-me.
LCD man é o primeiro a seguir a deixa:

O Sporting deve ter realmente uma melhor escola e a filosofia deve ir para os jogadores com grande técnica logo em miudos... No entanto, parece que o Porto tem vindo a mudar um bocado a politica... com Vieirinha, Marcio Sousa, Bruno Gama, Hleder Barbosa....Nós parece que só sabemos fabricar Centrais!!!

Logo seguido de nova canelada de Carlos Silva:
Pois. Alias basta ver o que andamos a fazer em relacao ao Quaresma, agora que o temos cá ...
mente acrescenta mais uns pózinhos aos seus argumentos:

Alguma coisa está de facto a mudar. Realmente, parece que só sabíamos fabricar centrais, mas agora não temos nenhum quando faz tanta falta. Já os Vieirinhas, Márcios Sousas, Brunos Gamas ... espero que valham a pena. Tinha grandes esperanças no Postiga, de quem já ouvia falar há muitos anos, e que cada vez mais se revela um fiasco. Mal por mal, prefiro voltar ao fabrico de centrais, que pelo menos eram de qualidade garantida.
Não deixa de ser curioso como do Porto, nasciam grandes defesas centrais - duros e trabalhadores como a cidade - de Lisboa, os fantasistas - aristocratas também como a cidade.

