segunda-feira, outubro 03, 2005

Marítmo 2 - 2 FCPorto

Foi ontem o pior jogo do FCPorto na Liga Betandwin deste ano. O FCPorto apresentou-se nos Barreiros com o mesmo onze que tinha defrontado o Artmédia no Dragão, apostando claramente no ataque, como é timbre do nosso técnico.
O jogo começou muito rápido, muito mexido, principalmente por culpa do Marítimo. Uma equipa muito irrequieta, irrepreensivel no meio-campo e com alguma sorte no ataque. Talvez por isso o primeiro golo tenha surgido no minuto 7´ por Manduca numa bola parada. O Porto esteve claramente mal na primeira metade do jogo e apenas começou a aparecer na segunda parte, onde, ainda assim, não conseguiu evidenciar o nivel demonstrado noutros desafios. Quando já se pensava que era dificíl chegar ao empate, eis que este surge, aos 76 minutos por intermédio do recém entrado Lisandro Lopez. Dois minutos depois, numa jogada de contra-ataque, César Peixoto colocou o marcador a favor dos dragões com o remate com o pé direito.
Infelizmente, e já reduzido a 10 unidades, os madeirenses viriam mesmo a empatar por Marcinho. Ainda criámos duas oportunidades de perigo.
Foi um jogo dificil, com um resultado a traduzir, quanto a mim, aquilo que se passou em campo. Espera-se mais sorte nos jogos que se avizinham. Os azuis e brancos apresentaram-se com o seguinte onze:

GR: Vítor Baía
DD: Bosingwa
DE: César Peixoto
DC: Ricardo Costa
DC: Bruno Alves (substituido por Hugo Almeida aos 75)
MDC Ibson, Lucho Gonzalez
MAC: Diego (substituido por Paulo Assunção aos 45)
EE: Jorginho
PL: Benny McCarthy
ED: Quaresma (substituido por Lisandro Lopez aos 63)