sexta-feira, dezembro 31, 2004

O "Esperança Portista" deseja...

.... excelente entrada em 2005, para todos!

quinta-feira, dezembro 30, 2004

FC Porto segue 2 jovens do SC Freamunde

André é um médio de 18 anos, titular do SC Freamunde (milita na IIB zona norte) desde o início da época. As exibições deste jovem (que confessa-se portista) não só despertaram o interesse do FC Porto, mas também, de outros clubes nacionais (Sporting CP, SC Braga e Moreirense FC) e estrangeiros (clubes ingleses e o PSV da Holanda, clube que o observou na última jornada).
Antunes é um defesa esquerdo de 17 anos que agarrou a titularidade no SC Freamunde nas últimas 3 jornadas. Recentemente, foi chamado à seleção nacional Sub-18. Para além do FC Porto, também estão interessados neste jogador o Boavista FC, SC Braga e o SL Benfica.
O presidente do SC Freamunde declara-se disponível para negociar a transferência dos atletas.

FC Porto: Breves

quarta-feira, dezembro 29, 2004

Thiago assina pelo FC Porto

A Rádio Renascença noticiou hoje que o defesa central Thiago (ex. Juventude) assinou um contracto com o FC Porto por 5 anos (não há detalhes do valor da transferência). Ainda recente, este defesa central que evolui na equipa B, foi dado com um "pé fora do clube", uma vez que não, teria mostrado qualidade suficiente para um investimento avultado por parte do FC Porto. Chegou-se a comentar a hipótese do FC Porto tentar prolongar o empréstimo até ao final da época, para que o jovem tivesse mais hipóteses de mostrar o seu valor. É, assim, com alguma surpresa que hoje se confirma esta transferência.
Entrevistado pela Rádio Renascença, Thiago afirma que agora irá tentar procurar o seu espaço na equipa principal do FC Porto. Tarefa nada fácil para este brasileiro, mas o primeiro passo já está dado.

Reajustes no FC Porto B

O extremo esquerdo Ricardo Costa, do FC Porto B, irá representar o Tourizense atá ao final da época. Um desfecho previsivel, pois o internacional sub-20 tinha jogado apenas vinte minutos na presente temporada.
O médio Rodrigo Ângelo, tambem pouco utilizado, segue o mesmo caminho. Uma excelente oportunidade para estes jovens, que assim ingressam num clube bem organizado e que luta pela subida na IIB, zona centro. Poderão haver mais novidades, pois existe interesse em jovens portistas de várias equipas, desde a superliga até à IIB.

terça-feira, dezembro 28, 2004

FC Porto B: Balanço (12/04)

Aproveitando a pausa Natalicia, vamos fazer um balanço das primeiras dezoito jornadas do FC Porto B. Do ponto de vista competitivo, a actuação é apenas razoável, com a equipa a contabilizar nove vitórias, três empates e seis derrotas nas primeiras dezoito jornadas da competição, o que a coloca na quinta posição, a treze pontos do lider Vizela mas a apenas cinco do segundo classificado, o Freamunde. A merecer destaque a vitória na deslocação ao Vietnam para a Agribank Cup, assim como as boas prestações em jogos treino contra o Rio Ave e contra a equipa A.

A equipa é treinada por Domingos Paciência, goleador formado no clube que se inicia como treinador principal depois de no ano anterior ter sido adjunto de Ilidio Vale. Este mantem-se como coordenador de todo o futebol jovem. Os objectivos da equipa B parecem ser multiplos, incluindo:
  1. Completar a formação dos melhores atletas juniores, proporcionando uma boa introdução ao futebol sénior e a eventual chamada à equipa principal.
  2. Permitir a rodagem de atletas sem espaço no plantel principal.
  3. Ser competitiva na II B, pois uma "mistica vencedora" é parte importante de um clube como o FC Porto. Neste contexto, a possiblidade de subida à II liga (um campeonato muito mais aliciante) é um anseio antigo dos responsáveis, sucessivamente adiado pelas estruturas federativas. Este atraso conduz a que todos os anos o clube ameace extinguir a equipa B, como já fez o Sporting.
A equipa reproduz o sistema de jogo e esquemas tácticos da equipa principal, adaptando-os aos jogadores da B. Apresenta-se os jogadores mais utilizados num esquema 442:

GR Bruno Vale (Rui Sacramento)
DE Jorge Lopes (Rubens Junior, Diogo)
DC Pedro Ribeiro
DC Sandro (Thiago)
DD Pedro Silva
MC Paulo Machado, Akos Buzsaky (Thiago, Pedro Nuno)
MO Bruno Gama (Akos Buzsaky) , Vieirinha (Márcio Sousa)
AV Cristovão, Ivanildo (Tiago André)

Os indiscutiveis do onze são o defesa central Pedro Ribeiro, o "pulmão" Paulo Machado, o médio criativo Akos Buzsaky e Cristovão, um garante de luta no ataque. Ivanildo parece ser o grande desiquilibrador, mas uma lesão fê-lo falhar alguns jogos. Bruno Gama e Vieirinha jogam quase sempre, mas raramente o fazem durante os noventa minutos. Thiago, que joga umas vezes a central e outras a trinco, e Akos, que joga mais atrás ou mais à frente conforme os jogos, surgem em duas posições. Quando se reiniciar a época, um forte reforço fará a sua estreia, Nuno Coelho, enquanto que Thiago parece estar de saída. E mantem-se a expectativa perante o regresso de Vilas-Boas, que no entanto não terá vida fácil, perante a forte concorrência, quer a defesa central quer a trinco. Por outro lado, poderão ocorrer empréstimos, pois muitos destes jovens tem mercado em clubes da I e II ligas.

Bruno Vale, guarda redes, (08-04-1983)

bruno_vale
Originally uploaded by morphy.
É o terceiro guarda-redes da equipa principal, com a qual treina e para a qual já foi convocado por cinco vezes. Quando não é convocado, joga pela equipa B, o que já aconteceu em onze ocasiões. Junta a estes dois "cargos" a titularidade na selecção sub-21. Perfil de Bruno Vale.

Rui Miguel Ferreira Neto Sacramento, guarda-redes, (31-01-1985)

rui_sacramento
Originally uploaded by morphy.
Iniciou a época a titular e com prespectivas de ser o terceiro guarda-redes, pois equacionava-se o empréstimo de Bruno Vale. Mas a permanência deste ultimo colocou-o no banco de suplentes da equipa B, do qual só saiu quando um erro administrativo o colocou no banco da equipa principal nos jogos contra o CSKA e Chelsea, da Liga dos Campeões. Perfil de Rui Sacramento.


Vasco António Pereira Viana, guarda redes, (20-04-1985)
Um jovem sólido, que com 18 anos jogava na II liga, pelo Felgueiras e que o ano passado chegou a sentar-se no banco da equipa principal, mas que está tapado pelos dois internacionais jovens. Jogou apenas uma vez até ao momento. Se Vale for emprestado, poderá voltar a ter oportunidades.

Pedro Manuel Mendes Ribeiro, defesa central, (21-01-1983)

pedro_ribeiro
Originally uploaded by morphy.
Jovem mas já experiente, é o unico indiscutivel na dupla de centrais do FC Porto B e tem sido titular nos sub-21, não obstante a presença de Amoreirinha. Falado com alguma frequência para clubes da I e II ligas, poderá sair para rodar, se surgir uma boa proposta. Perfil de Pedro Ribeiro.

Sandro Fernando Silva Cunha, Defesa central (05-12-1982)

sandro_fcpb
Originally uploaded by morphy.
Transferido do Fafe, outra equipa da IIB, começou a época atrás de Joel na luta pela titularidade e a chegada de Thiago parecia tapá-lo em definitivo. Surpreendentemente, conseguiu fugir a tal destino e jogou 90 minutos em cada um dos ultimos oito jogos, tendo tambem sido incluido em treinos da equipa principal! Uma das surpresas da época.

Joel Kiki Ngako Nyobu, Defesa central (03-12-1985)
Apresentado discretamente durante o verão como uma promessa vinda de um desconhecido clube Francês, foi na realidade comprado ao Toulouse, por 1.7 milhões de euros. Dotado de um impressionante porte fisico, é acusado por alguns de excessiva lentidão. Começou a época a titular, se bem que por vezes na lateral direita, mas nos ultimos treze jogos jogou apenas uma vez. Uma das desilusões, atá ao momento.

André Filipe Monteiro Vilas Boas , Defesa central / Médio Defensivo (04-01-1983)
Este internacional jovem foi um dos B's escolhido por Mourinho para treinar regularmente com a equipa principal, tendo-se mesmo sagrado campeão nacional. Recupera de lesão grave, com cirurgia, e ainda não jogou. O FC Porto renovou o empréstimo com o Rio Ave e decidirá no final da época se exerce o direito de opção. Esperamos que recupere a tempo de voltar a mostrar os dotes que levaram Mourinho a apostar nele.

Thiago Emiliano da silva, defesa central, (22-09-1984)
Titular no Juventude, equipa sensação no Brasileirão, veio para a equipa Portista no final do periodo de inscrições. Estreou-se na Agribank, onde deu boas indicações e marcou um golo. Depois, manteve a titularidade, umas vezes como defesa central, outras como trinco. Soube-se em Dezembro que veio por empréstimo e que o seu passe custa 2,5 milhões de euros (e não cinco, como tinha sido noticiado). O clube decidiu não pagar este valor, procurando prolongar o empréstimo atá ao final da época e só então tomar uma decisão. Caso tal não seja possivel, termina assim a aventura deste jovem nos campeões europeus, não se tendo confirmado que fosse central para a equipa A.