E depois yours truly (Morphy) não resistiu a mandar também a sua colherada:
"Porque é que os Figos, os Moutinhos, os Quaresmas e os Cristianos Ronaldos, vêm todos dos lagartos. Os olheiros deles são melhores?"
Exactamente. Segundo me disseram, "o Sporting tem uma estrutura semi profissional de prospecção, com 30 (!) olheiros remunerados. O Porto tem 5... "
Já são duas fontes que me dão esta informação.
Talvez seja por isso que quando aparece um jovem mesmo talentoso (Futre, Figo, C Ronaldo, Quaresma) o Sporting ou o apanha antes dos outros cheirarem ou avança com mais decisão (paga mais, arranja emprego aos pais, etc).
Ainda assim, temos valores promissores. Aqueles em quem tenho mais fezada:
Emprestados: Bruno Vale, Paulo Machado e Vieirinha
Equipa B: João Pedro, Nuno Coelho e Bruno Gama
Juniores: Rui Pedro, André Monteiro e Daniel Candeias
A fonte que forneceu Vitor Baía, Jorge Costa, Sérgio Conceição e outros parece ter secado. Outra coisa que me disseram foi que o lider da prospecção na SAD há cerca de 6 anos é um lambe botas q não percebe nada do assunto. Talvez as duas coisas não sejam independentes...
Vá lá que o dinheiro das ultimas épocas tem sido investido em alguns dos melhores jovens nacionais (Bruno Gama, Nuno Coelho) caso contrário a distância para o Sporting seria ainda muito maior.
blue and white avança com outra teoria para o relativo (p.ex. comparado com o Sporting) insucesso da formação portista, no que toca a produzir jogadores de top:
A grande questão quanto á falta de jogadores da formaçao a surgir na equipa principal não é a falta de qualidade nem dos jogadores que a compõem nem da formação que recebem nem da estrutura de observação e detecção de talentos.
Quanto muito esta poderia funcionar de forma mais optimizada mas nunca seria essa a razão. Se o fosse como se explicaria que todos o escalões das selecções nacionais tenham a sua base estruturada com os nossos jogadores, que tenhamos mais jogadores seleccionados que qualquer outro clube em todas as categorias(e já não é só guarda-redes e defesas, esse tempo já passou),que varios jogadores sejam cobiçados para ser emprestados a clubes da superliga mal passam a seniores e até mesmo alguns juniores.
Como é que se explica que João Moutinho fosse suplente de Paulo Machado no europeu (nota de morphy: Evolução fulgurante e surpreendente de Moutinho na passagem aos séniores?) e mundial de sub-17 e Manuel Fernandes dividisse o meio campo com Márcio Sousa. (nota de morphy: a pouca envergadura de Márcio torna-lhe a vida muito dificil nos séniores?)
Os olheiros do sporting não são melhores que os do fcp porque se o fossem teriam melhores jogadores que os nossos e muito sinceramente não me parece que tenham.
A verdadeira diferênça está no aproveitamento que é feito dos mesmos, na aposta que é feita neles sem medo de lhes atribuir responsabilidades. E até não me parece que fosse tanto por politica mas sim mais por necessidade (falta de fundos para contratar as vedetas que os adeptos tanto gostam). Uma das principais razões para o sub-aproveitamento das nossas camadas jovens foi a falta de projecto desportivo talvez motivado pelos tiques de novo riquismo que atingiu a direcção da sad(afinal dinheiro a mais tambem faz mal).
É muito mais fácil dar um ou dois milhões por um jogador razoavel para compor o plantel que consolidar um projecto de formação e a culpa também é dos adeptos que ficam sempre muito entusiasmados com qualquer jogador que lhes é atirado chame-se ele diego,sonkaya ou sokota,etc. É mais fácil dar um milhão pelo Alan (que eu considero um belissimo jogador) que apostar em Vieirinha apesar de este poder vir a ser muito melhor e o mesmo vale para Paulo Machado / Sandro, Pepe / Pedro Ribeiro (nota: ou Tonel) e por aí fora.
No fundo falta visão de perspectiva a quem dirige,e por aqui me fico que isto já vai longo não que não me apetece-se dizer mais porque há mais para dizer.
Como primeira tentativa de sintese, aqui fica o meu post final. Espero poder enriquece-lo com os vossos comentários!
Está interessantissimo este thread, que talvez deve-se chamar-se "Porque razão consegue o Sporting produzir mais craques do que nós?". Aqui ficam os meus cinco tostões.
A teoria de que tudo se deve unicamente a não apostarmos com suficiente decisão nos melhores jovens, como me parece que defende blueandwhite não é, na minha opinião, sólida.
A nossa prospecção é claramente inferior à do Sporting. Figo e Ronaldo, sairam de lá não por acaso. E entrevistas no meu blog http://esperancaportista.blogspot.com confirmam que muitos dos melhores jogadores que militam nas nossas camadas jovens (Candeias, André Monteiro, etc) foram contactados primeiro pelo Sporting, tendo o Porto ganho a corrida oferecendo melhores condições.
Acreditam mesmo que se Mourinho tivesse Ronaldo e Quaresma nas equipas jovens não tinha apostado neles? Eu não.
O caso Moutinho (que o FC Porto tb tentou contratar nos juvenis) é diferente, pois surpreendeu o proprio Sporting (se não fosse a zanga de Couceiro com Tinga, se calhar só agora estava a aparecer).
A formação propriamente dita parece-me excelente, em ambos os clubes (e já agora tambem no Boavista, Braga e Guimarães) .
A integração nos séniores é outro ponto onde o Sporting parece levar grande vantagem, mesmo trabalhando em condições mais dificeis (sem equipa B). Antes de fazer o blog, eu proprio defendi teses muito semelhantes à de blue and white e não há duvida que a ocupação de vagas no plantel principal por jogadores medianos como Leo Lima ou Sandro em nada ajuda à afirmação dos miudos. Mas será isso razão suficiente para tanta diferença de pordução em relação aos rivais de alvalade? Como muito bem apontou mente, exigir que os jogadores mostrem garra em empréstimos teve muito bons resultados no passado. Porque não tem hoje?
Ainda assim, talvez Tonel e Manuel José venham a mostrar que a teoria de blueandwhite não está assim tão errada. Aguardemos.

