segunda-feira, janeiro 31, 2005

FC Porto B 0 - 1 Valdevez

A jogar em casa, a equipa portista sofreu um golo aos trinta e oito minutos e não conseguiu reagir, numa partida que marca a estreia de Nuno Coelho. Márcio Sousa e Bruno Gama jogaram pelos juniores.

GR Bruno Vale
LD Pedro Silva
DC Sandro, Vilas-Boas
LE Jorge Lopes
M Nuno Coelho, Flávio Igor, Diogo (Tiago André, 14') e Cleberson (Tiago Borges, 51')
AV Cristovão (Fábio Espinho, 67') e Ivanildo
O FC Porto B deu mais um passo atrás na corrida aos primeiros lugares da classificação, ao perder no seu terreno diante do Atlético de Valdevez. Foi um espectáculo pobre a que se assistiu ontem em Olival. A vitória do Valdevez acaba por ser justa, pois foi a equipa que melhor se portou durante os 90 minutos. O FC Porto iniciou a partida com um único pensamento marcar o mais cedo possível. Com um ataque constante logo nos minutos iniciais que quase não deixava respirar a defensiva contrária, deixou no ar que iria ser um jogo com muitos golos. Mas não foi assim. O jogo foi aos poucos perdendo a qualidade. Apesar do ataque avassalador dos azuis e brancos, as oportunidades de golo eram escassas, ou melhor: nenhumas. Por sua vez, a formação do Valdevez, que se apresentou muito bem no terreno, com uma defensiva bem composta, ia anulando os ataques do adversário e, sempre que podia, descia no terreno e também criava perigo para último reduto local. Com esta forma de actuar, os minhotos chegaram ao golo quando o relógio marcava 39 minutos, que lhes valeu os três pontos. O golo nasceu de uma insistência do lado esquerdo do ataque valenciano, com Roma a rematar à entrada da área para a defesa incompleta de Bruno Vale, tendo a bola sobrado para Jeremi, que, oportuno, a enviou para o fundo das redes e levou ao rubro a assistência forasteira. Este golo foi muito sentido pelos jovens dragões, que não foram capazes de reagir da melhor forma. Na segunda parte o cariz do jogo não se alterou. Lutava-se muito a meio campo, mas a qualidade de jogo não melhorou. O técnico portista insatisfeito com o rendimento da sua equipa fez entrar Tiago Borges e Espinho , mas não vieram trazer nada de novo ao jogo. O FC Porto só de bola parada conseguia criar perigo. E foi na marcação de um livre apontado por Flávio a enviar a bola ao poste sendo por isso a melhor oportunidade. Até ao final, o Valdevez defendeu com unhas e dentes o resultado. Arbitragem positiva. Jornal de Noticias

FC Porto 1 - 3 SC Braga

E o inevitável aconteceu. Uma equipa de futebol a sério pôs a nu as diversas fragilidades da nossa equipa e de uma assentada fez-nos perder alguns rebuçados que iam atenuando o azedume de uma qualidade de jogo sofrivel: o primeiro lugar da superliga, o mito da boa organização defensiva e, mais grave, dependermos apenas de nós para sermos campeões nacionais.

De positivo, uma boa estreia de Claudio Pitbull. Resistindo ao naufrágio, Seitaridis, Bosingwa e Quaresma. OK, Diego também. Naufagando com a equipa, Leandro, Leo Lima e Postiga, que vão mostrando não serem jogadores com nivel para o FC Porto. Responsáveis directos pelo naufrágio, Pepe e Luis Fabiano. Fernandez, para além da aparente incapacidade para o lugar, é neste momento conivente com o desmembrar da equipa e a contratação de jogadores medianos, parecendo apenas preocupado em manter-se mais algum tempo no cargo. Tirar Bosingwa quando o meio campo começava a fugir foi suicida, mas se tirasse Leo Lima confessava o que se adivinha: Não é compativel com Diego e como tal é um clamoroso erro de "casting". Adoraria não ter tido razão nos meus comentários às contratações de Leandro e Leo Lima, mas infelizmente parece que tinha. No banco, injustamente, ficaram Ricardo Costa e Paulo Machado, que teriam sido melhores opções que os já citados "reforços" de Inverno.

domingo, janeiro 30, 2005

sub-17: Portugal 3 - 0 França

A equipa Portuguesa só precisava de um empate, mas venceu "sem espinhas", mostrando uma maturidade que dá boas prespectivas para a qualificação para o europeu, que se avizinha. Num jogo de contra ataque, o destaque vai para a solidez defensiva, com Hugo Monteiro a somar mais uma excelente exibição. No onze inicial, cinco esperanças portistas! Parabens a todos!

GR Rui Patrício
LD Hugo Monteiro
DC Yago Fernandez, Daniel Carriço
LE Carlos Alves
M João Martins, Rui Pedro (João Gonçalves, 67m.) e André Castro
AV Fábio Paim (Pedro Carneiro, 78m.), Daniel Candeias (Fábio Pereira, 40m.) e André Monteiro (Ricardo Nogueira, 61m.)

Portugal venceu o Torneio Internacional do Algarve, em Sub-17, ao derrotar na derradeira jornada a congénere francesa por uns esclarecedores 3-0. Os jovens lusos tiveram uma prestação muito meritória e as três vitórias falam por si. Ontem de manhã, Fábio Paim abriu o marcador ainda na primeira parte, aos 28', para, já na segunda etapa, Yago Fernandez (aos 46') e Fábio Ferreira (75') encerrarem o marcador. Esta foi considerada a melhor exibição da jovem turma das quinas, após um início titubeante ante a Noruega. Ainda assim, no cômputo geral, Portugal somou três vitórias, marcou cinco golos e não sofreu nenhum, sendo o guarda-redes Rui Patrício considerado o melhor da prova. O Jogo
No início do jogo, a Equipa das Quinas teve algumas dificuldades em aproximar-se da baliza francesa, mas com o decorrer do encontro os jogadores portugueses foram conseguindo encontrar o equilibrio e aos 28 minutos Fábio Paim, marcava o primeiro golo da partida. Foi a vencer por 1-0 que Portugal recolheu ao balneário.
Regressados para a segunda parte, uma vez mais, os lusos souberam aproveitar as falhas dos franceses e, aos 46 minutos, Yago Fernandez aponta o segundo golo, para depois, aos 75 minutos, Fábio Ferreira encerrar o marcador.
No final do encontro o Treinador Nacional, Edgar Borges, mostrou-se muito satisfeito, quer com o resultado, quer com os seus jogadores que uma vez mais demonstraram saberem honrar a camisola que vestem e provaram ter uma enorme capacidade de luta.
Viram cartão amarelo André Castro aos 20 minutos e Pedro Carneiro aos 79 minutos.
Rui Patricio foi eleito o melhor guarda-redes do torneio. fpf


sábado, janeiro 29, 2005

Jankovic, Marronkl, Machado e Saianda

  • Novos episódios na novela "médio box 2 box": Depois de se gorar a contratação de "Lucho" Gonzalez, está agora na mesa Bosko Jankovic. Retratado como "um Maniche mais alto" (!) e com apenas 20 anos ( nasceu no dia 1 de Março de 1984) , Bosko Jankovic mede 1m85, pesa 79 quilos e é titularíssimo no Estrela Vermelha de Belgrado e também na selecção sub-21 da Sérvia. Mas para uma esperança, o preço pedido (6.5 milhões de euros) é exorbitante, a não ser que seja mais um financiado por "investidores". Leandro do Bonfim continua a ser dado como dependendo apenas de burocracias, e há a novidade de Ibson poder estagiar seis meses no FC Porto financiado pelo Dinamo de Moscovo. Esta ultima possiblidade, apesar de inatacável do ponto de vista desportivo e empresarial, preocupa-me. Assim se perde a mistica e recuperá-la é dificil, pois Mourinhos e Pedrotos não aparecem todos os dias.
  • Para o importante jogo com o Braga, Paulo Machado está convocado em detrimento de Raul Meireles. Apesar dos rumores de saída, Helder Postiga até pode ser titular. A ultima chance?
  • O FC Porto contratou o possante mas desconhecido ponta de lança Argentino Gonzalo Marronkl (20 anos, 1.92 m), correspondendo desta forma a um pedido de Domingos, que disse necessitar de um ponta de lança na área até para uma melhor formação dos restantes avançados.
  • Foi tambem contratado o avançado Pedro Saianda (17 anos) , internacional sub-18 (mais um!) e goleador na equipa junior do Barreirense, não se sabendo se para os juniores se para a equipa B.
  • Em ambos os casos, a modalidade de compra foi o empréstimo até 2006, com opção de compra assegurada desde já. Parece-me bem pois diminui os riscos e, se os jogadores mostrarem serviço, a contratação está assegurada.
  • A selecçao portuguesa de sub-16 empatou 2-2 com a Escócia no segundo jogo do torneio internacional de Santarem. André Pereira e André Pinto jogaram toda a partida, António Graça e Fábio Miguel foram titulares e Ricardo Santos entrou durante a partida.