Pedro Miguel Gouveia Silva , Defesa lateral-direito (10-10-1984)
Cedido pelo Estrela da Amadora, depois de dispensado pelo treinador. De forma algo surpreendente, ganhou a titularidade durante a Agribank Cup, e apenas falhou três jogos desde essa altura, contando com onze jogos como titular.

Vítor Manuel Fernandes Alves, Defesa lateral-direito (11-04-1985)
Perdeu a luta pela titularidade na faixa lateral-direita da defesa para Pedro Silva, e foi titular apenas cinco vezes. Soma apenas mais duas utilizações na IIB e outras tantas na Agribank. Vida dificil para este internacional sub-18, promovido dos juniores este ano. Foi a um dos estágios com a selecção sub-20.

Jorge Mário Alves Lopes , Defesa lateral-esquerdo (03-01-1985)
Foi o titular nos ultimos dois jogos, numa das posições menos estáveis da equipa, pois o dispensado Rubens Junior e o extremo adaptado Diogo foram as primeiras opções do treinador. Vejamos se este jovem recem promovido dos juniores consegue manter a titularidade na segunda metade da época.

Rubens Junior, Defesa lateral-esquerdo
Um velho conhecido dos adeptos, mas não trás boas recordações. A boa velocidade e até técnica não fazem esquecer os muitos episódios de falta de profissionalismo. Surgiu na equipa B durante a Agribank, depois de ter recusado várias propostas de clubes da I liga. Surpreendentemente, esteve quase a jogar na equipa principal, quando Nuno Valente, Areias e Ricardo Costa estavam lesionados. Treinou essa semana com a equipa principal e teria mesmo jogado, se não fosse haver duvidas quanto à sua inscrição, o que levou o clube a optar por não o utilizar. Depois desse episódio, voltou à sua condição de suplente.

Pedro Nuno Silva Correia, Médio defensivo (21-01-1982)

pedro_nuno
Originally uploaded by morphy.
Capitão dos B's desde a época passada, começou a época a titular, nomeadamente na Agribank, mas foi substituido em alguns jogos e, aparentemente, nem sempre joga na sua posição preferida, sendo por vezes chamado para o lado direito da defesa. Lesionou-se com gravidade quando jogava na equipa principal contra o Tourizense, estando afastado desde então. Perfil de Pedro Nuno.

Paulo Ricardo Ribeiro Jesus Machado , Médio (31-04-1986)

paulo_machado
Originally uploaded by morphy.
As lesões e castigos no plantel principal, associado às excelentes prestações na equipa B, em que é o pulmão do meio campo, levaram a que treinasse muito regularmente na equipa A, sendo mesmo convocado para várias partidas. Existem propostas de clubes da I liga, mas a confirmarem-se as saídas de Hugo Leal e Raul Meireles sará melhor ficar, pois nesse caso deverão surgir oportunidades. Perfil e entrevista de Paulo Machado.

Rodrigo Miguel Guerreiro Ângelo , Médio (15-10-1984)
Uma das grandes desilusões da época, não consegue encontrar espaço no sobrepovoado meio campo, perante a boa forma de Paulo Machado e a chegada de Thiago, que é por vezes opção para esses terrenos.
Quando teve que substituir Paulo Machado não deu conta do recado, e apenas foi utilizado mais uma vez. Vida dificil para este jovem transferido do Farense em 02/03 já com os galões de internacional jovem, que conquistou a titularidade nos sub-19 e foi finalista no europeu de 2003.

Akos Buzsaky, Médio ofensivo (07-05-1982)

akos_buzsaky
Originally uploaded by morphy.
Conhecido dos adeptos mais atentos, este jovem que Mourinho apostou em 02/03, procura relançar a carreira depois de um ano mal sucedido na Académica. Está a consegui-lo, pois é o unico totalista, tendo jogado todos os jogos a titular. É tambem o melhor marcador da equipa, somando nove golos. Apenas foi chamado à equipa A para jogos particulares, mas tambem ele poderá beneficiar das saídas de Hugo Leal e raul Meireles. Perfil de Akos Buzsaky.

Flávio Igor Rodrigues Silva Pereira Ferreira, Médio 10-02-1984
Este internacional sub-19 (expulso na final do Europeu) lesionou-se com gravidade na pré-época. Recuperado fisicamente, procura ainda a melhor forma, tendo jogado apenas duas vezes.

Tiago André Carvalho Nogueira "Açoreano", Avançado (20-10-1983)
Vindo dos Açores, começou no banco, entrando apenas duas vezes nos primeiros seis jogos. A ausência dos juniores na "Agribank Cup" permitiu-lhe mostrar qualidades, e depois disso apenas falhou um jogo, apesar de apenas uma vez ter jogado os noventa minutos e de contar apenas um golo marcado.

Márcio Daniel Ribeiro Sousa , médio ofensivo (n. 10) (23-03-1986)

marcio_sousa
Originally uploaded by morphy.
Desde que "partiu a louça toda" na final do europeu de sub-17 que são grandes as expectativas daquele a quem alcunhavam de "Maradona". Sem ser indiscutivel nem na equipa B nem nos sub-19, já marcou golos nas duas equipas assim como nos juniores. Mesmo assim, uma inicio de época cinzento para uma das maiores esperanças portistas, que se estreou na equipa principal em jogo da taça de Portugal, pela mão de Mourinho.

Cristóvão Silva Ramos, Avançado (25-03-1983)

cristovao
Originally uploaded by morphy.
O unico indiscutivel num ataque que conta com nomes como Ivanildo, Vieirinha, Bruno Gama, etc. Conseguiu tambem algum espaço na selecção sub-21, não obstante a concorrência de Hugo Almeida, Lourenço e Silvestre Varela. Perfil de Cristovão.

Diogo Soares Gomes, lateral-esquerdo / extremo-esquerdo (12-09-1985)
Começou a época adaptado a lateral esquerdo e ganhou a titularidade nessa posição. Porém, quando Fernandez observava um jogo para escolher um lateral esquerdo, perante as lesões de Nuno Valente, Areias e Ricardo Costa , fez um dos seus piores jogos. Perante isto, Fernandez optou por recuperar Rubens Junior e Diogo voltou à sua posição original, de extremo esquerdo. Porém, nessa posição, é apenas uma das opções e nos ultimos dois jogos ficou de fora.

Adelino André Vieirinha Freitas, avançado (extremo-direito) (24-01-1986)

vieirinha
Originally uploaded by morphy.
Completa o trio das esperanças avaliadas pela fpmanagement em 1.5 milhões de euros. Muito popular entre os adeptos desde o europeu de sub-17, este rápido e talentoso extremo-direito tem jogado regularmente e marcou golos nas três equipas em que jogou: juniores, equipa B e selecção sub-19.

Ivanildo Soares Cassamá, Avançado (extremo-esquerdo) (09-01-1986)
Uma jovem promessa, ainda junior, de origem Guineense mas com nacionalidade Portuguesa. Acomula mais de 20 internacionalizações jovens, sendo actualmente titular nos sub-19. Faz parte do trio que viu o passe ser avaliado em 1.5 milhões de euros pela fpmanagement. Na presente época, começou a titular, depois voltou aos juniores, participou no apuramento dos sub-19 e regressou à titularidade. Marcou o primeiro golo da época contra o Fafe e soma um total de seis. É o grande desiquilibrador no atque da equipa B e o destaque levou Fernandez a mantê-lo um mês a treinar com a equipa A. Depois, uma lesão afastou-o dos jogos, e foi suplente utilizado nas ultimas partidas.

Bruno Alexandre Vilela Gama, Avançado (15-11-1987)

bruno_gama
Originally uploaded by morphy.
Polivalente, fez a formação a "nº 10" mas pode jogar nas alas ou a "segundo PL". Com mais de 30 internacionalizações nas várias selecções jovens, fez pelo Braga a estreia na Superliga, já aureolado com o titulo de campeão-europeu de sub-17. Cobiçado por grandes clubes nacionais e estrangeiros, a sua transferência custou ao FC Porto 1.5 milhões de euros mais o passe de Cândido Costa. Jogou todos os jogos, desde a pré-época, mas nem sempre a titular. Golos na II B, Agribank e pelos sub-18. Agradou no jogo contra o Tourizense, onde entrou ao intervalo. Já tinha jogado entre os A's, no jogo contra a equipa B.
Perfil de Bruno Gama.

José Egas Santos Branco (Zéquinha), avançado (07-01-1987)
Este jovem goleador, internacional sub-17, tinha boa cotação entre os exigentes adeptos do Vitória de Setubal e era cobiçado por outros grandes. Depois de recuperar de lesão grave, tem marcado golos nos juniores e na selecção sub-18. Poderá ter passado para os juniores, pois ainda não se estreou na equipa B.

Ricardo Miguel Ferreira Costa , Avançado (extremo esquerdo), (16-01-1985)
Não encontra espaço na equipa, tendo sido utilizado apenas uma vez, por vinte minutos. Como pontos positivos, dois jogos pela selecção sub-20 e um treino com a equipa A.

Fábio Ricardo Gomes Fonseca "Espinho" Avançado 18-08-1985
A pré-época ficou estragada devido a uma lesão grave. Recuperou e começou a entrar no final dos desafios. Contra o Salgueiros jogou meia parte e marcou um golo, mas não voltou a ser chamado.

Tiago Nuno Cordeiro Borges Avançado (extremo direito) 06-06-1985
Veio do Fafe mas, ao contrário de Sandro, não encontra espaço. Jogou apenas na Agribank e em três jogos da IIB, como suplente.

Tato Wolmir, Avançado (19 anos)
Chegou já a época ia avançada e apenas se ouviu falar dele quando marcou um golo em jogo treino contra o Rio Ave. Alguem sabe se ainda está na equipa?