Cotação "caseira" dos Brasileiros do FC Porto

Fomos perguntar a Fábio Pinto, torcedor do São Paulo e autor do blog boleiro, qual a cotação dos nossos Brasileiros "em casa". Aqui ficam as respostas:
  • Pepe e o Alan não os conheço, saíram muito cedo do Brasil e por isso não há informações sobre esses dois jogadores. Na verdade esta acontecendo muito isso, jovens valores saindo do país ainda em fase de profissionalização, mas é o futebol.
  • Ibson foi uma bela aquisição do Porto, um jogador que quando atuava pelo Flamengo dava muito trabalho aos seus marcadores. Ele joga ofensivamente e tem um passe muito bom. Aqui no Brasil muitos clubes o disputavam e ele é muito bem visto aqui.
  • O Leandro é um jogador que é visto aqui como um defesa-esquerda comum, bom, mas nada de espetacular. Foi convocado algumas vezes para a seleção Brasileira, é rápido, cruza bem, mas não cobre muito bem a lateral. Quando atuava pelo Cruzeiro, na maioria das vezes os gols que o Cruzeiro tomava saíam nas costas dele. Apesar desses problemas é um bom jogador.
  • Do Paulo Assunção a torcida do Palmeiras não pode nem ouvir falar, ele esteve mal, muito lento e o passe era o maior defeito dele. Não era bem visto aqui, mas pode ser que tenha melhorado indo para o Porto.
  • O Diego dispensa comentários, um jogador com uma habilidade incrível, quando jogava com o Robinho, a defesa adversária ficava toda temerosa, um jogador com uma técnica apurada, vai para cima da defesa sem medo, uma visão de jogo incrível, enfim um meia que aqui no Brasil todos admiram e sonham em ter nos seus clubes, uma grande revelação do futebol Brasileiro.
  • Leandro Bonfim quando despontou no Vitória da Bahia, era um meia de muita habilidade, gostaria de saber se ele estava jogando bem aí, e perguntar o por que do Luis Fabiano não ter dado certo, ele é um baita atacante, o que pode ter acontecido? Ele é muito admirado por todos aqui, principalmente pelos São Paulinos.
  • O meia Carlos Alberto, que veio para o Corinthias era muito encrenqueiro ai? Pois aqui está dando um trabalho danado no Corinthians.

Sites e blogs sobre a cidade do Porto

terça-feira, agosto 23, 2005

Blogs sobre futebol

Comecemos por listar o TOP 10 do ranking nacional de maior confiança, o blogómetro: 1. 3anel 2. megafone 3. livre-indirecto 4. 4-4-2 5. Bola na rede 6. Esperança Portista 7. Sou portista com muito orgulho 8. Futebol de Ataque 9. Rio Ave futebol clube 10. Bola na Área
O critério escolhido foi o do numero de visitas, mas poderia ter-se também usado o numero de páginas lidas, um critério que até favorecia yours truly (o esperança portista ficaria em terceiro!).

O meu top pessoal é naturalmente diferente. Aqui fica, com algumas notas explicativas.
  1. Caderneta da Bola Morto ou em hibernação prolongada e no entanto, the best. A leitura atenta dos arquivos devia fazer parte da iniciação de qualquer blogger que se preze.
  2. Curva Já está na lista dos blogs portistas, mas repito aqui. Tal como a Caderneta, poderia passar a livro quase sem edição.
  3. 4-4-2 Agrada-me, porque além da opinião sempre interessante de master kodro, inclui por vezes alguns artigos com muita investigação, como o destino de campeões nacionais jovens de há alguns anos atrás, ou a estoril-connection.
  4. 3º anel Acho que perdeu algo nas ultimas mudanças de plantel, mas continua a ser um caso à parte de blog que concorre com os jornais desportivos e não com os outros blogs.
  5. Bola na área O Eugénio Queiroz anda nisto há muitos anos e volta e meia levanta o véu sobre uma das muitas estórias que conhece. Imperdivel.
  6. Quarto árbitro Muito deste conteudo surge também no terceiro anel, mas mesmo assim aqui fica, o blog de André Viana, um dos bloggers que melhor escreve sobre desporto.
  7. Sector B32 Agradável, diversificado, leitura regular.
  8. Rio Ave FC É raro ler, mas trata-se de um excelente blog e de um exemplo a sequir por quem queira fazer um blog de um clube pequeno.
  9. E porque também é preciso estar atento ao inimigo, lá se tem que ler o Bola na Rede e o dissidente BnRb.
  10. E Porque gosto deste pequeno clube, aqui fica para terminar o blog do Infesta FC.