sexta-feira, janeiro 28, 2005

sub-17: Candeias marca (Portugal 1 - 0 Inglaterra)

O ponta de lança Daniel Candeias terminou o jejum de golos decisivos pela selecção nacional, marcando um saboroso tento na ponta final do jogo contra a seleção britânica integrado no Torneio Internacional do Algarve, concluindo da melhor forma um espectacular cruzamento de André Monteiro. Uma palavra para André Castro, que jogou toda a partida e quase marcava num remate de fora da área. Basta agora um empate contra a França para assegurar a vitória neste forte torneio e assim ganhar confiança para a qualificação para o europeu, que se avizinha.

GR Rui Patrício
LD Hugo Monteiro
DC Yago Fernandez, Pedro Carneiro (libero)
LE Carlos Alves;
M João Martins; André Castro; Fábio Paim (Rui Pedro, 40m.);
AV Daniel Candeias (Carlos Freitas, 78m.); Ricardo Nogueira (Fábio Pereira, 63m.) ; André Monteiro (João Gonçalves, 72m.);

quinta-feira, janeiro 27, 2005

FC Porto: Breves

  • Luis Fabiano, apesar da época discreta que está fazer, junta-se a Diego na selecção Brasileira.
  • Ivanildo e Paulo Machado continuam a treinar com os craques, enquanto Cristovão cedeu o lugar a Pedro Ribeiro.
  • Continua a novela do médio "box 2 box" (de uma área à outra!). Depois de Lucho Gonzalez, dado como certo mas só para Julho, fala-se de dois sub-21 Brasileiros: Ibson e Leandro.
  • Segundo noticia do DN Madeira, Rui Sacramento vai para o Maritimo B. Pretenderá jogar, pois não tem podido fazê-lo com regularidade desde que Bruno Vale regressou aos jogos do FC Porto B, após gorar-se o empréstimo ao Celta de Vigo. [Obrigado Drakonyaz]
  • Os sub-20 venceram o Alverca por 1-0 em jogo de preparação. Jogaram Jorge Lopes, Vitor Alves, Tiago Borges e Fábio Espinho do FC Porto B e Ricardo Costa, emprestado ao Tourizense, com Tiago Borges a fazer a assistência para o golo.
  • Os sub-16 iniciaram o Torneio internacional de Santarem com uma vitória frente à Dinamarca. André Pinto jogou toda a partida, Ricardo Santos a primeira parte, António Graça entrou aos 67’, Fábio Miguel aos 76’. André Pereira ficou no banco.

sub-17: Rui Pedro marca (Portugal 1 - 0 Noruega)

A selecção nacional começou sem brilhantismo este torneio, mas assegurou o mais importante, os três pontos da vitória. Hugo Ventura foi o guarda redes e esteve seguro, Hugo Monteiro mantem a titularidade na lateral direita, Rui Pedro foi titular e marcou na recarga a um livre de João Gonçalves. André Monteiro e Daniel Candeias foram titulares mas não conseguiram, desta vez, fazer o gosto ao pé. Quanto aos estreantes, cumpriram. Nuno Ferreira, um central alto, mostrou valor, Carlos Freitas mostrou segurança na lateral esquerda e Fábio Pereira foi testado no ataque, num jogo que valeu tambem por estas experiências.

GR Hugo Ventura
LD Hugo Monteiro
DC Nuno Ferreira, Pedro Carneiro (libero)
LE Carlos Freitas
M João Martins, João Gonçalves, Rui Pedro (André Castro, 78 m.)
AV Fábio Paím (André Monteiro, 54 m.), Ricardo Nogueira, Fábio Pereira (Daniel Candeias, 74m.)

quarta-feira, janeiro 26, 2005

FC Porto: Breves

  • Hugo Almeida, Bruno Moraes, Pedro Oliveira e Hugo Luz jogaram para a taça de Portugal e continuam em prova. Destaque para o Brasileiro, que voltou a marcar!
  • Cristovão e Ivanildo juntaram-se a Paulo Machado nos treinos do plantel principal. Boas noticias!
  • Claudio "Pitbull" finalmente apresentado e fala-se agora no médio ofensivo Ibson, de 21 anos. Se o primeiro parece ser bom e fazer falta, se de facto joga nas alas, já o médio ofensivo parece novo erro de casting, numa equipa que tem Diego e Leo Lima.
  • O Lille, na luta pelo campeonato Francês, estará interessado em Helder Postiga. Talvez seja uma boa opção, pois no FC Porto a pressão começa a ser excessiva e os golos teimam em não aparecer.
  • Outras noticias, no que diz respeito a saídas: Maciel irá sair, para a França ou para o Brasil, César Peixoto vai para Guimarães e Hugo Leal para a Académica. Rubens Jr. rescindiu e continua a treinar na B enquanto procura clube. Nada a dizer, pois todos tiveram as suas oportunidades e não as aproveitaram. Votos de boa sorte para eles.
  • O junior André Carvalho, de 19 anos, irá jogar (empréstimo?) no Esmoriz, da IIB centro. Boa sorte pois para este jovem internacional sub-16/17.
  • O FC Porto parece tambem querer entrar no mercado dos meninos prodigio, disputando o brasileiro Anderson, de 9 (!) anos, com o Manchester United. Estranhos tempos estes...
  • Um bom post sobre os sub-23 da superliga, por Master Kodro no 442.

Problemas financeiros na formação Boavisteira?

Um post do user Lentamente no relvado, em resposta a um rumor sobre uma greve aos treinos dos futebolistas juniores, em protesto por oito meses de salários em atraso.

Embora a formação no Boavista tenha tido alguns frutos anteriormente, é com a entrada de Valentim Loureiro que a Formação passa a ter lugar de destaque.
Terá sido dos primeiros clubes a criar uma estrutura que tinha como único propósito suportar todos os escalões existentes, tendo como objectivo criar jogadores para a equipa principal, que tinha como principal interveniente o mestre Jaime Garcia.
Com o decorrer dos anos 80 e 90, juntamente com o projecto da FPF iniciado por José Augusto e continuado por Carlos Queiroz e Nelo Vingada, cresce a preponderância do Boavista neste sector.
Começou a ser habitual ver convocatórias com mais jogadores axadrezados que dos outros clubes, começaram a somar-se títulos, a aparecer jogadores na equipa principal e é feita a primeira grande transferência de um jogador para o estrangeiro. (João Pinto - At.Madrid)
O campo de recrutamento do Boavista, é a exemplo dos grandes, o pais todo. A sua prospecção anda a par com os gigantes do futebol português, chegando primeiro a muitas das jovens estrelas que emergiam.
Actualmente é triste, saber destas notícias.
Uma redução do investimento do Boavista neste sector, é uma perda para o futebol Português e é sem dúvida uma situação preocupante, pois é reveladora do momento que se vive em muitos clubes.
Uma observação para outros clubes com tradições de formação que vivem igualmente momentos de dificuldade dos sectores, tais como o Vitória Futebol Clube, "Os" Belenenses, o Estrela da Amadora, o Barreirense, o Salgueiros, o Espinho, a Académica.