Vinicius, Médio ofensivo (n. 10) (18 anos)
Segundo os seus empresários, um médio ofensivo que tb pode jogar na direita, com capacidade atlética e ramate fácil. Continua sem se estrear. Alguem sabe se ainda está na equipa?

Tito, Avançado (junior)
Treinou meses com os Bs, foi hipotese para os juniores, mas acabou por regressar à Madeira.

segunda-feira, dezembro 27, 2004

FC Porto: Breves

  • Domingos fala sobre o FC Porto B n'"O Jogo". Entre outras nuances, fala de necessidade de um "verdadeiro ponta de lança" na quipa B, pois Ivanildo, Bruno Gama, Cristovão e Vieirinha são "avançados móveis".
  • Thiago poderá estar de saída, pois o FC Porto ainda não viu futebol que justifique os 2.5 milhões de euros que teria que pagar até final do ano para assegurar o passe do futebolista. O jogador tem sido titular na equipa B, mas dividia-se entre o posto de defesa central e o de trinco, não sendo a primeira opção em nenhuma das posições. Como em ambas as posições o clube tem fartura, quer na equipa A quer na equipa B, concordamos com a saída deste jogador. Esta só não acontecerá se o empréstimo for prolongado.
  • O rumor Rosicky mantem-se, mas parece ser demasiado parecido com Diego, pois é um nº 10: quinze milhões de euros.
  • Fala-se de Lucho Gonzalez, apresentado como um possante mas técnicista centrocampista, o perfil definido por Fernandez: 10 milhões de euros.
  • E Pedro Mendes tambem é ventilado, se bem que nada alem da recente entrevista a "O Jogo", onde dá conta da insatisfação por ser utilizado a médio direito no Totenham o indique. Não há quaisquer dados quanto ao eventual preço.
  • Mantem-se rumores sobre a saída de Carlos Alberto: 10 milhões de euros. Parece-me pouco. Este valor deve ser uma mera especulação, baseada na proposta do PSG que foi recusada em Julho.
  • Raul Meireles afinal parece mesmo estar na lista de dispensas, pois é ventilado como reforço em vários clubes. Uma pena, mas o azarado inicio de época, quer nas lesões quer nas exibições, acaba por obrigar a este desfecho.

domingo, dezembro 26, 2004

Entrevista de Domingos em "O Jogo"

Depois de uma experiência de três anos como adjunto, Domingos Paciência assumiu esta época o cargo de treinador principal do FC Porto B. E ao cabo de quase cinco meses de trabalho, já detectou jovens de muito valor, que em breve poderão chegar à equipa principal, mas também já viu que lhe falta o jogador mais procurado em todos os escalões de formação: um ponta-de-lança. Assumindo-se como um treinador "muito ambicioso", Domingos Paciência está a encarar esta experiência como uma etapa de aprendizagem que poderá levá-lo a outros rumos.

O JOGO | Passados cinco meses desde que assumiu o comando técnico do FC Porto B, como avalia a primeira experiência no cargo de treinador principal?
DOMINGOS PACIÊNCIA | Está a correr bem. Não me sinto arrependido de ter aceite o convite e estou muito contente. É um investimento no meu futuro. Sempre pensei ser treinador e tenho aspirações de outro nível, pelo que esta é uma experiência com a qual posso enriquecer profissionalmente. Felizmente, as coisas estão a correr bem.

P | Sabendo-se que o FC Porto B tem de seguir um modelo de jogo instituído, como é que um treinador se adapta a isso e consegue evoluir ao nível táctico?
R | Claro que é preciso não fugir ao modelo adoptado pela equipa principal e depois procurar dentro das características dos jogadores que tenho um sistema de jogo em que possa crescer e evoluir. No entanto, é importante seguir o modelo de jogo e isso condiciona um pouco.

P | É uma limitação?
R | Não é uma limitação. Tenho de pensar como a equipa principal e saber que os jogadores têm de trabalhar dentro desse modelo de jogo.

P | Dentro de pouco tempo poderemos ver um ou mais jogadores da equipa B na equipa principal do FC Porto?
R| No princípio da época analisámos o plantel, que é muito novo, e não sabíamos qual seria a resposta dos jogadores à competição, mas agora, fazendo uma análise após cinco meses de trabalho, vemos que temos jogadores com grande qualidade, entre os 17, 18 e 19 anos. São jogadores como o Bruno Gama, Ivanildo, Paulo Machado, Vieirinha, Pedro Ribeiro, Cristóvão e Akos, entre outros, que podem chegar à equipa principal dentro de pouco tempo.

"Formação sai desfavorecida em função dos interesses da equipa"


P | Estando a equipa principal a competir em várias competições com o objectivo de ganhar, e podendo a SAD comprar jogadores já formados e do nível de Diego e Luís Fabiano, por exemplo, acha que a formação de jogadores sai desfavorecida, ou seja, não é devidamente aproveitada?
R | É evidente que a formação sai desfavorecida em função dos interesses prioritários da equipa. A nossa escola de formação é elogiada há muitos anos e formou jogadores como Fernando Couto, Jorge Costa, Sérgio Conceição e Vítor Baía. A equipa B procura formar atletas para a equipa principal e para o futebol em geral.

P | Quer dizer, o FC Porto investe na formação de jogadores que podem ir para outros clubes?
R | Os interesses do FC Porto estão ao mais alto nível. Há jogadores que podem não servir para o FC Porto mas servem para outros clubes.

P | Tirando a ambição de chegar à equipa principal, como motiva os seus jogadores, uma vez que o FC Porto B não pode subir de divisão?
R | Seria bom podermos subir de escalão, porque a ambição seria outra. Sendo assim, resta-nos a perspectiva de chegar à equipa principal. Não subir de divisão é um problema, mas criar ambição nestes jogadores é fácil. A II Divisão B, zona Norte, é muito competitiva, porque tem jogadores que já passaram pela primeira. É bom para os jogadores crescerem. Mais importante do que ganhar, é formar jogadores para servir o FC Porto. A análise do crescimento é mais importante do que vencer por 10-0.

P | Como ponta-de-lança que foi, e sendo essa uma das lacunas do futebol português, como está a equipa B servida?
R | Temos avançados de grande mobilidade, como o Vieirinha, Bruno Gama e o Ivanildo. É triste, mas a realidade é que o futebol português não tem pontas-de-lança. Não vejo pontas-de-lança que no futuro nos dêem garantias de poderem representar a Selecção Nacional. É uma espécie de ave rara.

P | O FC Porto B também não tem pontas-de-lança?
R | Um ponta-de-lança tem de ter certas características e os últimos a ser formados foram o Hélder Postiga e o Hugo Almeida. O FC Porto B não tem pontas-de-lança, joga com três avançados de grande mobilidade na frente, e somos a segunda equipa com mais golos marcados (38), atrás do Vizela (44). Precisamos de um ponta-de-lança, mesmo para o crescimento dos outros jogadores que jogam na frente.

P | Ao invés, e seguindo a tradição, a formação vai fornecendo defesas-centrais...
R | Temos o Pedro Ribeiro, Thiago e Sandro, que são bons centrais, mas ainda têm de crescer e é preciso dar-lhes tempo.

P | Como é o Domingos Paciência treinador?
R | Sou muito ambicioso e quero o melhor para mim. Sei, no entanto, que um treinador vive em função dos resultados e por isso não tem vida fácil. Sou uma pessoa calma e consciente de que tem de liderar um grupo de 25 jogadores. Estou sempre ao lado deles e tenho um lema: máxima liberdade, máxima responsabilidade. O jogador tem de saber estar no momento em que está a jogar. Posso sair com os jogadores e não vejo problema nisso, porque todos merecemos ser felizes. P | A sua forma de ver futebol mudou quando passou a ser treinador?
R | Claro. Quando estou a ver um jogo analiso de outra forma as equipas.

sábado, dezembro 25, 2004

Ivanildo (por Alcides Freire em "O Jogo")

Dos vários jogadores da equipa B que ameaçam chegar à equipa principal brevemente, há um que tem feito as delícias dos adeptos. Chama-se Ivanildo, tem 18 anos e já marcou sete golos. Velocidade e técnica são as suas armas e Fernandez não lhe fica indiferente - ALCIDES FREIRE

Ivanildo Soares Cassamá. Nasceu na Guiné há 18 anos e para já não passa de um projecto de jogador. É provável que não o conheça ou, no melhor dos casos, apenas tenha ouvido falar dele um par de vezes. É um projecto de jogador, deve ser por isso. Chamar-lhe projecto de jogador não é depreciativo, o próprio Ilídio Vale, coordenador da formação do FC Porto, utilizou o termo. Aliás, Ivanildo, nome pelo qual é conhecido nos relvados da II Divisão B, Zona Norte, sabe disso e tem a consciência de que chegar à equipa principal é o mesmo que subir ao Everest. Na comparação dispensa-se talvez a garrafa de oxigénio, mas a dificuldade deve ser mais ou menos a mesma.

Ivanildo é uma esperança do FC Porto. Com 12 jogos na equipa B, marcou sete golos, sendo utilizado por Domingos Paciência na esquerda ou no centro do ataque. Joaquim Pinheiro, vice-presidente do FC Porto e Ilídio Vale fizeram há cerca de sete anos uma viagem de prospecção à Guiné e descobriram-no. Chegou ao Porto com dez anos e começou a jogar nos infantis, percorrendo depois todos os escalões de formação. Já foi chamado por Victor Fernandez para treinar e diariamente alimenta-se de um sonho tão bonito que é capaz de atenuar as saudades que sente da família e dos amigos. "É complicado chegar com 19 ou 20 anos à equipa principal do FC Porto, mas quanto mais cedo melhor. Tenho, no entanto, a noção de que é muito complicado, porque o FC Porto não é uma equipa qualquer. Para chegar lá é preciso ter muito valor. Chegar à equipa principal o mais cedo possível é o meu objectivo", disse Ivanildo.