Sites sobre futebol jovem

Com o plano de ser actualizada com regularidade, aqui fica uma lista de recursos sobre jovens jogadores portugueses. Se conhece recursos que não estão aqui, por favor coloque-os nos comentários.

FC Porto: Blogs e sites portistas

Esta é a minha lista de blogs e outros sites portistas, por ordem muito subjectiva de preferencia. A intenção é actualizar e constituir assim um mini portal de blogs e sites portistas. Se consideram que faltam aqui blogs ou sites essenciais, por favor coloquem o link nos comentários.

Blogs - Top 5
  • Curva Como diria Seinfeld, "It's the best". À primeira vista parece apenas mais um blog de opinião, e é, mas esta é melhor. E está na rede desde 14 de Fevereiro de 2002, o que significa que acompanhou toda a ascensão do FC Porto de Mourinho. Os arquivos são uma verdadeira viagem no tempo e do melhor material portista original que se pode encontrar na rede.
  • Pobo do Norte Um blog de referência, actualizado com muita regularidade e sempre com uma opinião original sobre os temas quentes da realidade portista. Também muito atento aos adversários, sendo uma fonte inesgotável de boas bocas para as conversas de café.
  • óculos azuis e brancos Uma voz portista insatisfeita com a situação. O ponto forte do blog são as análises às finanças do clube e à politica (haverá?) de contratações do clube.
  • Paixão FC Os posts são irregulares no tempo e não é possivel "agregar" (não tem feed RSS) mas vale a pena ir lá. É que este homem é um adepto portista mas já escreveu dois bons livros sobre futebol e treina uma equipa de jovens. No meio de treinadores de bancada (como eu e quase todos os que escrevem na imprensa desportiva), uma opinião de alguem que realmente percebe de futebol não se pode perder.
  • magia on tour Fotos e filmes do nosso clube. Nesse particular "It's the best!"
Blogs - menções honrosas
Blogs - wish-list

Esta é uma lista de blogs que não existem, mas que gostaria que existissem.
  • "Dragões miticos": Um blog de arqueologia futebolistica, com perfis de mitos portistas de outras eras.
  • "As tácticas do FC Porto": Um blog que analisa os jogadores mais utilizados e respectiva táctica no FC Porto ao longo dos anos. Os de sucesso e também os de fracasso. Qual a origem dos sucessos e dos fracassos?
Sites
  • fcporto.pt O site oficial. A cobertura da equipa B e das camadas jovens é tão fraca que tive que fazer este blog, para compensar. Para quando planteis actualizados e fichas de jogo das equipas secundárias?
  • fcporto.ws O melhor site. Noticias, fotos, filmes e um fórum muito activo. Imperdivel.
  • fcpnet.net Datado, mas o arquivo de noticias, que começa em 2001 é um recurso muito util.
  • Também datada está a rede MSN, mas há material interessante nos seguintes dois grupos: F-C-Porto (MSN) e Super FCP (MSN).