segunda-feira, janeiro 24, 2005

Vilaverdense 1 - 0 FC Porto B

A equipa portista somou nova derrota, desta vez em Vila Verde. O jogo esteve empatado quase até final e os portistas ainda tentaram um forcing, aproveitando uma expulsão no adversário aos 67'. Mas seriam os da casa a marcar aos 85 minutos, não permitindo depois a recuperação. Vejamos a formação utilizada:

GR Bruno Vale
LD Pedro Silva
DC Sandro, Pedro Ribeiro (95' -> vermelho directo)
LE Jorge Lopes (Tiago André, 88')
M Flávio Igor, André Vilas-Boas e Diogo
AV Cristovão, Ivanildo e Fábio "Espinho" (Cleberson, 72')

A equipa parece estar com dificuldades em digerir a saída de três das principais referências da primeira volta: Akos Buzsaky, que teve uma boa estreia no Plymouth, Paulo Machado, cada vez mais integrado no plantel principal e Thiago, transferido para o Dinamo de Moscovo. Neste jogo entraram de inicio três jogadores que passaram por graves lesões - Vilas-Boas, Flávio Igor e Fábio Espinho - assistindo-se ainda à estreia de Cleberson. Bruno Gama e Márcio Sousa jogaram pelos juniores, com Márcio a marcar. Continua a aguardar-se a estreia de Nuno Coelho.

Leiria 0 - 1 FC Porto

Era importante regressar às vitórias, e o FC Porto conseguiu-o, alicerçado numa primeira parte de excelente nivel que terminou num justissimo 1-0, com Ricardo Costa a marcar de cabeça num pontapé de canto. Primeiro golo desta época para o jovem portista, que manteve o lugar de lateral-esquerdo, relegando o Brasileiro Leandro para o banco. A linha defensiva compunha-se com Seitaridis na lateral direita e Pepe e Pedro Emanuel no eixo. O Brasileiro esteve melhor que noutros jogos, beneficiando da boa forma do heroi de Yokohama. No meio campo a solidez era garantida por Costinha e Bosingwa, Leo Lima era o criativo de serviço e na frente um trio, Quaresma na esquerda, McCarthy na direita e Fabiano entre os centrais. Mas as boas indicações da primeira parte não se confirmaram na segunda, muito por culpa de uma exótica substituição de Fabiano por... Leandro. O brasileiro bem tentou, mas andou perdido em campo e pouco se viu. Apesar disso o jogo podia ter ficado resolvido num chapéu de Quaresma ou num excelente lance individual de Bosingwa. Mas McCarthy foi expulso e Fernandez retirou Quaresma para meter Postiga. Na frente passaram a estar Postiga e Leandro, apoiados por um Leo Lima que pouco corria. O resultado foi sofrimento até final, com o FC Porto a não conseguir um unico remate. Ainda assim, os três pontos ficaram do nosso lado e continuamos em primeiro! Uma nota ainda para Raul Meireles, que entrou nos ultimos minutos, e para Paulo Machado, que se sentou no banco.

domingo, janeiro 23, 2005

18ª Jornada: Esperanças Emprestadas

Um fim de semana globalmente positivo, com todas as emprestadas a jogarem e muitos deles a titular. Destaque para os dois golos de Bruno Moraes e para uma boa estreia de Akos Buzsaky no Plymouth.

Bruno Alves (AEK de Atenas - 1ª Liga)
vs Apollon (1-2)
Não pode evitar a derrota da sua equipa frente ao último classificado. Apesar disso o AEK é ainda líder.

Hugo Almeida (Boavista - Superliga)
vs Nacional (2-0)
Pacheco não lhe atribuiu culpas pelo desaire na Luz e voltou a dar-lhe a titularidade. Mostrou a entrega habitual na luta com os centrais e teve mesmo excelente oportunidade, que desperdiçou. Foi substituido aos 85 minutos.

Bruno Moraes (Vit. de Setúbal - SuperLiga)
vs Penafiel (4-0)
Voltou a ser opção para José Couceiro. Marcou dois golos na goleada da sua equipa ao Penafiel por 4-0. Mesmo sendo substituido à passagem do minuto 52, o avançado marcou os dois ultimos tentos da partida, ambos na primeira parte. O 3-0 aos 25 minutos e o 4-0 já nos descontos da 1ª parte.No final da partida, confrontado com a exibição de Moraes o técnico do Vit. de Setúbal referiu: "Fico satisfeito pelos golos que marcou e espero que no futuro possa ter maior tranquilidade para continuar a ajudar a equipa".

Pedro Oliveira (Vit. de Setúbal - SuperLiga)
vs Penafiel (4-0)
Entrou no minuto 52 para render Bruno Moraes. Jogo razoavel, já com a partida decidida. Cumpriu.

Marcos António (Gil Vicente - SuperLiga)
vs Sporting (0-3)
Jogou os 90 minutos, mas o Sporting contou com um Sá Pinto em grande nivel e venceu por 3-0.

Akos Buzsaky (Plymouth Argyle FC - II liga inglesa: Coca-Cola league)
Um dia depois de assinar pelo clube, Akos Buzsaky estreou-se a titular, com o número 8. A estreia esteve quase a ser memorável, com uma bomba ao poste ainda o resultado estava em 0-0. Depois, dois erros defensivos ditariam a derrota, com Akos a sair esgotado aos 64 minutos. Ainda assim, uma boa estreia para o jovem Hungaro, que parece ter convencido os adeptos do clube.


Sérgio Organista (Santa Clara - Liga de Honra)
vs Feirense (1-3)
Jogou os 90 minutos, mas não conseguiu evitar nova derrota, que mantem a aflição nos Açores.

Vitor Silva (Santa Clara - Liga de Honra)
vs Feirense (1-3)
Jogou os 90 minutos e marcou o golo de honra, ao cair do pano.

Hugo Luz (Estrela da Amadora - Liga de Honra)
vs Ovarense (2-1)
Entrou no intervalo para o lugar de Davide e fez o corredor esquerdo. Cumpriu.

Furtado, Vitor Rodrigues, Rodrigo Ângelo e Ricardo Costa não jogaram, pois o Tourizense ficou dispensado nesta jornada.