O jovem portista tanto actua a extremo-esquerdo como no centro do ataque, posições que não o impedem de ter um ídolo que joga numa posição diferente. "Gosto do Zidane". Há outro jogador que Ivanildo tem como referência. "O Henry é espectacular. Gosto da velocidade com que conduz a bola e da maneira como finaliza". Baixando o nível de comparação dos ídolos para jogadores que admira, surgiu outro nome na conversa, o de um jogador que actua no FC Porto. "Admiro o Benni McCarthy pelas suas capacidades de remate e finalização. O Benni é um espectáculo".

Definindo-se como um jogador que tem na velocidade e técnica as principais armas, Ivanildo ainda se belisca quando Victor Fernandez o chama para treinar. "É o sonho de qualquer jogador. Qualquer pessoa gostava de estar na minha posição, a treinar com os campeões da Europa. É gratificante e sei que tenho de trabalhar muito para agarrar esta oportunidade. Tento aproveitar ao máximo, de maneira a que um dia possa fazer parte da equipa principal. É o meu grande objectivo".

Formação portista n'"O Jogo"

Aproveitando a pausa Natalicia, o jornal "O Jogo" publica um dossier sobre a formação portista, obviamente de leitura obrigatória para a tribo do "Esperança Portista".
Entrevista de Ivanildo
Formar jogadores à Porto (fonte: Ilidio Vale)
Modelos e sistemas de jogo
Objectivos desportivos do FC Porto B
Aqui ficam os links. Quando os artigos não estiverem disponiveis no site d'"O Jogo" (daqui a uma semana) coloco-os aqui. Destaque ainda para as primeiras pistas sobre a lista de dispensas: alem de Maciel, Hugo Leal e Hugo Almeida parecem ter o destino traçado. Os dois primeiros, um alivio, pois os fracassos sucediam-se. O ultimo, uma pena. Talvez para o ano... Ao que parece, dois outros nomes estiveram na lista mas escaparam: Raul Meireles (tb acho que merece mais oportunidades) e César Peixoto (Já sei que fez dois grandes jogos contra o Marselha, mas não será pouco, em dois anos e meio? Se fosse eu a decidir, já tinha ido em Julho...). Por fim, Carlos Alberto continua a ser dado como vendável, e Tavares Teles adianta que poderá inclusivé ser incluido na compra de... Rosicky, por 15 milhões de euros (!?!), estrela da selecção Checa que seria o médio pujante pedido por Fernandez. Por fim, o jornal dá pouca crediblidade à vinda de Jorge Andrade, apesar de confirmar que o Deportivo equaciona a sua saída e aprecia Pepe. E Tavares Teles assina por baixo da vinda de Ricardo Rocha em Julho. E eu que pensava que eram tudo fantasias do "Expresso". Afinal, parece que há algum fogo por detrás destes fumos...

sexta-feira, dezembro 24, 2004

O "Esperança Portista" deseja a todos...

Um feliz Natal!

Com a ausencia de jogos nacionais inicia-se uma mini "silly season". O "Expresso", outrora jornal de referência, dá o mote: Ricardo Rocha no FC Porto em Julho e Jorge Andrade em Janeiro, por troca com Pepe. O Record aproveita e faz uma noticia com isso. E assim se passa o tempo...

quinta-feira, dezembro 23, 2004

Maritimo 1 - 1 FC Porto

A equipa portista passou a comandar isolada a superliga, mas perdeu uma boa chance de passar a contar com três pontos de vantagem na superliga, pois o Maritimo não criou grande perigo. Os jovens Seitaridis e Bosingwa foram os melhores em campo. Pepe e Ricardo Costa jogaram os 90 minutos, sem grandes erros mas tambem sem deslumbrar. Diego foi bem marcado, passou ao lado do jogo e saiu ao intervalo. Hélder Postiga mostra boa forma fisica, desmarca-se e ganha em velocidade aos defesas, mas continua a falhar na cara do guarda redes. Paulo Machado voltou a sentar-se no banco, mas ainda não foi desta que se estreou.

quarta-feira, dezembro 22, 2004

Entrevista de Nuno Coelho

Cathy, que fundou um grupo de discussão sobre o jovem médio defensivo Nuno Coelho, recentemente contratado pelo FC Porto, apresenta lá uma excelente entrevista exclusiva. Tem tudo, desde o inicio no SC Covilhã até à contratação pelo FC Porto, passando pela estreia na selecção nacional. Não percam, pois está melhor que muita da tralha que se vai publicando nos jornais desportivos!

15ª jornada: Jogos das esperanças emprestadas

O episódio Bruno Moraes marca pela negativa o fim de semana das esperanças emprestadas. Todos jogaram e apenas Pedro Oliveira foi suplente, mas nenhum mereceu especial destaque.

Bruno Alves (AEK Grécia - I liga)
v OFI Creta (1-1)
Voltou a jogar os 90 minutos e o AEK mantem-se invicto no campeonato Grego, mantendo-se em terceiro lugar a três pontos do lider Olympiakos.

Bruno Moraes (Vitoria de Setubal - I liga)
v U. Leiria (1-1)
As coisas pareciam estar a correr bem. Nova titularidade, activo no ataque, apesar de desperdiçar algumas oportunidades. Mas a ansia de marcar o primeiro golo na superliga deitou tudo a perder. Desobedecendo a ordens do treinador, marcou e falhou dois penaltys. Uma pena.

Pedro Oliveira (Vitoria de Setubal - I liga)
v U. Leiria (1-1)
Entrou a cinco minutos do final, depois do Leiria empatar.

Marcos António (Gil Vicente - I liga)
v Estoril (2-0)
O Gil continua uma recuperação espectacular e Marcos continua a titular.

Sérgio Organista (Santa Clara - II liga)
v Portimonense (0-1)
Jogou os 90 minutos, mas o Santa Clara foi derrotado.

Vitor Silva (Santa Clara - II liga)
v Portimonense (0-1)
Jogou os 90 minutos, mas o Santa Clara foi derrotado.

Hugo Luz (Estrela da Amadora - II liga)
v Paços de Ferreira (1-1)
Titular, saiu à meia hora (lesão?) com o resultado a 0-0.

Furtado (Tourizense - IIB zona centro)
v
Contra um Vilafranquense em sérias dificuldades económicas e a jogar com os juniores, o Tourizense venceu e está no segundo lugar, a dois pontos do primeiro. Furtado abriu o marcador, jogando os 90 minutos.

Nuno Coelho (Covilhã - IIB zona centro)
v Oliveirense (1-1)
Fez o jogo de despedida no Sporting da Covilhã, como capitão! Saiu perto do final, quando era preciso apostar no ataque para recuperar da desvantagem.

terça-feira, dezembro 21, 2004

FC Porto: Breves

  • Paulo Machado regressa aos convocados para o jogo com o Maritimo, aproveitando as ausências de Maniche e Raul Meireles. Os outros sub-23 são Pepe, Ricardo Costa, Seitaridis, Bosingwa, Diego e Hélder Postiga.
  • Bruno Moraes fez "mea culpa", pedindo desculpa, em conferência de imprensa, ao treinador José Couceiro e aos sócios do Vitória de Setubal. Falta saber se chega para que Couceiro reconsidere o veredicto que lhe transmitiu quando o substituiu: "Comigo não jogas mais."
  • Hugo Almeida é cobiçado por quase todos os clubes da superliga, falando-se entre outros de Boavista, Guimarães, Braga e Leiria. O Boavista tem direito de preferência, mas parece não querer pagar todo o ordenado, o que abre a porta aos restantes clubes. Alem destes existem ainda dois clubes Ingleses, mas nesse caso é o jogador a "torcer o nariz", pois prefere ficar em Portugal.

segunda-feira, dezembro 20, 2004

FC Porto: breves

  • Bruno Moraes desobedeceu a uma ordem directa do treinador, marcou o penalty (duas vezes) e ... falhou. Não só foi de imediato substituido como ouviu das boas dos adeptos. Atitude muito pouco profissional do jovem Brasileiro, que poderá ter estragado uma época onde, sem deslubrar, já tinha mostrado algumas qualidades.
  • O empréstimo de André Vilas Boas foi prolongado até final da época. Espera-se pela recuperação total da grave lesão que o afectou para que possa mostrar o seu futebol, no FC Porto e nos sub-21.
  • Ricardo Quaresma foi castigado pela forma displicente como viu o quinto amarelo contra o Gil Vicente, tendo treinado com a equipa B.
  • Carlos Alberto tambem foi treinar com a B, no seu caso sem que se saiba os motivos.
  • Continuam os rumores sobre a saida de Hugo Almeida. Ao que parece, estará prometido ao Boavista.
  • Diego é campeão Brasileiro, pois fez nove jogos pelo Santos no Brasileirão que terminou este fim de semana.
  • Nuno Coelho realizou este fim de semna o ultimo jogo pelo Covilhã, onde envergou a braçadeira de capitão e será homenageado pelo clube antes de se mudar para o FC Porto. A equipa portista fará um jogo particular na Covilhã, em 2/1/2005.

FC Porto B 0 - 1 Trofense

A equipa B portista perdeu mais terreno para os primeiros lugares ao ser derrotada em casa pelo aflito Trofense. Os jovens do FC Porto dominaram, mas não conseguiram concretizar e acabaram por sofrer o golo ao cair do pano, em jogada de contra ataque.