segunda-feira, agosto 22, 2005

FC Porto 1-0 Estrela da Amadora

A estreia do Dragão no campeonato nacional foi uma meia desilusão, em particular os primeiros 45 minutos, onde a insegurança "para cá da ponte" voltou a manifestar-se. Pouca velocidade, muitos passes errados e apenas duas oportunidades. Manifestamente pouco contra um Estrela muito jovem e ainda timido. A segunda parte foi melhor, com a pressão portista a resultar em golo, num lance em que Lisandro coloca a bola na barra e Ricardo Costa, oportuno, marca golo. No que restou do jogo, o FC Porto esteve bem mais perto de marcar o segundo do que de sofrer o empate, mas mesmo assim deu por vezes a ideia de alguma ansiedade. Destaques pela positiva foram Raul Meireles, Lucho, Lisandro e Jorginho. O Estrela testou o mais que pôde César Peixoto, e este passou por dificuldades, mas compensou as falhas na defesa com boas investidas no ataque e com a qualidade do seu pé esquerdo nos lances de bola parada. Nota 12, como diria o professor Marcelo. Excelente exibição de Bruno Vale, na baliza do Estrela, o grande responsável pelo magro resultado. À pressão de um jogo grande e da sua importancia na luta pela titularidade, juntava-se o peso de jogar contra a casa mãe, com as suspeitas que um erro acarretaria. A resposta de Bruno foi a melhor possivel. Temos homem!

Cantinho do hooligan: O meu ódio aos que acusaram Bruno Vale, ainda antes do jogo, de vir facilitar a vida ao Porto só é superado pelo ódio aos que continuam a insistir nessa ideia, sem que nada no jogo o justifique.

GR Vitor Baía
DLD Fatih Sonkaya
DC Pedro Emanuel (c), Ricardo Costa
DLE César Peixoto
M Raul Meireles, Lucho Gonzalez
MO "10" Diego
MAD Jorginho
MAE Lisandro Lopez
PL Helder Postiga

sub-17: FC Porto 2-0 Candal

A equipa juvenil portista continuou a sua preparação, batendo uma formação junior do Candal, que é também como que uma equipa B do Boavista. As equipas entraram nervosas e pouco objectivas, mas o FC Porto foi sempre a equipa mais esclarecida, criando várias oportunidades de golo desde o inicio do jogo, acabando por inaugurar o marcador por Coelho, ainda na primeira parte. No final deste periodo os portistas pareceram quebrar fisicamente e a formação do Candal, mais experiente, aproveitou a maior capacidade fisica e equilibrou o jogo. A segunda parte mostrou o melhor FC Porto, com um melhor posicionamento e boa posse de bola, o que resultou em nva vaga de oportunidades, com "Pontinha" a concretizar uma delas. Na ponta final, nova quebra fisica permitiu ao Candal terminar "em cima" dos azuis e brancos, criando inclusivé oportunidades de golo. O resultado é justo mas poderia ter sido mais dilatado, até porque foram anulados dois golos aos portistas. De notar que a equipa portista estava desfalcada dos jogadores convocados para o Mundialito sub-17 (Pereira, Michael Pereira e Ricardo Pereira) e para a selecção nacional sub-17 (Carlos Santos, António Graça, João Magalhães, Valter Fernandes, Ricardo Santos, Nuno Freitas e Hugo Silva).

GR Rui Alves (Roberto)
DLD Carlitos
DC Mauro, André Pinto
DLE Elisio (Renan Almeida)
M Fabio Miguel, Jonathan, Ricardo Pereira (Marco "Açores"), Renan Almeida (Fernando)
AV Coelho (Mohamed), Marcos (Marco "Pontinha")

Espinho 0-0 FC Porto B (2-4 gp)

A equipa B portista foi a casa do Espinho buscar um troféu, num jogo onde os ataques estiveram pouco inspirados. Os quatro penaltys foram convertidos por João Dias, Jorge Lopes, Marco Paixão e Espinho.

GR André Queirós
LE Jorge Lopes (c)
DC João Pedro, Vitor Alves
LD João Dias
M Nuno Coelho, André Leão (Espinho), Bruno Gama
MAE Helder Barbosa (Flávio Paixão)
MAD Zéquinha
PL Gonzalo Marronkle (Marco Paixão)

CD Fátima 1-0 FC Porto B

O CD Fátima, equipa que no ano passado chegou a liderar a IIB zona centro, bateu a equipa B portista por 1-0 na inauguração do respectivo estádio.