sábado, janeiro 22, 2005

Noticias Breves

  • Os convocados para o jogo frente à União Desportiva de Leiria a disputar-se amanhã, Domingo, dia 23 de Janeiro de 2005, a contar para a SuperLiga Galp Energia, Jornada nº18 são: Vítor Baía e Nuno; Seitaridis, Pedro Emanuel, Pepe, Ricardo Costa, Areias e Leandro; Costinha, Leo Lima, Bosingwa, Raul Meireles, Paulo Machado e Hugo Leal; McCarthy, Hélder Postiga, Ricardo Quaresma e Luís Fabiano. De fora ficam os jogadores Jorge Costa, Maniche, Nuno Valente (lesionados) e Diego (castigado). Destaque para Seitaridis e Costinha, que estavam em dúvida e foram ambos convocados, devendo jogar de ínicio e ainda para Raúl Meireles que, dado como certo na Madeira há uns dias, regressa à convocatória.
  • O certificado internacional de Pittbul ainda não chegou do Brasil por causa das festas de S.Sebastião, no Rio de Janeiro, que originaram uma ponte nesse país. Por isso o CBF estava fechado e Baidek, empresário do avançado azul e branco, não conseguiu trazer o documento a tempo de ver o mais recente dragão a estrear-se em Leiria. No entanto, é quase certo que na recepção ao Sporting de Braga o brasileiro já possa jogar.
  • O treinador adjunto de Victor Fernandez, o espanhol Narcis Juliá, deu hoje uma entrevista ao O Jogo:
    PERGUNTA Qual é a razão para uma semana de treinos fechados e sem declarações?
    NARCIS JULIÁ Esta semana trabalhámos com muita intensidade e muitos conceitos tácticos para preparar a partida com o Leiria e para corrigir os erros cometidos nos jogos anteriores. Por isso, considerámos que o melhor era fechar a totalidade dos treinos. Quanto a declarações, não é bem assim, pois estou aqui hoje para falar convosco, como é habitual antes dos jogos.
    P Mas os jogadores não falaram...
    R Isso é um tema que diz respeito aos próprios jogadores e à administração e eles é que têm de comentar.
    P Como analisa a equipa do Leiria?
    R É uma boa equipa, que conhecemos bastante bem. Gosta de jogar futebol ofensivo. Temos muita informação, mas penso que é mais importante preocuparmo-nos com nós próprios e saber o que temos de fazer como equipa para melhorar o rendimento em relação aos últimos jogos, em que os resultados não foram bons. Devemos respeitar o Leiria, será difícil, mas isso já sabemos porque é igual todas as semanas.
    P E o que tem de melhorar?
    R Sobretudo a confiança na construção ofensiva. Até à data sofremos apenas dez golos e creio que a equipa tem uma boa prestação defensiva em geral, mas temos de melhorar a fluidez no ataque. Temos de ser uma equipa muito mais agressiva nos últimos metros do campo e ter a capacidade de gerar mais jogo ofensivo. Se, nesta segunda parte do campeonato, conseguirmos manter os registos defensivos e melhorar os ofensivos poderemos ficar na frente. Daí que temos de trabalhar para melhorar as prestações no ataque e ser uma equipa que cria mais situações de golo. Se o conseguirmos, seremos campeões.
  • César Peixoto recusou os madeirenses do Marítimo e juntou-se a Maciel nos treinos com a equipa B portista.
  • A SAD do FCPorto emitiu um comunicado.

sexta-feira, janeiro 21, 2005

Portugal B, Akos e etc

  • Portugal B 1 - 1 Eslovénia B: Raul Meireles voltou a jogar 90 minutos, sendo dos poucos que o fizeram nos dois jogos. Bruno Vale foi desta vez o guardião da baliza lusa. César Peixoto jogou durante a primeira parte.
  • Confirmado o empréstimo de Akos ao Plymouth, um clube da division one, mas com um grupo de adeptos muito activo! Segundo "O Jogo" o clube Inglês fica com a possiblidade de o adquirir em Junho, por uma soma não divulgada, mas tal não é noticiado no site oficial do Plymouth. Boa sorte para o jovem Hungaro, que poderá estrear-se já este sábado, são os desejos do "Esperança Portista".
  • Carlos Alberto faz questão de dar razão a Fernandez, com uma sequência de declarações disparatadas de fazer inveja a Santana Lopes!
  • César Peixoto é pretendido em Inglaterra, mas o FC Porto não pretende dar opção de compra, o que emperra o negócio. E "O Jogo" noticia que o Sporting sondou o interesse do jogador em mudar-se para Alvalade... Será possivel? Entretanto, vai treinar na equipa B, juntamente com Maciel, que tambem tem recusado as ofertas que vão chegando.
  • Além dos já noticiados Jorge Lopes, Tiago Borges e Vítor Alves, o seleccionador dos sub-20, Rui Caçador, convocou ainda Fábio "Espinho" e Ricardo Costa (emprestado ao Tourizense) para o Torneio Internacional da Madeira.

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Akos Buzsaky no Plymouth (Inglaterra)?

Noticias vindas de Inglaterra indicam que o médio ofensivo estará já em terras Britânicas. Segundo um jornal local, a equipa do Plymouth Argyle FC, da II liga Inglesa (Coca-Cola league) terá à experiência um jovem portista, que o jornal acredita ser Akos Buzsaky, que ainda segundo o mesmo jornal poderia ser emprestado ao clube até final da temporada. Ficaria assim explicada a ausência do até então totalista da equipa B do jogo com o Lixa. A confirmar-se poderá ser uma boa oportunidade, pois a equipa de Plymouth está proxima da despromoção, e o meio campo tem sido um dos problemas referidos pelos adeptos. Lembrem-se, leram primeiro no "Esperança Portista"!
Herald Sport believes the other trialist who started in midfield for Argyle yesterday has come to this country from Portuguese champions Porto. Ver noticia completa
Argyle fielded three other trialists at Plainmoor on Tuesday - Arsenal reserve midfielder Jordan Fowler, aged 20, 17-year-old Gambian Mustapha Jarjue, and a midfielder from FC Porto, believed to be Hungarian Akos Buszaky, who plays for the European champions' B side. Reports from Portugal suggest he could be available to Argyle on a loan deal until the end of the season. Ver noticia completa

Pitbull, Lucho e outras breves

  • Claudio Pitbull está integrado na equipa Portista. Perfil no Planeta do Futebol.
  • Lucho Gonzalez é dado como certo apenas para a próxima época. Um negócio estranho, pois fazia falta era agora. E se compram antecipadamente Lucho, provavelmente tambem estão a vender antecipadamente alguem (Maniche? Costinha?). Perfil no Planeta do Futebol.
  • Paulo Machado regressa da selecção sub-19 para os treinos da equipa A, em mais um sinal de que já faz parte deste plantel.
  • Diego está de volta à selecção Brasileira, para partida amigável com Hong-Kong.
  • Jorge Lopes, Tiago Borges e Vítor Alves, jogadores do FC Porto B, foram convocados para estágio da selecção sub-20.
  • André Castro, André Monteiro, Daniel Candeias, Hugo Guedes, Hugo Monteiro e Rui Pedro estão convocados para o Torneio Internacional do Algarve (sub-17), a disputar no final do mês.
  • André Pereira, do FC Porto, e André Pinto, António Graça, Fábio Miguel e Ricardo Santos, do Padroense (FC Porto B, nos juvenis) estão convocados para o Torneio Internacional de Santarém (sub-16), a disputar no final do mês.
  • Segundo noticia do Blog do Rio Ave, o Esperança Portista é o sexto blog mais lido da blogosfera desportiva Portuguesa. Uau!

quarta-feira, janeiro 19, 2005

Portugal B 0 - 0 Bulgária

A equipa Portuguesa não conseguiu desfazer o nulo e acabou por ser afastada da final nas grandes penalidades. Raul Meireles jogou 90 minutos, César Peixoto foi titular mas esteve pouco inspirado (tell me something I don't know...) mas mesmo assim teve a melhor oportunidade de golo, que desperdiçou, Hugo Almeida teve poucas oportunidades e Bruno Vale ficou no banco. Hugo Almeida foi dispensado do segundo jogo, devido aos compromissos do Boavista na superliga.
O Jogo
Raul Meireles: Funcionou como terceiro central quando a Bulgária tinha a bola e foi sempre o primeiro recuperador de bolas.
Hugo Almeida: Muito só na frente de ataque, nunca foi bem servido pelos seus colegas.
Infelizmente não pude ver o jogo, por isso se algum leitor pudér comentar os jogos de Hugo Almeida e Raul Meireles, ficaria muito grato :-).



FC Porto B: Entrevista de Ilidio Vale

Na semana em que Paulo Machado teve uma boa estreia na equipa principal, coloca-se aqui para os que não a leram, a entrevista de Ilidio Vale ao jornal "O Jogo", publicada no final do mês passado:

Formar jogadores à Porto (por Tomaz Andrade em "O Jogo" 25/12/2004)

A equipa principal dos dragões é a parte visível de um icebergue, mas na verdade o sucesso começa a ser construído muito antes, alguns anos antes, das escolas de formação até à equipa B. O processo começa na recruta e passa pelo aperfeiçoamento. Há jogadores quase acabados.