GR Bruno Vale
DC/LD? Pedro Ribeiro, Sandro, Thiago
LE Jorge Lopes
M Paulo Machado, Akos Buzsaky
M Márcio Sousa (45', Cristovão), Bruno Gama
AV Hugo Almeida (63', Vieirinha), Ivanildo (45', Tiago André)

O F. C. Porto B perdeu a oportunidade de se juntar ao lote dos primeiros classificados, ao perder no seu terreno diante do aflito Trofense. Os azuis e brancos não conseguiram amealhar os três pontos porque encontraram pela frente um opositor que trazia a lição bem estudada. Com a imperiosa necessidade de pontuar, o Trofense iniciou a partida com algumas cautelas defensivas. O jogo começou de forma equilibrada e bem disputado a meio-campo. Com uma defensiva bem composta e uma linha média superpovoada, o Trofense foi conseguindo anular as investidas dos portistas. Demonstrando pouca ambição pela baliza à guarda de Bruno Vale, o Trofense raramente incomodava a defensiva portista. O domínio pertencia por inteiro à equipa azul e branca, mas esta não conseguia traduzir em oportunidades o futebol desenvolvido. Durante os primeiros 45 minutos, o único facto digno de registo foi um remate perigoso de Akos. No segundo tempo, o jogo foi mais vivo. O técnico do F. C. Porto, João Carlos, fez entrar Tiago André e Cristóvão, que vieram dar outra acutilância ao ataque. Com marcações cerradas às pedras mais influentes do ataque portista -William anulou Ivanildo e Miguel, apesar dos seus 41 anos (!), secou por completo Hugo Almeida -, o Trofense apostava no contra-ataque, embora o sinal mais continuasse a pertencer ao F. C. Porto. Os dragões dispuseram de algumas oportunidades, mas os avançados não tiveram arte nem engenho na hora de finalizar. Com o tempo a esgotar-se, e o nulo a manter-se, o Trofense lançou-se num derradeiro assalto à baliza portista. O cerco montado acabou por render dividendos aos 87 minutos, quando João Dias, com um remate dentro da grande área, bateu inapelavelmente Bruno Vale. Sem grande tempo para conseguir a reviravolta, os jovens azuis e brancos ainda tentaram um último forcing, mas a defensiva do Trofense, sempre muito segura, não lhes deu hipóteses. Bom trabalho do árbitro. Jornal de Noticias.

FC Porto 1 - 0 Moreirense

O FC Porto jogou de forma pouco convincente contra um Moreirense que se apresentou muito fraco no Dragão, mantendo-se na expectativa mesmo depois de sofrer o primeiro golo. Seitaridis não teve nenhum problema defensivo, mas atreveu-se pouco no ataque. Ricardo Costa foi mais atrevido mas raramente criou perigo e por vezes deixou o flanco desguarnecido, obrigando a compensações de Pedro Emanuel. Bosingwa fez um bom jogo, enquanto Diego pouco conseguiu mostrar. Quaresma entrou a meia hora do fim, a tempo de criar algumas das melhores jogadas do desafio e, infelizmente, tambem a tempo de as desperdiçar infantilmente. Particularmente desesperante a opção pelo remate impossivel quando tinha Fabiano isolado. Para cumulo pareceu procurar o amarelo que o retira das opções para a Madeira. Pepe, Carlos Alberto e Hélder Postiga ficaram no banco.

sexta-feira, dezembro 17, 2004

FC Porto: Notícias Rápidas

  • O Futebol Clube do Porto vai defrontar o Internazionale de Milão nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões europeus. A primeira mão da eliminatória disputar-se-á no Estádio do Dragão, no Porto, entre os dias 22 e 23 de Fevereiro. A segunda mão vai ser jogada em Milão, Itália, no dia 15 de Março.
  • Para o jogo de hoje no Dragão, diante do Moreirense, foram convocados: Vítor Baía e Nuno; Pedro Emanuel, Pepe, Jorge Costa, Seitaridis e Ricardo Costa; Bosingwa, Maniche, Hugo Leal, Carlos Alberto, Diego, César Peixoto e Quaresma; Derlei, Hélder Postiga, Luís Fabiano e McCarthy.
  • Da lista de 18 convocados, 8 são sub-23, sendo que Luís Fabiano, Hugo Leal e César Peixoto têm apenas 24.
  • Era evidente que a afirmação de Silvestre Varela nos sub-21 foi uma surpresa atá para o Sporting, pois o contrato do jogador, desterrado no Casa Pia (IIB), termina este ano. Surgem agora rumores de que poderá vir parar ao FC Porto. Não era nada mau, não senhor.
  • Visitem este grupo de discussão sobre o Seitaridis, com muitas fotos e informação interessante sobre o jovem mas já super sólido lateral direito portista.

quinta-feira, dezembro 16, 2004

Portugal 1 - 1 Sérvia e Montenegro (sub-17)

O site da federação apresenta um onze com dez jogadores (!). A julgar pelas fotos, esqueceram-se do lateral direito Hugo Monteiro. Ricardo Nogueira marcou aos 52 minutos, mas a Sérvia empatou aos 63. Um jogo com muitas substituições, sendo de assinalar as estreias de Manuel Gama e Capucho.

GR Manuel Gama
LE Edgar Martins (Carlos Alves, 76m)
DC Simão Coutinho, Daniel Carriço (c)
LD Hugo Monteiro?
M Ricardo Nogueira, Capucho (João Gonçalves, 40m), Pereirinha (João Martins, 61m);
AV Lino Gonçalves (Fábio Paim, 40m), André Castro (Daniel Candeias, 61m) e Ricardo Santiago (André Monteiro,76m)

A primeira parte do jogo prometia novo nulo. Futebol lento e previsível por parte de ambas as formações e nenhuma oportunidade de golo. A única intervenção de um dos guarda-redes aconteceu aos 38 minutos, quando Jorgic desfez um cruzamento de Lino Gonçalves.
A etapa complementar, embora longe de entusiasmar, sempre foi jogada a um ritmo mais veloz e teve alguns lances de fantasia. Para tal, muito contribuiu a entrada em cena de Fábio Paim. O extremo do Sporting voltou a deliciar a plateia com pormenores que confirmam estarmos em presença de um jogador de elevado potencial. Terá no entanto de emendar alguma atitudes de "pseudo-estrela" - já na parte final do jogo, pisou um adversário, tendo naturalmente ido tomar banho mais cedo.
Portugal adiantou-se no marcador aos 49', por Ricardo Nogueira, através de um excelente cabeceamento a emendar cruzamento de Hugo Monteiro. Os visitantes não se renderem e chegaram de forma justa ao empate, na sequência de uma grande penalidade a castigar mão na bola de Daniel Carriço. "O Jogo"


quarta-feira, dezembro 15, 2004

FC Porto: noticias breves

  • Seitaridis é candidato a melhor lateral direito de 2004, prémio que foi ganho em 2003 por Paulo Ferreira. Podem votar no site da uefa.
  • Declarações de Carlos Alberto e do seu empresário fazem aumentar os rumores de uma transferência em Dezembro. Soube-se da boca do jogador que no defeso o PSG fez uma proposta de 10 milhões de euros, que foi recusada. Sabe-se tambem que o jogador foi avaliado em 12 milhões de euros pelo fundo de jogadores. A sair, será por algo mais do que isso. Por estes valores, penso que é de levar a oferta a sério, pois alguem tem que sair no sobrepovoado ataque portista.
  • O AEK de Bruno Alves averbou a quarta derrota em quatro jogos na taça UEFA. Um contraste considerável com a carreira invicta no campeonato Grego.
  • Um candidato à presidência da Académica diz ter preferência sobre Hugo Almeida. A ausência nas convocatórias para os jogos contra Once Caldas e Moreirense tambem são sinais de novo empréstimo. Inevitável, mas uma pena, pois é um dos mais promissores pontas de lança Portugueses.
  • Daniel Marques e Fábio Ervões foram convocados para estágio da selecção sub-18.
  • Hugo Monteiro (sub-17) entrevistado no site da fpf.


Portugal 0-0 Sérvia e Montenegro (sub-17)

A equipa Portuguesa não foi alem de um empate a zero golos com a Sérvia. Segundo o seleccionador Edgar Borges, a equipa esteve bem, mas desperdiçou algumas oportunidades de chegar ao golo. Os Portistas Ventura (Hugo Guedes), Hugo Monteiro, Rui Pedro, André Monteiro e Daniel Candeias foram titulares. André Castro entrou durante a segunda parte. Parabens para Hugo Monteiro, que se estreou na selecção nacional jogando os noventa minutos! Fazemos votos de que convença o seleccionador a mantê-lo no grupo para os decisivos confrontos que se avizinham.

GR Ventura
LE Carlos Alves
DC Daniel Carriço(C), Yago Fernandez
LD Hugo Monteiro
M João Martins (Pereirinha, 66m.), João Gonçalves (André Castro, 54m.) e Rui Pedro
AV André Monteiro, Daniel Candeias (Lino Gonçalves, 66m.) e Fábio Paim (Ricardo Nogueira, 54m.)

Após uma primeira metade com poucas e repartidas oportunidades de golo, o reatamento trouxe maior velocidade ao jogo. Os sérvios ainda viram uma grande defesa de Ventura evitar a festa (42'), mas foram os portugueses a falhar golo atrás de golo. Instalou-se a monotonia e, com tamanha faceta perdulária, o final só podia dar em... empate. O Jogo

terça-feira, dezembro 14, 2004

FC Porto: Noticias breves

  • Diogo, Ivanildo e Thiago treinaram com a equipa A na preparação do jogo com o Moreirense.
  • Nuno Coelho fará no proximo fim de semana o ultimo jogo pelo Covilhã, devendo posteriormente ingressar na equipa B portista. A fonte desta informação é a página de uma fã, que recomendo. Tambem interessante o forum do Covilhã, onde muitos elogiam o jovem reforço portista.

14ª jornada: jogos dos esperanças emprestados

Um bom fim de semana para as esperanças emprestadas, que em muitos casos foram titulares. Destaque para Sérgio Organista, que foi titular no melhor jogo até agora do Santa Clara, marcando o primeiro golo.