GR Hugo Marques
DLD João Dias
DLE Jorge Lopes
DC Vítor Alves, João Pedro (Nuno André)
M Nuno Coelho (Duarte), André Leão (Espinho), Bruno Gama (Márcio Sousa)
MAE Helder Barbosa (Flávio Paixão)
MAD Zéquinha (Tiago Borges)
PL Marco Paixão (Cleberson)
A tarde era de festa, o estádio estava completamente cheio - com mais de mil e quinhentos espectadores - e portanto era digno de um espectáculo mais rico, no que respeita ao futebol praticado, como é evidente.
Uma primeira parte onde se notou já um bom trabalho da equipa do Porto, mas sem argumentos para contrariar o melhor escalonamento e determinação da equipa da casa.
A primeira oportunidade pertenceu aos visitantes no decorrer do minuto oito, mas os avançados portistas não foram capazes de concretizar. Com o decorrer dos minutos o Fátima foi tomando conta do jogo e acabou por carimbar o primeiro - e único - golo da partida estavam jogados 35 minutos. Resultado de uma boa jogada da dianteira fatimense que envolveu Morgado e Pedro Regueira, com este a fazer uma bonita execução.
Já no declinar da primeira parte, o Porto voltou a desaproveitar outra excelente oportunidade, mas também com mérito para a defesa fatimense.
A etapa complementar foi mais movimentada, com as alterações feitas por Aloísio e Paulo Torres a darem os seus frutos, dado que as oportunidades foram em maior número, sobretudo para a equipa nortenha.
Com a equipa portista a jogar no meio campo fatimense e a desbobinar o seu futebol essencialmente pelos flancos, mas pecando na finalização. Com três oportunidades flagrantes de golo, o F.C. do Porto não conseguiu concretizar nenhuma, apesar do notório "massacre" que exerceu sobre a equipa fatimense.
Neste desafio a equipa do Desportivo de Fátima evidenciou um jogo mais esclarecido, contrapondo ao maior fulgor da equipa portista, não havendo jogadores em destaque, dado que qualquer dos conjuntos privilegiou o colectivo.

Aloísio confrontado com a exibição e o resultado obtido, frisou que "a equipa está ainda em construção, mas acabei por gostar do trabalho produzido e até poderíamos ter ganho o desafio". Desporto Leiria

sub-19: FC Porto quarto no Mundialito sub-17

Depois de um começo espectacular, o FC Porto acabou por sucumbir ao cansaço dos jogos em dias consecutivos e não resistiu ao poderio fisico e velocidade da selecção da Republica Popular da China, que venceu por 2-0. O cansaço voltou a manifestar-se no jogo seguinte, com a equipa a não segurar um avanço de dois golos e a permitir a vitória dos Mexicanos Pumas UNAM, no desempate por grandes penalidades. O FC Porto conclui assim o mundialito sub-17 "IV centenario de Don Quijote de La Mancha" no quarto lugar.

GR Hugo Ventura
LD Tiago Moreira
DC André Santos, Morais
LE Pereira
M Fábio, Castro, Miguel Ângelo, Rui Pedro
AV André Monteiro, Marcelo Santiago
Outros convocados: Daniel, Hugo Monteiro, Victor Hugo, Michel Pereira, Diogo Costa, Roberto

Contra os Pumas UNAM a equipa entrou bem, com André Monteiro e Rui Pedro a marcar. Porém, o cansaço foi-se apoderando da equipa e nem as substituições inverteram a recuperação dos Mexicanos, que viriam a empatar a partida, conquistando o terceiro lugar na marcação de grandes penalidades.