O treinador que mais atenção deu à formação de jogadores no FC Porto já foi embora, mas o clube continua a seguir o exemplo do técnico do Chelsea e a apostar forte nas camadas jovens, um verdadeiro viveiro de jogadores unidos por um objectivo comum: chegar à equipa principal. Nem todos o conseguirão, na verdade serão poucos, embora o mérito esteja em fornecer regularmente à equipa principal um ou dois jogadores de qualidade garantida. E isso pode acontecer brevemente, porque os responsáveis da formação do FC Porto acreditam que há matéria-prima de qualidade, como Pedro Ribeiro, Ivanildo, Paulo Machado, Vieirinha, Bruno Gama, Cristóvão e Márcio, só para citar os que estão mais perto de conseguir o passaporte para o escalão principal.

A equipa B, treinada por Domingos Paciência, é a última etapa do processo de maturação competitiva do jogador em formação, embora seja também a última peça de uma área mais abrangente, que começa no escalão etário mais baixo. Ilídio Vale é o coordenador do futebol de formação do FC Porto e acredita que estão a ser construídos jogadores de grande qualidade e com um carácter genético específico. "Jogadores à Porto", como lhes chamou. São cerca de 300 os atletas que compõem todo o escalão de formação do FC Porto e é um erro pensar que o processo de selecção é feito apenas com base na qualidade do jogador. Ilídio Vale diz que não e explica as razões. "Um jogador pode ter muito talento, mas na nossa opinião é o seu carácter que conta. São esses os grandes jogadores do futuro. É uma coisa decisiva no jogador de elite e temos desses na equipa B", disse Ilídio Vale.

E então como se escolhe um jogador com carácter? Fazendo-lhe um teste diagnóstico ou algo do género sobre a sua vida? Qualquer coisa como isso e juntando-lhe as características enquanto jogador. "Procuramos jogadores que revelem carácter, inteligência específica de jogo, tecnicamente evoluídos e com princípios de educação para se comportarem como seres sociais. Para além disso tem de ter ambição, gostar de futebol e uma grande vontade de se tornar um jogador de elite". Basicamente é isto e, como são tantas as características, torna-se difícil a selecção. Para resumir a fórmula, Ilídio Vale revelou que nos balneários portistas da formação existe uma sigla que deve ser cumprida por todos: CITEV. Descodificada letra a letra, a sigla encerra cinco características. C de carácter; I de inteligência táctica; T de técnica; E de educação; e V de velocidade. "Esta sigla é utilizada na selecção de jogadores", refere ainda Ilídio Vale.

Quase prontos para a equipa principal

No projecto de selecção de jogadores também é levado em conta um pormenor importante. São procurados atletas passíveis de se tornarem jogadores à Porto. A designação é de Ilídio Vale e encerra uma explicação. "O FC Porto tem uma cultura desportiva muito própria e os jogadores têm de a entender. O clube rege-se por valores próprios, desportivamente tem uma forma própria de jogar. É uma forma de jogar do FC Porto e de mais ninguém".

Sendo um degrau de aperfeiçoamento, a equipa B tem alguns jogadores em fase de lapidação, podendo Victor Fernandez em breve contar com alguns deles na equipa principal. Ilídio Vale não quis fornecer nomes para não ferir susceptibilidades - mais uma prova de que a formação é um espaço com características próprias, que lida com projectos de jogador e não jogadores -, mas admitiu que os que têm sido chamados ultimamente pelo treinador portista são os que reúnem mais hipóteses de chegar à equipa principal. São os casos de Paulo Machado (já treinou várias vezes e foi convocado para dois jogos da equipa principal), Ivanildo, Bruno Gama e Pedro Ribeiro, por exemplo. "Num futuro próximo há jogadores que podem integrar o plantel principal. Victor Fernandez está atento à formação e à equipa B e conhece os talentos", revela Ilídio Vale.

O modelo e os sistemas dos crescidos

O FC Porto joga quase sempre no mesmo modelo. Victor Fernandez gosta de um 4-3-3 que pode conter algumas variações quanto ao posicionamento das unidades. A alternativa é o 4-4-2. No FC Porto B, como de resto nos restantes escalões de formação, o modelo da equipa principal é seguido à risca. "Há um guião servido por dois sistemas, o 4-3-3 e o 4-4-2 losango", refere Ilídio Vale. No entanto, mais importante do que o sistema é o modelo de jogo. "Acreditamos no treino e modelo de jogo. Os exercícios feitos nos treinos não são à toa. Há uma preocupação de trabalhar os comportamentos tácticos individuais e colectivos, com bola e sem bola, a organização defensiva e ofensiva e o comportamento por sectores, tanto individual como colectivamente", explica o responsável portista. Quando um jogador chega à equipa principal não estranha a adaptação.

Ricardo Carvalho é o exemplo do sucesso

Vítor Baía, Bruno Vale, Jorge Costa, Ricardo Costa, Hélder Postiga e Hugo Almeida. Todos fazem parte do plantel principal do FC Porto, embora nem todos joguem com regularidade, mas o ponto comum da história é outro: todos foram formados exclusivamente no FC Porto ou, em alguns casos, passaram pelas escolas de formação do clube. Este é o exemplo de como a formação do FC Porto funciona e é aproveitada, mesmo que a equipa principal tenha objectivos altos, como lutar por títulos em todas as frentes, conseguindo mesmo assim absorver jogadores oriundos das camadas jovens.

Mas não é só a equipa principal que beneficia com a formação. A SAD também retira benefícios disso e o exemplo está nos negócios feitos com Hélder Postiga e Ricardo Carvalho, vendidos ao Tottenham e Chelsea, respectivamente, se bem que o ponta-de-lança já tenha regressado. O defesa-central é exibido como o exemplo de maior sucesso da formação portista. Deu um lucro à SAD de 30 milhões de euros e isso diz tudo. Mas os exemplos não ficam por aqui. Secretário, Fernando Couto, Sérgio Conceição...

Ganhar se possível

O FC Porto está em quinto lugar na II Divisão B, zona Norte. Não pode subir de escalão, uma limitação que irrita os responsáveis do sector, mas não é por isso que não tenta ganhar todos os jogos. Não o tem conseguido com a regularidade da época passada, por exemplo, e neste momento está em quinto lugar, com 30 pontos, menos 13 do que o Vizela, líder da classificação. A consolação é que o ataque da equipa comandada por Domingos Paciência é o segundo melhor, com 38 golos marcados. Números exactos: 18 jogos, nove vitórias, três empates e seis derrotas. A preocupação essencial é formar jogadores mas se possível vencendo jogos, tanto mais que é necessário dotar os jogadores de espírito de vitória. A diferença desta época para as anteriores é que o plantel é formado por muitos jogadores com idades inferiores a 18 anos, ao passo que muitas equipas do escalão têm jogadores que já passaram pelo campeonato principal.

segunda-feira, janeiro 17, 2005

FC Porto B 0 - 0 Lixa

A jogar em casa, os jovens portistas não foram além do empate, sem golos. A equipa jogou sem duas das suas principais referências: Paulo Machado, que se estreou na equipa A, e Akos Buzsaky (lesionado, castigado?). Foram substituidos por dois jogadores que vêm de graves lesões: André Vilas-Boas, que somou mais noventa minutos, e Flávio Igor. No ataque não havia ausências, mas ninguem conseguiu fazer funcionar o marcador. O FC Porto B é agora sétimo a dezoito pontos do Vizela e foi mesmo ultrapassado pela equipa B do Sporting de Braga. Continua a aguardar-se a estreia de Nuno Coelho.

GR Bruno Vale
LE Jorge Lopes
DC Sandro, Pedro Ribeiro
LD Pedro Silva
M Vilas-Boas, Flávio Igor (Tiago Borges, 64)
M Diogo, Vieirinha (Bruno Gama, 41)
AV Cristovão, Ivanildo

Igor na equipa B?