Bruno Alves (AEK Grécia - I liga)
v Xanthi (1-1)
Jogou os 90 minutos num empate fora que pode considerar-se positivo, pois a equipa deu a volta a uma desvantagem. O AEK é a unica equipa que se mantem invicta no campeonato Grego.

Bruno Moraes (Vitoria de Setubal - I liga)
v Rio Ave (0-1)
Foi titular, mas o golo madrugador do Rio Ave pesou sobre um Setubal que se sente melhor a contra atacar. Mesmo assim lutou durante 79 minutos e teve uma oportunidade flagrante, que infelizmente não concretizou.

Pedro Oliveira (Vitoria de Setubal - I liga)
v Rio Ave (0-1)
Suplente não utilizado.

Marcos António (Gil Vicente - I liga)
v U. Leiria (1-1)
Continua titular e não teve falhas durante 90 minutos, mas viu o esforço traído prlo autogolo de um colega.

Sérgio Organista (Santa Clara - II liga)
v Maia (3-1)
Um grande dia para o jovem portista, que inaugurou o marcador com um remate de fora da área e abriu o caminho para uma excelente vitória do Santa Clara sobre uma das equipas cimeiras da II liga. Saiu aos 81 minutos.

Vitor Silva (Santa Clara - II liga)
v Maia (3-1)
Tambem titular, no melhor jogo do Santa Clara atá ao momento. Saiu aos 73 minutos.

Hugo Luz (Estrela da Amadora - II liga)
v Feirense (1-1)
Voltou a ser titular e jogou os 90 minutos.

Furtado (Tourizense - IIB zona centro)
v Sanjoanense (0-2)
Jogou 70 minutos mas não conseguiu marcar. O Tourizense perdeu mas continua a apenas dois pontos do primeiro lugar.

Nuno Coelho (Covilhã - IIB zona centro)
v Covilhã (2-0)
No seu penultimo jogo pelo Covilhã, Nuno Coelho jogou os 90 minutos numa importante vitória sobre o Académico de Viseu, que coloca a equipa a apenas um ponto do primeiro lugar.

FC Porto: sem duvida um grande!

Por terras lusas, há sempre alguem disposto a defender que o FC Porto não é um grande europeu, não obstante todas as vitórias conquistadas. Claro que quem vê de fora não tem essas miopias e coloca os portistas entre os grandes europeus com toda a naturalidade:
El Real Madrid no sabe lo que es quedar fuera de Europa en las liguillas previas a las eliminatorias y volvió a hacer los deberes con su triunfo en el Olímpico. Un listón sólo al alcance de los blancos. Y es que el Madrid es el único de los ‘grandes’ (excluyendo a equipos como Atlético y Chelsea por su escasa participación) que nunca ha sido eliminado en una liguilla, tanto de dieciseisavos como de octavos. Milan, United, Juventus, Barcelona (hasta en tres ocasiones), Valencia, Bayern, Roma, Liverpool, Arsenal, Inter, Oporto, Ajax, PSV, Deportivo... Todos ha ‘pinchado’ en alguna ocasión, es decir, todos ellos han caído en alguna ocasión en una liguilla, lo que habla bien a las claras de la exitosa trayectoria europea del conjunto blanco en el actual formato.


Jornal "Marca", 9/12/2004, link não permanente



segunda-feira, dezembro 13, 2004

Salgueiros 0 - 2 FC Porto (juvenis)

A equipa juvenil portista parece ter entrado em velocidade de cruzeiro e deu-se ao luxo de bater a equipa Salguerista poupando os jogadores convocados para a selecção nacional. Daniel Candeias e André Monteiro iniciaram o jogo no banco, e não foi necessária a sua entrada. Apesar de jogarem com a dupla de avançados suplente, as oportunidades de golo sucederam-se e a vitória acabou por surgir com naturalidade. Castro inaugurou o marcador surgindo ao primeiro posta na sequência de um livre da faixa lateral marcado por Pedro Sá. O segundo golo seria de Rui Pedro, a concluir um bom passe de Castro. Com a vitória no bolso, os selecionados saíram na parte final do encontro e o resultado não mais se alterou. E assim continua a marcha para o titulo dos herois da "nike cup".

GR Hugo Ventura
LD Hugo Monteiro
DC Morais, Pereira
LE Pedro Sá
M Fabinho, Castro
M Miguel Carvalho, Rui Pedro
AV Eduardo Negrinho, Monteiro
Castro -> Terroso
Rui pedro -> Tiago
Hugo Monteiro -> Pedro Fernandes

Ventura (sub-17): segurança com alma portista na baliza


ventura
Originally uploaded by morphy.
Quando se pede aos juvenis portistas para destacarem alguns dos seus colegas, dois nomes surgem quase sempre: Daniel Candeias e... Hugo Ventura. Iniciou-se aos 10 anos no FC Porto e é hoje o guarda redes titular da equipa juvenil portista, disputando com Rui Patricio a titularidade na selecção. A um porte fisico adequado à posição, junta serenidade e segurança, bons pés e excelentes reflexos. Coleccionou vários titulos distritais nos infantis, mas continua em busca do primeiro titulo nacional. É fã de Thierry Henry, mas quanto a guarda redes, diz que não se assemelha a nenhum. Deve ser verdade, pois a segurança que transmite à equipa não se baseia na fuga ao risco. É corajoso nas saídas e já chegou a fintar avançados adversários na pequena área!

Hugo Ventura Ferreira Moura Guedes
1,85 m
79 kg
d.n. 14/1/1988

Valenciano 0 - 4 FC Porto B

A equipa B portista foi a Velença golear e está agora a apenas três pontos do segundo lugar na IIB, zona norte. Hugo Almeida abriu o marcador aos vinte seis minutos, mas o golo da tranquilidade só chegaria aos 72, quando Ivanildo marcou cinco minutos após entrar em cena. A resistencia do Valenciano quebrou, com Buzsaky (de grande penalidade) e Bruno Gama a aproveitarem para ampliar a vantagem.

GR Rui Sacramento
LD Pedro Silva
DC Sandro, Pedro Ribeiro
LE Jorge Lopes
M Thiago (Akos Buzsaky, 19'), Paulo Machado
M Márcio Sousa (Tiago André, 74'), Bruno Gama
AV Hugo Almeida, Vieirinha (Ivanildo, 67')

domingo, dezembro 12, 2004

FCPorto 8 - 7 Once Caldas

GRANDE VITÓRIA! O FCPorto está de parabéns e dignificou mais uma vez o nome da nossa pátria! Os meus parabéns para todos os dragões! Excelente! Estou muito contente e seria uma tremenda injustiça para o FCPorto se perdesse esta partida!

O Futebol Clube do Porto apresentou neste confronto uma equipa idêntica à apresentada no Dragão frente ao Chelsea. Na primeira parte foi arrasador o domínio dos europeus, tendo sido um golo mal anulado a Benny McCarthy na sequência de um livre e três bolas ao ferro (2 na barra e 1 no poste).Na segunda parte, aos 60 minutos, McCarthy volta a ver um golo anulado. Mais uma vez mal ajuizado pela equipa de arbitragem que, curiosamente, é sul-americana! Dez minutos depois, o avançado africano do FCPorto enviou um missil de fora da área que só parou na barra.

  • Vítor Baía (6) Uma exibição relativamente segura, sem grandes sobressaltos, devido ao estilo de jogo do Once Caldas, não teve grandes trabalhos. Lesionou-se no prolongamento e eperamos que não seja nada de grave!
  • Giorgios Seitaridis (6) Avançou no terreno quando necessário e defendeu como devia. Nada a apontar.
  • Jorge Costa (6) Sem grande trabalho. Cumpriu.
  • Pedro Emanuel (6) O mesmo que Jorge Costa... Marcou o golo decisivo! Grande homem!
  • Ricado Costa (7) Quando teve de subir, subiu e bem! Jogou muito bem este ainda jovem jogador do FCP.
  • Costinha (7) Cumpriu a sua função, efectuando cortes importantes e jogando sempre com muita calma e soberania como é seu hábito.
  • Maniche (8) Grande jogo! Principalmente na primeira metade. Correu, passou e rematou com perigo! Nem parece estar assim tão mal! Ganhou o carro Toyota por ser... o melhor em campo.
  • Diego (7) Jogou bem. Esforçou-se muito, já começa a defender melhor e tirou óptimos cantos. Grande exibição! Acabou por ser expulso por chamar filho da p*t* a Henao.
  • Derlei (8) Esteve lá sempre. Correu que se fartou e apoiou imenso o ataque. Bom jogo, também.
  • Luís Fabiano (8) Exibição melhor que a do Chelsea, voltou a sair mas deixou uma bola à barra e um cheiro a Fabuloso!
  • Bennedict Saul McCarthy (8) Grande jogo do sul-africano. Dois golos mal anulados e está tudo dito...!
  • Carlos Alberto (6) No seu dia de anos, o jovem de agora 20 anos desiquilibrou, rematou e esforçou-se bastante. Entrou na 2ª parte!
  • Ricardo Quaresma (6) Desiquilibrou e voltou a mostrar serviço! Entrou na 2ª parte, já no fim!
  • Nuno (6) Jogou apenas o prolongamento e os penalties.

Perdoem-me a minha imparcialidade!

sábado, dezembro 11, 2004

Portugal sub-16: seis portistas convocados

A Selecção Nacional de Sub-16 prepara a equipa de sub-17 da proxima temporada, participando em vários torneios e jogos particulares. Na convocatória para estágio de preparação, incluem-se seis jogadores ligados ao FC Porto (dois já na equipa principal e quatro na equipa B, do Padroense). A equipa com mais convocados é o Sporting (7), seguida do FC Porto, Boavista (5) e Benfica (4). Nos convocados portistas, Carlos Santos é o unico que esteve nos jogos de preparação de Outubro, os restantes são novidades. Boa sorte para eles!