GR Hugo Ventura
LD Hugo Monteiro
DC André Santos, Morais
LE Pereira (Tiago Moreira)
M Fábio (Victor Hugo) , Castro (Michael Pereira), Miguel Ângelo, Rui Pedro
AV André Monteiro, Roberto (Marcelo Santiago)

Partidas na fase de qualificação do Mundialito:

FC Porto 2-1 Real Madrid
FC Porto 3-0 Corinthians
FC Porto 4-3 Tokyo FC

quinta-feira, agosto 18, 2005

Esperança Portista comemora um ano

O blog comemora hoje o seu primeiro aniversário.
Um ano em permanente evolução, como o comprovam o constante aumento no numero de visitantes e no numero de páginas vistas. Também o juiz da relevância dos sites web, google de seu nome, reconhece a qualidade do blog, colocando-o nos primeiros lugares na busca de "FC Porto B", "jovens FC Porto" ou mesmo "portista". Finalmente, o top nacional mais fiável, o blogómetro, coloca-nos no 54º lugar entre os blogs mais lidos e no 29º lugar no que toca a mais páginas lidas.
No inicio, o blog era apenas um bloco de notas onde recolhia as poucas, irregulares e frequentemente incorrectas informações que iam surgindo nos jornais. O destaque de um miudo dos juvenis, Daniel Candeias, levou-me a vasculhar a web conseguindo informação suficiente para um bom perfil. Mas na foto que encontrei, estava ele e um outro colega. Qual deles era Candeias? Coloquei a questão no blog e, num golpe de sorte, foi o pai do próprio atleta a responder. Daí até estar a entrevistar o jogador no messenger foi uma pressinha. Pedi-lhe outros contactos, iniciando o processo que me permitiu entrevistar muitos outros jogadores.
Hoje o blog é a unica fonte entre todos os media a fornecer informações actualizadas sobre as equipas secundárias do FC Porto algo que, por um motivo que me escapa, nem o site oficial do clube faz.

O esforço necessário para levar a cabo uma empreitada como esta é considerável e para agravar é muitas vezes dificil para mim parar de procurar informação, acabando assim por prejudicar a minha vida profissional. Por esse motivo, pode um destes dias acontecer que pare de escrever. Se isso acontecer, peço aos leitores que não pensem que foi por falta de apoio e aos coautores (drago, flampard, xtewinha) para manterem a chama acesa, mesmo que com menos intensidade.

Um abraço a todos!

Mundialito sub-17: FC Porto 4-3 Tokyo FC

Com o acesso às meias finais já assegurado, os jovens portistas não quiseram contudo dar facilidades e venceram os japoneses do FC Tokyo por 4-3, com golos de Roberto, Monteiro, Castro e Michael Pereira. Na meia final, que se disputa amanhã (19 de Agosto) irão defrontar o melhor segundo classificado: a selecção da Republica Popular da China. Os Chineses perderam com a forte equipa Mexicana Pumas UNAM, mas passaram por ter o melhor goal-average entre os segundos, depois de derrotar a Juventus e o Albacete. Na outra meia final jogarão Pumas e Boca Juniors. De notar que o Barcelona, que recentemente venceu a prestigiada Milk Cup, acabou por ser eliminado após ficar em ultimo lugar (!) no respectivo grupo.

GR Hugo Ventura
DD Tiago Moreira
DC Morais, André Santos
DE Hugo Monteiro
M (defensivo) Fábio
M (interiores) Michael Pereira, Castro
M (ofensivo Rui Pedro
AV Monteiro, Roberto

Resultados da terceira jornada e classificação dos grupos.
Os olheiros estão atentos (marca.com)

Portugal 2-0 Egipto

A selecção Portuguesa venceu o egipto, com Helder Postiga a jogar os 90 minutos e a marcar o segundo golo e com Ricardo Quaresma a entrar muito bem na segunda parte e a contribuir com as suas arrancadas para a demolição da selecção Egipcia, que resistira durante todo o primeiro tempo.