  • O guarda redes Igor Araujo, titular dos juniores, treinou com a equipa principal, colmatando a ausência de Bruno Vale em jogo da equipa B, e foi apresentado aos jornalistas como "Igor, da equipa B". Treina com a B, ou substituiu Vasco Viana durante o defeso?
  • Raul Meireles e César Peixoto afinal continuam com a sua situação indefinida. Há espera do resultado de tentativas de contratação, como a do muito falado Lucho ou a do menos falado Manduca?
  • Claudio Pitbull já treina com o FC Porto. Mas se queriamos alguem para as alas, não era melhor ir buscar um extremo?

sábado, janeiro 15, 2005

Académica 0 - 0 FC Porto

A grande sensação no onze inicial foi a estreia absoluta de Paulo Machado, e logo a titular. Uma grande prova de confiança no jovem portista, com concorrentes como Hugo Leal (no banco) e Raul Meireles (dispensado). Uma entrada sólida, adornada com pequenos rasgos individuais concluidos com passes a preceito e com dois bons remates de fora da área. Pena que, sem extremos e com dois laterais adaptados (Bosingwa e Ricardo Costa), a equipa portista mostrasse muita dificuldade em chegar à grande área dos academistas com perigo. Para mais, o pouco entrosamento do meio campo, onde tambem se estreava um Leo Lima com bom toque de bola mas muito pouca participação na defesa, permitiu aos de Coimbra a criação de alguns lances de superioridade numérica no ataque, que só não deram perigo por inépcia do ataque. A segunda parte começa com um lance fantástico de Diego, que merecia marcar aquele golo. Mas o maestro Brasileiro apenas se viu a espaços e acabou por ver o amarelo que o afasta do proximo jogo. As entradas de Quaresma e Leandro (reforço a atacar, mas não a defender) animaram o jogo, mas a muito jovem equipa portista mostrou-se vulnerável às matreirices da Académica, que perdia tempo sempre que podia. Na ponta final a Académica chegou a ter algumas oportunidades, o que não estará desligado da saída de Paulo Machado. Se pouco defendia na primeira, Leo Lima defendeu ainda menos na segunda parte e com Diego e Quaresma tambem em campo, até a Académica consegue ganhar a luta no meio campo. Postiga voltou a entrar aguerrido, mas tambem conseguiu falhar o golo da praxe, enquanto Pepe ficou no banco. Para a história fica o nulo e resta esperar pelos resultados dos restantes jogos, com Sporting, Benfica, Boavista e... FC Porto a terem todos a possiblidade de terminar a primeira volta na primeira posição.

Paulo Machado olé, olé!

Finalmente Fernandez aposta no jovem portista, e logo para a titularidade! Motivo de alegria para o "Esperança Portista", que há muito esperava pela aposta neste valor seguro. Uma excelente estreia e a substiruição, apesar de justificada tacticamente, deixou um sabor a injustiça. Aqui ficam alguns destaquer de Paulo Machado neste blog:
Perfil de Paulo Machado (a 11 de Novembro, na primeira convocatória para a superliga 04/05)
Entrevista no "Comércio do Porto"
As avaliações do fundo de jogadores (no qual Paulo Machado está incluido)
Análise do FC Porto B (12/04)
Análise do FC Porto B (10/04)




As razões de Carlos Alberto e outros adereços

  • Carlos Alberto: "Eu voltei para o Brasil porque tive uma proposta melhor que na Europa e vou estar no meu pais."
  • Uma noticia no record:
    Sendo por muitos considerado como um escalão de formação, a equipa B também tem recebido alguns jovens brasileiros, como é o caso de Diogo, um médio de elevado potencial. Mas esta época também já permitiu que o defesa-central Thiago desse o salto para o futebol russo, acompanhando Derlei na aventura do Dínamo de Moscovo. Nos últimos dias, os azuis e brancos garantiram o empréstimo de Cléberson, um avançado que brilhou no União de São João. Recorde-se que o FC Porto tem outros jovens brasileiros emprestados, como é o caso dos laterais Ferreira e Evaldo, no Marítimo. Ia jurar que o Ferreira e o Evaldo tinham ido a titulo definitivo. Gralha minha ou do record?
  • Um blog excelente, com uma voz independente, original e conhecedora: Paixão FC. Para mais, com enfase no FC Porto. Como é que me pode ter escapado? Mais vale tarde que nunca!

sexta-feira, janeiro 14, 2005

FC Porto: Breves e opinião

  • Paulo Machado mantêm-se nos convocados para o jogo contra a Académica. Destaque tambem para a inclusão de Leo Lima e, pela negativa, para a ausência de Seitaridis. Outros sub-23 na lista são Pepe, Ricardo Costa, Bosigwa, Diego, Ricardo Quaresma e Helder Postiga. Vamos ver se finalmente fazemos um jogo pós Yokohama em condições!
  • Raul Meireles confirmado no Maritimo. César Peixoto em duvida. Valha-me Deus... Mas devem sair os dois, pois já não aparecem na convocatória.
  • E para terminar um bom post sobra a equipa B portista colocado por JohnnyD no relvado:
Nos últimos anos o Porto tem dominado o mercado de transferências no que a jovens diz respeito. Muito dinheiro tem sido gasto a reforçar a equipa B com os melhores jovens no mercado.
Apesar desse investimento nos últimos 5 anos apenas me lembro do Ricardo Carvalho como grande referência na Equipa A saída da cantera Portista. Penso que se estreou na A no último ano do Penta mas só se afirmou com Octávio Machado 3 épocas depois.
Jogadores provenientes da equipa B, neste momento apenas Ricardo Costa que é um jogador regularmente utilizado . E Postiga que apesar da péssima época é um jogador com valor.
Porquê? Não há dúvidas que a equipa B do Porto, tem sido nos últimos anos a mais forte de Portugal. Porque tem falhado a transição para a equipa A? Com tanta qualidade á partida mais jogadores ter sido lançados.
Na minha opinião há uma explicação simples.
Dado ao nível de exigência a que o Porto se propôs com Mourinho (vencer todas as provas em que entra) e com o rendimento apresentado pelos atletas da equipa A, tornou-se muito mais difícil colocar um jovem na equipa do que no Sporting ou no Benfica onde para além do menor dinheiro disponível para reforços também havia menor qualidade e principalmente quantidade na equipa principal. É muito mais fácil meter um jovem no lugar de um jogador que não rende do que colocá-lo no lugar de um Maniche, Deco, Derlei, Ricardo Carvalho ou Paulo Ferreira.
Apesar de poucos jovens terem entrado no Escalão Principal na era Mourinho o planeamento dos escalões inferiores foi delineado ao pormenor. E a aposta nos jogadores jovens esteve presente.
Com a saída de Mourinho e de alguns dos melhores valores do plantel o FCPorto apostou em jovens de créditos firmados e não na equipa B.
Diego, Fabiano, Seitaridis e Quaresma foram as contratações mais sonantes do Porto esta época. Podem não ser provenientes da equipa B, mas não é por isso que deixam de ser jovens, logo a aposta na Juventude está a ser feita.
Mesmo assim a aposta poderia ser maior. Penso até que esta época como não está a correr como o previsto seria a ideal para lançar 2 ou 3 elementos da equipa B.
Porque não arriscar e colocar na equipa A um jogador como Paulo Machado no lugar de um Hugo Leal que à partida já se sabe que não vai trazer nada de bom á equipa? Isto apesar do Paulo só ter 16/17 anos! César Peixoto e Maciel têm sido equivalentes a rendimento zero. Na equipa B temos extremos de qualidade como Vieirinha que poderiam ser introduzidos aos poucos na equipa.
Não seria pela introdução destes 2/3 elementos da equipa B que o Porto correria grandes riscos a nível de rendimento da equipa e poupava-se muito dinheiro em ordenados.
Outros jovens como o Bruno Vale, Akos, Daniel Candeias, Márcio Sousa, Ivanildo, Vilas Boas, Diogo Gomes e Zéquinha são todos jovens com valor que, espero eu, terão mais ano menos ano a sua oportunidade de entrar na equipa A.
O futuro está assegurado, basta não insistir em comprar Hugos Leais, Areias ou Macieís para equipa A!