FC Porto: André Pereira e Hugo Silva;
Padroense FC: Carlos Santos, Fábio Miguel, Nuno Freitas e Ricardo Santos;

Entrevista de Paulo Machado

por VÍTOR HUGO ALVARENGA no Comércio do Porto

Paulo Machado é um dos mais promissores produtos dos escalões de formação do FC Porto e, salvo uma hecatombe, caminha a passos largos para um futuro que se augura brilhante. Aos 18 anos, o médio faz parte do Fundo de Jogadores do clube portista. Na altura, o seu passe foi avalizado em 1,5 milhões de euros. Com mais de cinquenta internacionalizações pelas selecções nacionais, Paulo Machado foi lançado por José Mourinho e começa, agora, a despertar a atenção de Víctor Fernández. Aliás, esteve perto de ser convocado para a Taça Intercontinental. Acabou por ficar em terra mas, em entrevista ao COMÉRCIO, revela quão altos são os seus sonhos, os que comandam a sua vida.

Como tem sido trabalhar com a equipa principal?

Tem sido bom, treinar com os campeões europeus. Qualquer jovem gostava de estar no meu lugar.
Treinou com a equipa principal no dia da partida para o Japão. Esperava ser convocado?
Sinceramente, estava com uma pequena esperança de ser convocado para a Taça Intercontinental. Como fui chamado à última hora e vi muitos jogadores lesionados, esperei ser convocado. É sonho de qualquer jogador disputar um troféu como a Taça Intercontinental, mas tenho de levantar a cabeça.

Foi praxado quando começou a trabalhar com a equipa principal?

Não fui praxado. Tentaram, mas não conseguiram (risos). Mandaram-me fazer algo, mas eu desconfiei. Dali espera-se tudo.

Tem alguma referência dentro do plantel do FC Porto?

Admiro muito o Maniche. A forma como joga e o que passou como ultrapassou uma situação difícil, no Benfica. Lutou sempre e é um exemplo a seguir. A nível internacional, sempre admirei o Makelele (ndr. Chelsea). É o meu ídolo.

Com mais de cinquenta internacionalizações, é um objectivo natural chegar à selecção principal?

Claro, o meu objectivo é trabalhar para chegar à equipa A, na selecção nacional e no FC Porto. É o sonho de qualquer jogador

Qual foi a sensação melhor? A estreia em jogos oficiais no Estádio das Antas, frente ao Vilafranquense, na Taça de Portugal (4-0) ou o particular no Dragão, frente ao Barcelona (2-0)?

Tive a oportunidade de jogar na Taça de Portugal e foi uma sensação muito boa, mas foi pena o FC Porto não ter vencido a prova. De qualquer forma, foi melhor jogar na inauguração do Dragão, porque o meu nome ficou inscrito num momento histórico, aos 17 anos.

Qual foi o momento mais da ainda curta carreira?

Até agora, o jogo contra o Barcelona, na inauguração do Estádio do Dragão. Também não me esqueço do título europeu de sub-17. Foi o meu primeiro título, a nível de selecções. Uma emoção muito grande.

Ainda não se colocou a possibilidade de um empréstimo, para ganhar rodagem?

Sim, já várias pessoas falaram com o FC Porto, para colocar-me noutro clube, mas ainda não sei o que é melhor para mim.

É frustrante, de alguma maneira, jogar na equipa B sabendo, de antemão, que não podem, por exemplo, subir de divisão?

O principal objectivo é chegar à equipa A, não subir de divisão. A equipa B serve como um complemento de formação, só nos pedem para trabalhar a pensar na equipa principal.

Acha que tem qualidades para integrar, na próxima época, o plantel principal do FC Porto?

Acho que sim, tenho trabalhado muito para isso e vou continuar a fazê-lo. É o meu grande objectivo.

Há mais talentos para explorar na equipa B?

Sem dúvida. Há muitos jovens com grande valor. O FC Porto não tem aproveitado muito as camadas jovens, sobretudo porque está envolvido em grande competições e tem de contratar jogadores experientes para lutar pelos títulos. Temos o Ivanildo, o Vieirinha, o Bruno Gama, enfim, muitos jogadores de excelente qualidade.

Costuma ir matar saudades ao Cerco do Porto?

Sim, comecei lá e só conheci mais dois clubes, o FC Porto e o Padroense, onde estive durante meia-época. Costumo ir ver os séniores do Cerco do Porto e, se puder, tento incentivar, dar moral, aos mais jovens. Os miúdos já me olham, de certa forma, como um exemplo a seguir e vêm ter comigo para me felicitar. É bom para eles.


Como foi trabalhar com José Mourinho?

Foi bom, é um grande treinador, sabe trabalhar os jogadores fisicamente e psicologicamente. Para mim, foi dos melhores treinadores que vi, até agora.

E, agora, com o Víctor Fernández?

São diferentes, mas são ambos grandes terinadores.

quinta-feira, dezembro 09, 2004

Rui Pedro (sub-17): trabalho e magia no meio campo


rui_pedro_2
Originally uploaded by morphy.
Para o destaque de Candeias no FC Porto e na selecção contribui o trabalho de um jogador rápido e com boa técnica, sempre no sitio certo na hora certa, que sabe jogar com os dois pés e tem a rapidez de raciocinio necessária para a posição de médio ofensivo: Rui Pedro. Iniciou-se com oito anos no Leverense, mas cedo se destacou, transferindo-se para o FC Porto dois anos mais tarde. Nessa altura jogava a avançado ou a ponta de lança, conquistando vários titulos distritais nos infantis. Data desse tempo a melhor recordação: uma estreia fulgurante na equipa A infantil, com dois golos contra o Leixões. Hoje é o médio criativo da equipa portista, e trabalha para se aproximar cada vez mais do modelo nesta posição: Deco. Continua à procura do primeiro titulo nacional, que acredita irá surgir este ano, juntamente com o campeonato da europa de sub-17!

Rui Pedro Couto Ramalho
d.n. 2/7/1988

Portugal sub-17: Jogos contra a Sérvia

A convocatória da seleção nacional sub-17 para dois jogos amigáveis com a Sérvia e Montenegro foi hoje divulgada. Com o aproximar dos jogos decisivos do mini torneio de apuramento, parece acentuar-se o dominio de Sporting e FC Porto neste escalão. Nos convocados, vantagem para os de Alvalade (7:6), enquanto os das Antas levam vantagem no que toca a prováveis titulares (5:4). Destaque para a ausência de Rui Patricio, o grande rival de Ventura (Hugo Guedes) na luta pela titularidade na baliza. Destaque tambem para novas chamadas de Castro e de Hugo Monteiro, que desta vez deverá mesmo estrear-se, pois é o unico lateral direito de raiz entre os convocados. Alguns pontos de interesse para estes jogos:
  • Irá Fábio Paim regressar ao seu melhor nivel, mostrando estar 100% recuperado da grave lesão que o afectou?
  • Irá Daniel Candeias continuar a somar golos aos nove que já acomulou este ano na selecção?
Aqui ficam os prováveis titulares e respectivas posições em campo, supondo que será usado o 433 que tem sido norma na história recente desta selecção. A negrito os jogadores do FC Porto e a itálico os do Sporting.

GR Hugo Guedes (Manuel Gama)
LE Carlos Alves (Edgar Martins)
DC Daniel Carriço, Yago Fernandez (Simão Coutinho)
LD Hugo Monteiro
MC João Martins (André Castro)
MO(D/E) João Gonçalves, Rui Pedro (Pereirinha)
AV Fábio Paim, André Monteiro (Ricardo Santiago, Lino Gonçalves)
PL Daniel Candeias (Ricardo Nogueira, Capucho)

FC Porto B 1 - 2 Vizela

A equipa B portista somou a segunda derrota consecutiva ao perder em casa com o Vizela por 1-2. O Vizela lidera o campeonato e surgiu personalizado, inaugurando o marcador aos 20 minutos. O FC Porto empatou no inicio do segundo tempo com um bom cabeceamento de Hugo Almeida, que respode assim à injustiça de ser deixado de fora dos convocados para Toquio. Mas seria o Vizela a levar a vitória para casa, com um golo nos minutos finais. Estranha a ausência de Paulo Machado, talvez castigado pelo amarelo na partida anterior e destaque para o regresso de Joel, que tem estado fora dos titulares.

GR Rui Sacramento
LE Rubens Junior
DC Sandro, Joel (Thiago, 45)
LD Pedro Silva
M Thiago (Flávio Igor, 45), Akos Buzsaky
M Diogo (Márcio Sousa, 45), Vieirinha
AV Cristovão (Ivanildo, 61), Hugo Almeida

quarta-feira, dezembro 08, 2004

Uma pergunta...

Porque não inscrever um jogador da equipa B na lista para a taça intercontinental? Podiam inscrever-se 25, mas apenas se inscreveu os 24 do plantel principal, incluindo Nuno Valente que se sabia não poder jogar. E atrapalharia assim tanto levar um ou dois a Tóquio, para sentir o cheiro dos grandes jogos?

terça-feira, dezembro 07, 2004

FC Porto 2 - 1 Chelsea

Quando tudo estava preparado para o enterro definitivo do campeão europeu, a equipa portista soube responder com um bom jogo e com a estrelinha que faltou noutras alturas. O FC Porto foi a equipa que quis ganhar e resistiu à cinica eficácia do Chelsea, lutou e acabou por ver Diego a marcar um golo de antologia, em recarga a remate de Seitaridis. E quando tudo indicava que iriamos ficar com o prémio de consolação (a taça uefa) um momento mágico de Quaresma foi, enfim, concluido não com uma acto circense mas com um centro "com açucar", que McCarthy não desperdiçou. Bravo! Postiga jogou o ultimo quarto de hora e não esteve mal. Rui Sacramento, Ricardo Costa, Pepe e Bosingwa ficaram no banco.