GR Quim
DLD Alex
DC Ricardo Carvalho, Jorge Andrade (Fernando Meira, 45)
DLE Paulo Ferreira (Caneira, 45)
M Petit (Moutinho, 45), Hugo Viana (João Alves, 62), Tiago, Luis Figo (Boa Morte, 62)
AV Helder Postiga, Pauleta (Ricardo Quaresma, 45)

Na selecção Argentina, Lucho Gonzalez e Lisandro Lopez foram titulares e estão convocados para o embate (de qualificação) contra o Paraguai. McCarthy também jogou pela Africa do Sul.

quarta-feira, agosto 17, 2005

Opiniões e curiosidades

Este blog é essencialmente de noticias das camadas jovens e entrevistas com os respectivos jogadores, mas por vezes também coloco uma posta de pescada, ou algo que me chamou a atenção...

Em jeito de comemoração pelo primeiro aniversário do blog, aqui fica uma lista incompleta.

Uma lista de fontes de informação.
Dicas sobre a forma de divulgar o seu blog.
Um dos artigos de que mais me orgulho, com uma análise ao fundo de jogadores que não encontram em mais nenhum sitio.
Recordando os golos do Porto na Quadrante Norte!
Um primeiro balanço do blog, ao fim de dois meses e meio.
Um desabafo sobre a lista de inscritos na taça intercontinental.
Eu não aprovei a contratação de Leandro.
Eu não aprovei a contratação de Leo Lima.
Uma boca foleira sobre Leandro do Bomfim.
Eu aprovei a contratação de Ibson.
E coloquei reticências à de Leandro Bomfim.
A culpa do 0-5 foi de Couceiro.
Uma primeira análise ao plantel para 05/06.
Coloquei reticencias a Lisandro Lopez. Que bom é estar enganado de vez em quando!
No mesmo post, aprovei Adriaanse. Até ver, o meu faro não me enganou!
Coloquei reticências a Sokota. Era bom tambem estar enganado, mas até ver...
Este post diz tudo sobre o que acho de Pinto da Costa na Holanda durante a ultima semana do campeonato.
Denunciei uma das habituais noticias da treta sobre jogadores jovens. Incrivel como tantos jornais lhes pegam....
Como chegou o Benfica à conclsão que tem 14 milhões de adeptos?
Os pareceres de Daniel Gaspar sobre os melhores GR Portugueses.
Aprovei, com algumas reticencias, Alan.
Aprovei Helton e Jorginho!
A minha opinião sobre as dispensas de Adriaanse.
Uma história sobre as frustrações dos olheiros.

sub-21: Portugal 0-1 Hungria

A selecção sub-21 fez um jogo muito pobre contra a Hungria, acabando por perder por 1-0. Jogaram Paulo Ribeiro, Raul Meireles, Ivanildo e Hugo Almeida do plantel principal do FC Porto e ainda Bruno Vale e Pedro Ribeiro, emprestados ao Estrela da Amadora e ao Marco, respectivamente.

GR Bruno Vale (Paulo Ribeiro, 45’)
DLD João Pereira (Miguel Garcia, 45’)
DC Pedro Ribeiro (José Castro, 45’), Semedo
DLE Valdir
M Raul Meireles (Nuno Morais, 45’), Manuel Fernandes (Vítor Rodrigues, 76’), Filipe Oliveira (Davide, 45’) e Diogo Valente (Ivanildo,45’)
AV Paulo Sérgio (Varela, 45’) e Hugo Almeida

Avaliações O Jogo

4 Bruno Vale: Teve uma noite infeliz, mostrando muita insegurança a jogar com os pés.
4 Pedro Ribeiro: Esteve bem a defender até aos 40', quando deixou passar uma bola que poderia ter resultado no golo da Hungria.
5 Raul Meireles: Não fez uma exibição de encher o olho, mas deu confiança ao meio-campo.
5 Hugo Almeida: Rematou várias vezes à baliza, mas a bola teimou em não entrar.
5 Paulo Ribeiro: Entrou bem melhor que Bruno Vale, pelo que não merecia ter sofrido o golo. Mostrou-se seguro na baliza, efectuando duas boas defesas.
6 Ivanildo: Deu continuidade à exibição de Diogo Valente, imprimindo velocidade no jogo. Aos 64', merecia que a bola tivesse entrado na baliza de Kovács.