quinta-feira, janeiro 13, 2005

FC Porto: Breves

  • Claudio Pitbul: Se foi mesmo baratinho, aceita-se. Mas para que foi Fernandez comentar se ainda não está confirmado?
  • Paulo Machado parece já estar no plantel principal, tal a quantidade de vezes que lá treina. Para quando a estreia? Será a dispensa de Meireles sinal da inclusão definitiva no plantel? Ontem, teve a companhia de Pedro Ribeiro.
  • Raul Meireles dispensado: Algum azar, quer nas lesões quer nos momentos em que entrou em jogo. Desejos de uma excelente época na Madeira para um regresso em grande.
  • César Peixoto dispensado: Porquê tanto tempo desperdiçado?
  • Bruno Vale, Raul Meireles e Hugo Almeida irão jogar pela selecção B no torneio do Vale do Tejo.
  • Mais um Brasileiro para a equipa B, Cleberson, oriundo das mesmas escolas do até agora incognito Vinicius Franco. Espera-se que seja o ponta de lança de que Domingos diz precisar, mas seria muita sorte. Perfil no terceiro anel.
  • Um bom artigo sobre Ricardo Costa pelos amigos do Pobo do Norte.
  • Bruno Alves sente-se bem na Grécia. No problem about that. Mas quer prolongar o empréstimo? (entrevista n'A Bola) Que falta de ambição.
  • Uma palavra de apreço para Bruno Moraes, que marcou o seu segundo golo, em dois jogos da taça de Portugal. Em ambos os casos, inaugurou o marcador. Veremos se atina e coloca em campo todo o potencial que a sua técnica deixa adivinhar. Menção para Pedro Oliveira (Setubal), Hugo Almeida (Boavista) e Hugo Luz (Amadora), que continuma em prova na taça de Portugal.

Noticias Breves

  • A selecção nacional portuguesa de sub-18 vai participar na Meridian Cup, que decorrerá entre 4 e 11 de Fevereiro na Turquia. Por isso, Carlos Diniz convocou 27 jogadores para um estágio de preparação para a competição. Desses 27, um terço pertencem aos quadros dos dragões. Ao todo, o selecionador nacional convocou 9 portistas para o estágio às 15:00 do dia 17 de Janeiro no Estádio Nacional. Os jogadores azuis e brancos são: Bruno Gama, Daniel Marques, Fábio Ervões, Fausto Lourenço, Hélder Barbosa, Igor Araújo, João Pedro, João Pinhal e Nuno Coelho.
    Aqui fica a lista completa

Boavista: Gilberto Silva e Rui Gomes

Nacional: Hernâni Pereira

Estrela Amadora: Bruno Satos

Belenenses: Sandro Moreira

Bordéus: Cyril Teixeira

Barreirense: Pedro Saianda

FC Porto: Bruno Gama, Daniel Marques, Fábio Ervões, Fausto Lourenço, Hélder Barbosa, Igor Araújo, João Pedro, João Pinhal e Nuno Coelho

Freamunde: Antunes

Olhanense: Jaime

Benfica: Cristiano Gomes, João Fonseca, Pedro Correia e Ricardo Janota

Southampton: Feliciano Condesso

Sporting: André Marques, António Ferreira, Paulo Renato e Tiago Pires.

  • Raúl Meireles é vai ser emprestado aos madeirenses do Maritimo. Com ele viaja o extremo César Peixoto. Nem um nem outro se conseguiram afirmar na equipa e foram por isso cedidos ao clube da SuperLiga. Estes dois emprestimos vem na sequência da compra do médio ofensivo brasileiro de 23 anos, Léo Lima, ontem contratado pelos Dragões, juntando-se assim a Leandro no quadro de contratações de Inverno.
  • Lucho Gonzales ja admitiu que o técnico espanhol do FCPorto quis a sua contratação e sentiu-se honrado por poder vir representar o campeão mundial. Diz o mesmo jogador que, caso possa vir a actuar com o dragão ao peito o fará com muito gosto e dedicação.
  • Claúdio "Pitbull", revelação do "Brasileirão", é uma grande hipotese para o FCPorto. Para além dos portugueses, também os germânicos do Borussia de Dortmund estão interessados. No entanto, parece que foi o Porto que ganhou a corrida, quereno substituir assim a saída de Derlei. O brasileiro apontou 19 golos nos 30 jogos em que participou com a camisola do Grémio no campeonato brasileiro. Este ponta-de-lança canarinho tem 23 anos e é um dos avançados mais pretendidos do Brasil depois de ter rescindido com a sua ex-equipa. O jogador já viajou para Lisboa e será conhecido em breve o desfecho desta novela.

quarta-feira, janeiro 12, 2005

FC Porto: update

Pedindo desculpa aos leitores pelo interregno, vamos ao que interessa:
  • FC Porto - Rio Ave: Jogaram os esperanças Ricardo Costa (razoável), Seitaridis (lesionado?), Bosingwa (um dos melhores), Quaresma (demasiado perdido em campo, uma má exibição) e Diego (apenas razoável). Pepe, Raul Meireles e Postiga ficaram no banco. Paulo Machado ficou na bancada. O jogo foi muito mau, mas já passou demasiado tempo para comentários mais alargados. Bons comentários no Cafajeste e na Curva.
  • Leo Lima: Não sou dos crentes nesta contratação. Um amigo meu, da claque do Maritimo, descreveu-o como "um Hugo Leal a falar Brasileiro". Provavelmente vem mesmo substituir a precoce vedeta, que tarda em vingar no FC Porto, apesar do jogo menos mau contra o Rio Ave.
  • Hugo Almeida: Apoio a decisão da SAD de o colocar a rodar, mesmo se neste momento o Boavista é um concorrente directo. O Hugo é demasiado valioso para mais uma época entre o banco e a equipa B, e em equipas secundárias já esteve e pouco teria a aprender. Perante a disponiblidade dos do Bessa para pagar a totalidade do salário e o acordo feito na pré-época (direito de preferência para Portugal) tem que se aceitar esta solução. Não me choca que queira ser campeão pelo Boavista, e se não pudér ser o FC Porto a ganhar, não serei só eu a torcer por ele.
  • Thiago: Confirma-se que não convenceu na equipa B, sendo duvidosas as noticias de que o FC Porto o tinha adquirido. Se não é jogador para a equipa A, é melhor sair (que se saiba, sem prejuizo) do que prejudicar a afirmação de Sandro, Nuno Coelho ou André Vilas-Boas.
  • Rumores: Não tenho opinião sobre o Lucho Gonzales, mas se é para vir, já cá devia estar.
  • sub-19: Hugo Marques, Ivanildo, João Dias, Márcio Sousa, Paulo Machado e Vieirinha estão convocados para mais um estágio de preparação.
  • sub-16: André Pereira e Hugo Silva, dos juvenis, e André Pinto, António Graça, Fábio Miguel, Nuno Freitas e Ricardo Santos, do Padroense, foram convocados para estágio da selecção.
  • Saudade...

Infesta 2 - 1 FC Porto B

Jogando em casa de um dos principais concorrentes ao segundo lugar, a equipa B portista foi derrotada e está agora a 16 pontos do lider Vizela, num jogo onde a grande novidade foi o regresso de André Vilas-Boas, lesionado desde Maio do ano passado. Thiago, de saída para o Dínamo de Moscovo, já não jogou, num jogo em que um dos centrais (Pedro Ribeiro?) foi adaptado a lateral esquerdo. O golo portista foi apontado por Sandro, uma das revelações desta época.