Castro (sub-17): Um portista de raça no meio campo


castro
Originally uploaded by morphy.
Iniciou-se aos nove anos no Gondomar, transferindo-se para os infantis do FC Porto com 12 anos. Conquistou o seu espaço, aproveitando as oportunidades que iam apareçendo: jogou a médio direito durante a "Nike Cup" e antes de se fixar no actual posto de médio centro, jogou em todas as outras posições do meio campo. Pelo caminho, conquistou dois titulos distritais nos infantis e um titulo nacional nos iniciados (em 01/02). Vive actualmente um dos melhores momentos da sua carreira. É o médio centro titular no 442 dos juvenis portistas e celebra a estreia na seleção sub-17, ele que nunca tinha sido chamado para as seleções distritais, nos infantis. Destaca a defesa, a organização de jogo e o passe como os seus pontos fortes e a sua referência é Maniche. Apesar de ser mais comum assistir para golo, marca golos com regularidade, quer em remates de fora da área quer em jogadas de bola parada. Um jogador de raça, que organiza o jogo da equipa juvenil portista.

André de Castro Pereira
médio centro (direito/esquerdo/ofensivo)
1,80 m
68 kg
d.n. 2/4/1988
destro

13ª jornada: Jogos dos esperanças emprestados

Um bom fim de semana para as esperanças emprestadas, que em muitos casos foram titulares.

Bruno Alves (AEK Grécia - I liga)
v PAOK (1-1)
Regressou após ausência por lesão no jogo da taça uefa. Jogou os 90 minutos.

Bruno Moraes (Vitoria de Setubal - I liga)
v Maritimo (2-0)
Um jogo importante para o jovem Brasileiro, que retirou a titularidade a Meyong. Sem deslumbrar, foi importante para o jogo ofensivo do Setubal, saindo aos 67', quando a equipa já tinha fixado o resultado final.

Pedro Oliveira (Vitoria de Setubal - I liga)
v Maritimo (2-0)
Jogou os 12 minutos finais.

Marcos António (Gil Vicente - I liga)
v Rio Ave (3-1)
Mantem-se firme na titularidade desde a chegada de Ulisses Morais e voltou a jogar 90 minutos a bom nivel.

Sérgio Organista (Santa Clara - II liga)
v Leixões (1-0)
Foi titular, num jogo em que o Santa Clara apostou no contra ataque e foi recompensado com uma importante vitória. Substituido aos 70', com o jogo ainda empatado.

Vitor Silva (Santa Clara - II liga)
v Leixões (1-0)
Pela primeira vez titular, jogou os 90 minutos e o Santa Clara venceu!

Hugo Luz (Estrela da Amadora - II liga)
v Naval (1-0)
Num jogo muito importante para o Estrela, contra outro candidato à subida, Hugo Luz foi titular, ele que esteve fora dos convocados, por lesão, durante as jornadas anteriores. Jogou os 90 minutos e o Estrela venceu e manteve a titularidade.

Furtado (Tourizense - IIB zona centro)
v P. Castelo (0-0)
Entrou nos ultimos 12 minutos, mas não conseguiu desfazer o nulo, que se manteve apesar da equipa de Penalva do Castelo (abaixo da linha de água) ter jogado 60 minutos com 10 jogadores.

segunda-feira, dezembro 06, 2004

FC Porto 0 - 1 Beira Mar 1

Se é verdade que a sorte nada quis connosco na primeira parte, em que jogamos para golear, tambem é um facto que a apatia da segunda parte é inaceitável. Dificil de engolir, sobretudo porque se exigia uma equipa guerreira como resposta a dificuldades inesperadas noutros campos... E o que se passa com o Postiga?

Mas como já aconteceu várias vezes esta época (antes dos jogos com o Benfica, Sporting e CSKA, p. ex.) a equipa tem uma boa chance para se redimir. Veremos...

Jogaram de inicio Ricardo Costa, Pepe, Bosingwa, Diego e Carlos Alberto; Quaresma e Hélder Postiga.
Hugo Almeida entrou ao intervalo. Bruno Vale e Seitaridis ficaram no banco.

SC Braga B 2 - 1 FC Porto B

O FC Porto chegou ao intervalo a vencer com um golo de grande penalidade de Akos, mas não conseguiu concretizar a vitória, sofrendo dois golos numa segunda parte cheia de cartões amarelos e que resultou na expulsão de Pedro Ribeiro aos 88 minutos. Destaque para a estreia de Flávio Igor, ausente por lesão desde a pré época. Os habituais titulares Thiago e Ivanildo estiveram ausentes (lesões?).

GR Bruno Vale
DD Pedro Silva
DC Sandro, Pedro Ribeiro
DE Jorge Lopes (Vitor Alves, 71')
M Paulo Machado e Akos Buzsaky
M Diogo e Vieirinha
AV Cristovão (Bruno Gama, 71') e Tiago André (Flávio Igor, 60')

sexta-feira, dezembro 03, 2004

FC Porto: Noticias breves

Estou de regresso ao blog após uns dias em que não pude postar... peço desculpa aos leitores regulares por desaparecer sem avisar :-)
  • Nuno Coelho foi finalmente contratado. Depositam-se grandes esperanças neste jovem (17 anos recem completados) que vem aumentar ainda mais a qualidade e solidez da equipa B. As maiores felicidades para esta nova esperança, que ganhou notoriedade ao liderar a equipa sénior do Covilhã para os primeiros lugares da IIB, zona centro.
  • Bruno Alves não jogou na derrota do AEK com o Sevilha.
  • Os juvenis bateram o seu grande rival, o Boavista, por 5-2, com Daniel Candeias a abrir a contagem e André Monteiro, Hugo Monteiro, Rui Pedro e Eduardo negrinho a marcar os restantes.
  • Pinto da Costa esteve em Espanha a negociar a troca de Jorge Andrade por Pepe. Quanto ao resto, ainda não fui notificado! LOL

12ª jornada: jogos dos esperanças emprestados

Destaque para Bruno Alves, que se mantem titular num AEK que lidera a liga Grega.

Bruno Alves (AEK Grécia - I liga)
v Chalkidona (1-0)
Mantem-se firma na titularidade, enquanto o AEK regressou à primeira posição do campeonato Grego.

Bruno Moraes (Vitoria de Setubal - I liga)
v FC Porto (0-1)
Não jogou, ao abrigo de acordo entre os clubes.

Pedro Oliveira (Vitoria de Setubal - I liga)
v FC Porto (0-1)
Entrou aos 66 minutos, mas não conseguiu fazer a diferença (felizmente!).

Marcos António (Gil Vicente - I liga)
v Maritimo (1-1)
Jogou os 90 minutos num bom empate fora da equipa Gilista, que parece ter renascido com o novo treinador.

Sérgio Organista (Santa Clara - II liga)
v Marco (2-0)
Não foi convocado.

Vitor Silva (Santa Clara - II liga)
v Marco (2-0)
Entrou aos 13 minutos e participou numa boa vitória do Santa Clara, que assim começa a respirar no fundo da tabela.


Hugo Luz (Estrela da Amadora - II liga)
v Varzim (2-1)
Não foi convocado.

Furtado (Tourizense - IIB zona centro)
v Esmoriz (1-2)
Jogou 68 minutos, o suficiente para marcar o golo dos de Touriz, em jogo com arbitragem muito contestada.
v Benf. C. Branco (0-2)
Jogou os 90 minutos, mas não conseguiu marcar, num jogo em que o Tourizense estava desfalcado pelas expulsões na jornada anterior.

FC Porto B 2 - Freamunde 1

O FC Porto B subiu ao terceiro lugar após bater em casa o Freamunde, uma das equipas mais em destaque neste primeiro terço de campeonato.

GR Rui Sacramento
LD Pedro Silva
DC Sandro, Pedro Ribeiro
LE Jorge Lopes
MC Thiago, Paulo Machado
M Buzsaky, Diogo (Bruno Gama, 56)
AV Cristovão (Tiago André, 87) , Ivanildo (Vieirinha, 64)

Setubal 0 - FC Porto 1

Tambem perdi esta importante vitória, com a qual o FC Porto se isola na frente.
Aqui ficam as esperanças utilizadas:

Seitaridis, Ricardo Costa, Bosingwa, Diego, Quaresma e Hélder Postiga
Pepe (46m), Carlos Alberto (78m)
Não utilizados: Bruno Vale, Hugo Almeida

Os destaques da imprensa foram para Seitaridis, Bosingwa e Quaresma. Helder Postiga começa a esgotar a paciência da malta...

CSKA 0 - FC Porto 1

Infelizmente não pude ver esta notável jornada europeia. Aqui ficam as esperanças utilizadas:

Seitaridis, Ricardo Costa, Bosingwa, Quaresma. Hugo Almeida (78m) e Pepe (90m)
Não utilizados: Rui Sacramento, Hélder Postiga

A imprensa destacou as exibições de Bosingwa e Seitaridis. Destaque tambem para a estreia de Rui Sacramento no banco da equipa principal.

sub-18: Portugal 1 - 1 Rep. Checa

A selecção portuguesa de sub-18 empatou no segundo jogo particular com a Republica Checa, tendo participado todos os portistas convocados com excepção do guarda-redes Igor Araujo. O recem contratado Nuno Coelho estreou-se a titular.

Aqui está a lista dos portistas que jogaram: Daniel Marques, João Pedro , Fausto Lourenço, Helder Barbosa, José Branco, João Pinhal, Nuno Coelho e Bruno Gama.