GR Bruno Vale
LD Pedro Silva
DC Joel (Fábio Espinho, 85'), Sandro
LE? Pedro Ribeiro
M André Vilas-Boas, Akos Buzsaky, Diogo e Vieirinha (Tiago Borges, 66');
AV Bruno Gama (Cristóvão, 58') e Ivanildo.
O Infesta teve uma tarde de muito trabalho para conseguir levar de vencida o FC Porto B. Mas o espírito de grupo e uma grande exibição do guardião Bruno valeram mais três pontos e a permanência no grupo dos perseguidores do líder Vizela.Talvez devido ao frio que se fazia sentir, as duas equipas entraram muito cautelosas, sem grandes rasgos, não correndo riscos. No entanto, foi a formação visitante quem criou os primeiros lances de perigo, embora sem grandes resultados. O Infesta, muito tímido, ia de vez em quando atitrando à baliza de Bruno Vale, mas sem criar situações de perigo. E assim chegou o intervalo, com o resultado em branco e justificado pela pouca ambição das duas equipas.

Para o segundo tempo tudo foi diferente. Apesar de não terem qualquer alteração nos onzes, ambas as equipas entraram com outra atitude e sobretudo mais ambiciosas. O Infesta pegou no jogo, jogando em ataque continuado, e conseguiu arrancar um livre à entrada da área do FC Porto B, que Corina marcou de forma irrepreensível, fazendo o 1-0 quando estavam decorridos 53'.
Em vantagem, a equipa da casa optou por jogar em contra-ataque, dando por isso a posse de bola ao adversário. Uma estratégia que se viu não ser a melhor. Aos 74', após a marcação de um livre na direita, Ivanildo rematou já dentro da área e Bruno defendeu de forma incompleta, aparecendo Sandro ao segundo poste a restabeler a igualdade.
O Infesta voltou à carga e oito minutos depois, após livre de Baptista na direita do ataque, Sérgio apareceu na zona de penálti e com um remate acrobático voltou a colocar a sua equipa em vantagem. Fazia-se justiça. O Jogo


sábado, janeiro 08, 2005

Adeus Ninja e Feijão. Até breve Hugo!

Há de facto muito que o simples adepto, como este escriba, não conhece, pois não há outra forma de compreender a saída da maior revelação da Liga dos Campeões 03/04 pela irrisória verba de seis milhões de euros. Fala-se de clausulas de rescisão, indisciplina, e possiveis 2.5 milhões extra numa futura transferência...
Sobre Derlei, tambem eu fiquei pasmado, mas é dificil não suspeitar premeditação no atraso do ninja. Se assim foi, desejo-lhe as maiores felicidades, mas tenho que compreender a decisão da SAD.
A insatisfação dos dois jogadores terá tambem a ver com o facto de não terem chances para jogar nas suas posições preferidas, devido à fantasiosa politica de contratações do Verão.
Já a saída de Hugo Almeida, há muito que se anunciava, mas o facto de ter tido literalmente dezenas de pretendentes e de o FC Porto se ter mostrado intransigente em manter o passe são boas noticias, assim como o facto do Boavista ter aberto os cordões à bolsa para pagar o salário do jogador.

De positivo, o fim dos castigos de Pepe e Diego e nova convocatória para Paulo Machado.

FC Porto: Breves

  • O diário portuense "O Comércio do Porto" aponta o jovem defesa da equipa B Thiago a caminho do Dínamo de Moscovo. Apesar de, recentemente, ter assinado um contracto por cinco épocas, Thiago poderá acompanhar Derlei na sua aventura siberiana. É uma notícia surpreendente, mas que, segundo o diário, é explicada por, e passo a citar: "uma política concertada dos dirigentes do FC Porto". De facto, parece que a SAD do FC Porto está empenhada na "desbrasileirização" do actual plantel.
  • Segundo o diário desportivo "Record", Hugo almeida será apresentado na próxima segunda-feira como reforço do Boavista, por empréstimo até ao final da temporada. O Boavista ganhou a "corrida" para garantir os préstimos deste jovem ponta de lança, fazendo valer o direito de opção que garantiram aquando da venda de Raúl Meireles para o FC Porto no Verão passado.
  • Segundo o diário desportivo "Record", Rubéns Júnior irá rescindir o seu contracto com o FC Porto. Não é uma "esperança portista" (não se inserindo no âmbito deste blog), mas é menos um a "vegetar" na equipa B onde fervilham os melhores jovens talentos do FC Porto.

quinta-feira, janeiro 06, 2005

sub-17: Estágio de preparação

Na convocatória dos sub-17 para estágio de preparação, a grande novidade é a ausência das estrelas Fábio Paim e Daniel Candeias, que dão assim vagas a alternativas no ataque da equipa nacional. Os restantes elementos portistas mantêm-se, com destaque para Hugo Monteiro, que vai na terceira presença consecutiva, depois de ter ficado de fora de grande parte da preparação. Os outros convocados portistas foram André Castro, André Monteiro, Hugo Ventura e Rui Pedro.

Aqui fica a lista completa:

A Académica C: João Traquina;
Boavista FC: Pedro Carneiro e Ricardo Santiago;
CF ‘Os Belenenses’: Nuno Daniel;
CS Marítimo: Carlos Freitas;
FC Porto: André Castro, André Monteiro, Hugo Guedes, Hugo Monteiro e Rui Pedro;
Portimonense SC: Luís Cabral;
RC Strasbourg: Mickael Bergueira;
SC Beira Mar: Marcelo Santiago;
SC Braga: Bruno Machado, João Ferreira e Sérgio Fernandes;
SL Benfica: Fábio Pereira, Manuel Gama e Nuno Ferreira;
Sporting CP: André Pires, Daniel Carriço, João Martins, Ricardo Nogueira, Rui Patrício e Simão Coutinho;
UD Leiria: Nelson Pereira;
Vitória SC (Guimarães): Hugo Lopes.

quarta-feira, janeiro 05, 2005

FC Porto: Breves

Poucas novidades...
  • Paulo Machado, Ivanildo, Bruno Gama e Akos Buzsaky continuam a treinar com o plantel principal.
  • Pepe, Derlei e Diego trabalham sem queixumes na equipa B. Mai nada!
  • O Sporting procura resistir ao ataque do Chelsea aos seus juvenis, apresentando queixa na fifa. Mas dificilmente conseguirá mais do que uma pequena indemnização.
  • Continua a dar-se Carlos Alberto como certo no Corinthians, por seis milhões de euros (continua a não ser claro se esta quantia diz respeito ao total do passe ou à percentagem do FC Porto). Fala-se em clausulas de rescisão, mas estas só são válidas no final da época...
  • Hugo Almeida é pretendido por muitos clubes Ingleses, mas o empréstimo emperra em opções de compra que os Ingleses pretendem e em que o FC Porto não está interessado. Em Portugal, o Boavista não abdica da opção sobre o empréstimo, mas o salário que oferece é demasiado baixo...


terça-feira, janeiro 04, 2005

FC Porto: Breves

  • Uma estranha noticia menciona a possiblidade de Carlos Alberto sair para o Corinthians mediante o pagamento de seis milhões de euros. Muito estranho, pois o "Esperança Portista" sabe que o jogador foi avaliado pela FPmanagement em 12 milhões de euros. Talvez esse valor diga respeito apenas à parte que pertence ao FC Porto.
  • Bruno Gama, Akos Buzsaky, Paulo Machado e Pedro Ribeiro treinaram com o plantel principal.
  • Pepe e Diego treinam com a equipa B. Deploráveis as declarações de Derlei e do pai de Diego.
  • O Chelsea terá desviado três juvenis ao Sporting... tempos dificeis para as escolas de formação.

segunda-feira, janeiro 03, 2005

FC Porto: Breves

  • Pepe e Diego chegaram atrasados e estão suspensos. Uma tristeza.
  • Carlos Alberto está ausente, supostamente com autorização, e crescem os rumores de uma saída. Um enorme desperdicio...
  • Fala-se de uma possivel troca de Jorge Ribeiro por Areias. Interessante!
  • O FC Porto B venceu o SC Covilh por 1-0, em jogo de homenagem a Nuno Coelho, que jogou pelas duas equipas. O golo foi de Vieirinha. Relato por um ultra Covilhanense.
  • Paulo Machado, Akos Buzsaky, Ivanildo e Bruno Gama treinaram com o plantel principal, aproveitando as ausências devido a lesões, castigos e estágio da selecção B.